Estreias da Semana – 14/09/2017

Cinema quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Feito na América (American Made)
Com: Tom Cruise, Domhnall Gleeson, Jesse Plemons e Sarah Wright
Barry Seal, um piloto de aviões comerciais que é recrutado pela CIA pra se infiltrar na organização criminosa de Pablo Escobar, acaba por passar a perna em todo mundo.
Eu não sou muito fã do Tom Cruise, mas a gente precisa admitir que ele se esforça.

Amityville: O Despertar (Amityville: The Awakening)
Com: Cameron Monaghan, Bella Thorne, Jennifer Jason Leigh, Jennifer Morrison, Taylor Spreitler e Mckenna Grace
Quando o dinheiro encurta, uma mãe leva seus três filhos para morarem no casa onde ocorreram os assassinatos originais de Amityville, sem no entanto avisar a criançada disso.
Não importa o quanto a vaca esteja seca, Hollywood não larga a teta.

O Que Será de Nozes? 2 (The Nut Job 2: Nutty by nature)
Com: Jeff Dunham, Joe Pingue e Will Arnett
Lembra de Surly, o esquilo? Eu também não, mas ele está de volta, já que o prefeito de Oakton decidiu demolir o Liberty Park, para construir um parque de diversões no lugar. O que os animais precisam fazer? Isso mesmo, derrotar o prefeito, impedir a construção e salvar sua casa, que é o parque.
Mas minha gente, tá sobrando dinheiro pros executivos lá de Los Angeles? Manda pra cá que eu tenho umas ideias bem melhores.

Glory (Slava)
Com: Stefan Denolyubov, Margita Gosheva e Ana Bratoeva
Ao achar alguns milhões no trilho do trem, um trabalhador da ferrovia recebe como recompensa um relógio de pulso. Mas o que importa pra ele é encontrar seu antigo relógio de pulso, que ele perdeu de alguma forma, e vai lutar para recuperar, junto com sua dignidade [UÉ].
É incrível como eu me vejo no comportamento estúpido alheio.

Columbus
Com: Haley Lu Richardson, John Cho e Parker Posey
Casey mora com a mãe numa cidade desconhecida, que tinha um futuro que não aconteceu. Jin vem do outro lado do mundo para visitar seu pai moribundo. Por um acaso do destino, ambos se encontram e dividem o peso do futuro, encontrando refúgio um no outro, e na arquitetura que os cerca.
Pode ser um ótimo filme? Pode. Mas me parece ser um daqueles filmes “mamãe quero ser iraniano”.

As Duas Irenes
Com: Isabela Torres, Priscila Bittencourt e Marco Ricca
Filha de uma família tradicional do interior, Irene descobre aos treze anos que seu pai tem outra mulher, que tem uma filha, e pra piorar, a menina tem a mesma idade e nome que ela. Com isso, a filha do meio sente o baque da rejeição, e começa a buscar quem é e quem quer ser, ao se dar conta de que as relações sociais são feitas de segredos e mentiras.
Ah, a angústia de não ser um floquinho de neve único e especial que todo adolescente tem. Quase sinto saudade disso.

Deserto
Com: Lima Duarte, Everaldo Pontes e Cida Moreira
Depois de percorrer o sertão brasileiro, uma comunidade de artistas resolve se instalar em uma pequena cidade abandonada, iniciando assim sua própria comunidade.
Quem diria que é mais legal construir seu próprio mundo, ao invés de ser um zé mané no mundo alheio, não é mesmo?

Em Defesa de Cristo (The Case for Christ)
Com: Mike Vogel, Erika Christensen e Faye Dunaway
Depois de ganhar um prêmio por uma reportagem investigativa, Lee Strobel está no auge de sua carreira. Mas em casa o pau tá comendo, já que a mulher de Lee, Leslie, começou a acreditar em Cristo, o que é incompreensível, já que Lee é ateu. Para salvar o casamento, ele começa uma investigação sobre o cristianismo, o que o leva a descobertas que podem mudar o que ele acredita.
Eu acho incrível como esses filmes querendo redimir os cristãos sempre estabelecem que, se você não acredita em Jesus, tem de acreditar em outra coisa. Segundo eles, ninguém pode acreditar em nada.

Leia mais em: , , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito