Estreias da Semana – 31/03/2022

Cinema quinta-feira, 31 de março de 2022

Morbius
Com: Jared Leto, Adria Arjona, Matt Smith, Jared Harris, Al Madrigal, Tyrese Gibson, Michael Keaton, Amanda Perez, Archie Renaux, Charlie Shotwell, Colin Blyth, Corey Johnson, Gloria Garcia, Kadrolsha Ona Carole, Ria Fend, Ruth Horrocks, Tina Louise Owens e Tom Forbes
Michael Morbius é um gênio da bioqualquercoisa, ganhador de Prêmio Nobel e o escambau, mas tem uma doença rara que o obriga a usar bengala, e que desde criança é excluido porque o ser humano é uma bosta. Mas como ele é espertão, vai tentar curar sua condição sozinho, e mexendo com DNA de morcegos, ele cria um negócio achando que vai ser a cura da sua condição, na esperança de ajudar outros que também sofram da mesma doença que ele. E obviamente essa merda dá errado, e ele vira um vampiro.
Como diriam os Braga Boys: Isso aqui é BOMBA!

Alemão 2
Com: Vladmir Brichta, Leandra Leal, Gabriel Leone, Danilo Ferreira, Digão Ribeiro, Mariana Nunes, Aline Borges, Zezé Motta, Ricardo Gelli, Démick Lopes, Rafa Sieg, Lucas Sapucahy, Alexandre Lino e Alex Nader
Machado é um policial civil que vai subir o complexo do Alemão, acompanhado de Ciro e Freitas, pra prender o traficante Soldado. Tudo isso à paisana, e sendo comandados a distância pela delegada Amanda, e eles ainda assim conseguem prender o cara. Só que o líder da facção rival embosca essa trupe, e faz com que eles tenham que se embrenhar nas vielas da comunidade.
Não tem como uma continuação que não conta com nenhum dos atores do filme original [Pelo menos pelo que eu vi no cartaz] dar certo. Mas também não é difícil ser melhor que o original.

Epa! Cadê o Noé 2 (Ooops! The Adventure Continues)
Com: Max Carolan, Ava Connolly, Dermot Magennis, Tara Flynn, Mary Murray, Brendan McDonald, Carly Kane, Alan Stanford, Aileen Mythen, Paul Tylak, Luke Griffin, Alisha Weir, Joe McDonald, Jacob Mason e Rebecca Walsh
Depois de juntar aquele monte de bicho na arca, Noé [Ou seja lá quem substituiu ele] tem que lidar com um barco a semanas no meio da água, com a comida acabando, e a tênue trégua entre os herbívoros e carnívoros por um triz. Pra completar, o último lote de comida vai ao mar juntamente com os animais menores, e a galera encontra em uma ilha, que tem uns seres estranhos, mas que vivem em harmonia, e estão ameaçados por um vulcão ou algo do tipo.
Comparado com o primeiro filme, esse aqui parece ser doidera.

Cyrano
Com: Peter Dinklage, Haley Bennett, Kelvin Harrison Jr., Ben Mendelsohn e Brian Tyree Henry
Baseado num musical de 2018, que é baseado na vida do mesmo, Cyrano segue o protagonista de mesmo nome, nascido em Bergerac, que é a frente de seu tempo e todos aqueles clichês pra dizer que o cara é pica. Era bão com as palavras, com a espada, etc, e tal. Mas, obviamente, o que manda no rolê é que ele amava sem ser correspondido, já que essas paradas de época são sempre assim. Ele então deixa seus próprios sentimentos de lado pra ajudar Roxanne a ficar com Christian de Neuvillette, através da sua habilidade com as palavras, já que quer ver sua amada feliz.
Não sei o que é pior: Musical, ou drama de época com triângulo amoroso.

Um Dia Para Sempre! (Hello Again – Ein Tag für immer)
Com: Alicia von Rittberg, Edin Hasanovic e Tim Oliver Schultz
Zazie recebe um convite para o casamento de seu melhor amigo com sua arquirrival, e tenta impedir o acontecimento. Mas, além de falhar fragorosamente, ela ativa de alguma forma um loop temporal, e tem de reviver essa merda de dia até dar um jeito de sair dessa repetição.
Isso me parece uma versão ruim de Feitiço do Tempo, só que adolescente. Que o único arquirrival dos adultos é justamente a falta de tempo.

Mateína – A Erva Perdida (Mateína)
Com: Diego Licio, Federico Silveira, Chiara Hourcade, César Troncoso, Roberto Suárez e Leandro Rodríguez
Em 2045, a erva-mate foi proibida no Uruguai. Com isso, dois traficantes vendedor ilegais fazem uma viagem ao Paraguai para contrabandear a erva proibida. Mas por algum motivo, no meio da viagem, eles viram heróis.
Eu não sei se isso é uma crítica à proibição de drogas, ou se é só uma tentativa de fazer uma paródia de filmes de maconheiro.

Pajeú
Com: Fátima Muniz e Yuri Yamamoto
Maristela anda sonhando com um bicho esquisito, saindo das águas do Riacho Pajeú. Esse pesadelo anda atrapalhando sua vida, e isso faz com que ela vá atrás de informações a respeito do Riacho, que acaba fazendo com que ela descubra coisas sobre sua história e seu desaparecimento, mas sonhos não cessam, e a realidade se mistura com ficção. E quando pessoas próximas a Maristela, assim como o Pajeú desapareceu, sua angústia aumenta, juntamente com seu medo de também sumir.
Eu não sei o que pensar dessa mistura do Brasil com Egito de documentário com ficção.

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

confira

quem?

baconfrito