Estreias da Semana – 18/06/2015

Cinema quinta-feira, 18 de junho de 2015

Divertida Mente (Inside Out)
Com: Amy Poehler, Bill Hader, Mindy Kaling, Phyllis Smith, Lewis Black e John Ratzenberger
Riley é uma garotinha, e quando seu pai arruma um emprego em São Francisco, ela é obrigada a se mudar com a família, acostumada com o meio-oeste americano. Guiada pelas emoções, como qualquer ser humano, Riley acaba tendo um conflito de emoções, e mesmo que a Alegria seja a mais ativa, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza querem influenciar como ela deve viver essa nova vida.
É a Pixar, então certamente será um filme divertido com várias referências e um leve toque de emoção. Na verdade, esquece isso: O filme é todo emoção [Literalmente].

Lugares Escuros (Dark Places)
Com: Charlize Theron, Nicholas Hoult e Chloë Grace Moretz
Aos 7 anos, a mãe e as irmãs de Libby foram assassinadas, em algo parecido com um ritual satânico. Ela acaba testemunhando contra o irmão, que é condenado, mas 30 anos após o crime, ela é “obrigada” a confrontar o que aconteceu, graças à uma sociedade secreta que gosta de investigar crimes famosos.
Pelo que eu vi, é muito bom. Mas pode ser só porque essas paradas de crime são maneiras, na ficção.

Minha Querida Dama (My Old Lady)
Com: Kevin Kline, Kristin Scott Thomas e Maggie Smith
Nascido em berço de ouro, Mathias Gold [HÃM, HÃM?!] herda um apartamento na França, com a morte de seu pai. Chegando lá, ele encontra Mathilde, que mora no lugar e impede que ele tome posse da parada, só liberando a vaga quando morrer. Com isso, eles entram em conflito, que acabará com gostosas gargalhadas e alguém morto na cozinha.
Ah, essas dramédias [Não tou inventando, a palavra existe] que usam de conflito pra gerar empatia. No máximo, a gente gosta dos personagens por conta dos atores, mas não força, caralho.

Enquanto Somos Jovens (While We’re Young)
Com: Ben Stiller, Naomi Watts, Amanda Seyfried e Adam Driver
Um documentarista e sua esposa, que tem um casamento bacana, saudável, sem lero lero nem nheco nheco [Mas as vezes meio parado], desistiram da ideia de ter filhos, como seus amigos na mesma faixa etária. Uma nova amizade com um casal mais jovem e menos amarrado mostra à eles que o casamento, e mesmo a vida, pode ser levado de forma mais leve e divertida.
Comédia misturada com drama estrelada pelo Ben Stiller: Não sei o que dizer, apenas sentir. Sinto que não presta.

Jessabelle: O Passado Nunca Morre (Jessabelle)
Com: Sarah Snook, Mark Webber, David Andrews, Joelle Carter, Ana de la Reguera, Larisa Oleynik, Chris Ellis e Brian Hallisay
Depois de um acidente de carro que paralisa suas pernas, Jessie tem de voltar a viver na casa do pai, onde encontra um espírito, chamado [Adivinha só!] Jessabele, que aparentemente tem alguma coisa a ver com o nascimento de Jessie, que ocorreu em circunstâncias misteriosas e toda aquela coisa.
Esses filmes de susto que não tem roteiro, só uns negócios passando rápido na tela, são sempre parecidos. Por que será, né?

O Cidadão do Ano (Kraftidioten)
Com: Stellan Skarsgård, Bruno Ganz e Pål Sverre Valheim Hagen
Vivendo nas montanhas da Noruega, Nils recebe o prêmio de Cidadão do Ano, devido à sua seriedade e seu trabalho. Mas quando seu filho é assassinado por acidente, ele use de maquinário pesado e um pouco de sorte pra criar uma guerra entre um gângster vegan e o chefão da máfia sérvia.
Eu não sei se é o meu tino pra coisas absurdas, mas esse filme parece uma boa, principalmente se você gosta de comédias, filmes sobre crime ou uma mistura de ambos.

Dragon Ball Z: O Renascimento de Freeza (Doragon bôru Z: Fukkatsu no ‘F’)
Com: Kôichi Yamadera, Masako Nozawa, Ryô Horikawa, Ryûsei Nakao, Jôji Yanami, Masakazu Morita, Mayumi Tanaka e Torû Furuya
Após recolherem as Esferas do Dragão, Sorbet e Tagoma revivem seu antigo patrão: Freeza. Com isso, Goku e seus amigos bucha terão que se foder pra conseguir mandar o cabra pra terra dos pé-juntos novamente.
Eu já achava o Dragon Ball Z desnecessário. Esse filme é, por consequência, desnecessáriamente desnecessário.

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito