Estreias da Semana – 18/10/2018

Cinema quinta-feira, 18 de outubro de 2018

A Casa do Medo – Incidente em Ghostland (Ghostland)
Com: Crystal Reed, Anastasia Phillips, Mylène Farmer, Emilia Jones e Taylor Hickson
Ao herdar uma casa que era de sua tia, Pauline faz o que qualquer pessoa sem grana faria e resolve se mudar pra lá com as duas filhas, Beth e Vera. O problema é que na primeira noite já aparece uma galera assassina, e Pauline tenta o que pode pra salvar as quiança. Dezesseis anos depois, as filhas voltam pra casa e as coisas começam a ficar esquisitas.
Ao mesmo tempo que é um esquema interessante, é meio esquisito também.

Legalize Já – Amizade Nunca Morre
Com: Renato Góes, Ícaro Silva e Ernesto Alterio
Cansado da opressão e do preconceito sofridos pelas comunidades de baixa renda diariamente, Skunk tenta expor tais mazelas através da música. Fugindo da polícia um dia, ele esbarra em Marcelo, um vendedor de camisetas de bandas de heavy metal. O gosto pela música os une, e a habilidade de Marcelo pra compor letras de forte cunho social faz com que Skunk o convença a entrar na música, formando assim a banda Planet Hemp.
É melhor assistir antes que se torne crime.

A Justiceira (Peppermint)
Com: Jennifer Garner, John Gallagher Jr., Tyson Ritter e Pell James
Riley North acorda de um coma e descobre que seu marido e sua filha morreram num ataque de um cartel de drogas. Frustrada com o sistema, que protege os assassinos, ela se tornará uma justiceira querendo vingança.
Mas alguém que quer vingança não seria uma vingadora? Eu nunca entendo essas traduções.

O Primeiro Homem (First Man)
Com: Ryan Gosling, Claire Foy, Jason Clarke, Kyle Chandler, Pablo Schreiber e Ciarán Hinds
Vida e obra de Neil Armstrong, entre 1961 e 1969, e sua batalha para ser o primeiro ser humano a andar na Lua. Mas não foi fácil, ele e seu país fizeram muitos sacrifícios, para concretizar uma das missões mais perigosas das viagens espaciais.
Se isso não é propaganda da hegemonia estadounidense, eu não sei o que é.

O Poder de Diane (Diane a les épaules)
Com: Clotilde Hesme, Fabrizio Rongione e Thomas Suire
Thomas e Jacques pediram para que Diane fosse a barriga de aluguel para ambos, e ela sem pensar aceitou. E no meio disso, ela se apaixona por Fabrizio.
Puta que pariu, cinema francês sempre me deixa desconcertado com a falta de nexo.

Estás me Matando Susana (Me estás matando Susana)
Com: Gael García Bernal, Verónica Echegui e Ashley Hinshaw
Ao acordar, Eligio descobre que sua esposa Susana sumiu sem deixar recado. Em busca de seu grande amor, ele sai da Cidade do México e vai parar na universidade de Iowa, onde descobre que a mulher cansou da infantilidade do marido, por isso deu linha. Mas ele não vai desistir tão fácil, e terá de enfrentar seus medos para tentar reconquistá-la.
Porra, a mulher fala que o cara é infantil e SOME NO MEIO DA NOITE? Vai pra puta que pariu, melhor ser infantil que uma boçal dessa.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito