Estreias da Semana – 26/02/2015

Cinema quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

O Duplo (The Double)
Com: Jesse Eisenberg, Mia Wasikowska e Noah Taylor
Simon é um cara pra baixo. Tímido, solitário, a mãe o rejeitou, e Hannah, a garota que ele gosta, tá cagando e andando pra ele. Até que Simon conhece um novo colega de trabalho chamado James. Como você deve imaginar pelo nome do filme, eles são fisicamente cópias autenticadas um do outro, mas a personalidade é totalmente oposta.
Não sei porque, mas eu tenho a impressão de que esse filme foi chupinhado inspirado em uma obra do Fiódor Dostoievski, que também não é lá essas coisas. Ainda mais com o Jesse Eisenberg.

Sem Direito a Resgate (Life of Crime)
Com: Jennifer Aniston, Yasiin Bey, Isla Fisher, Will Forte, Mark Boone Junior, Tim Robbins, John Hawkes e Charlie Tahan
Mickey Dawson, tendo sido sequestrada, se encontra numa situação no mínimo complicada: Seu marido rico não tem mais porque não ficar com a amante, e se recusa a pagar o resgate que os bandidos tão pedindo. Logo, o tiro saiu pela culatra, e eles vão ter que dar outro jeito de lucrar com essa empreitada.
Esse enredo tem mais cara de esquete de doze minutos do que longa metragem, então eu acredito que não valha a pena perder tempo.

Sr. Kaplan (Mr. Kaplan)
Com: Héctor Noguera, Néstor Guzzini, Rolf Becker e Nidia Telles
Cansado da rotina e da sua pasmaceira de velho judeu europeu fugido do holocausto, Jacobo Kaplan embarca numa busca pela lenda do ex-nazista que vive em sua cidade uruguaia escondido, aguardando a volta do terceiro reich [Ou o início do quarto]. Com uma ajudinha de Wilson Contreras, ex-policial, o Sr. Kaplan vai investigar o caso que pode elevá-lo ao status de herói.
Filme meio maluco vindo do Uruguai, não sei o que dizer, parece bom mas ao mesmo tempo não me inspira confiança na qualidade do produto.

Superpai
Com: Pedro Amorim, Danilo Gentilli, Rafinha Bastos, Dani Calabresa, Danton Mello, Thogun Teixeira, Antonio Tabet, Paulinho Serra e Monica Iozzi.
Antigo rei da escola, Diogo era o cara do social, os caras queriam ser amigos dele, e as minas queriam ele. Mas vinte anos se passaram, e Diogo é um cara comum, pai, marido, trabalhador, tedioso. Mas quando uma festa de reunião da turma do colégio aparece, ele tenta sair um pouco da rotina, o que faz com que a noite tome um rumo bem diferente do que era previsto.
Eu não sei se é porque é uma comédia baseada no padrão “besteirol americano”, mas tem cara de que chamar de ruim é elogiar.

Tinker Bell e o Monstro da Terra do Nunca (Tinker Bell and the Legend of the NeverBeast)
Elenco: Mae Whitman, Lucy Liu, Raven-Symoné, Thomas Lennon, Anjelica Huston, Jesse McCartney, Timothy Dalton e Pamela Adlon
Fawn é uma fada de que acredita no melhor das pessoas, por isso ela fica amiga de um monstro gigante. Tinker Bell e suas amigas que são recalcadas acreditam que isso vai dar merda, podendo foder com todo mundo na cidade, e resolvem combater o bicho antes que seja tarde demais.
Acabaram as férias, ai a galera jogou esse filme pra criançada não dividir atenção, genial.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito