Estreias da semana – 10/05

Cinema quinta-feira, 09 de maio de 2013

O Último Exorcismo – Parte 2 (The Last Exorcism Part II)
Com: Ashley Bell, Andrew Sensenig, Spencer Treat Clark, Judd Lormand, Raeden Greer, Julia Garner, Cristina Franco, Muse Watson, E. Roger Mitchell e David Jensen
Nell sobreviveu ao último exorcismo a que foi submetida. E seu bebê do capeta também. Não, sério. Nell é encontrada no meio do mato, suja e perdida, depois de dar a luz à um filhote de cramulhão. Sua família está morta, então ela vai parar numa casa para garotas orfãs, ou coisa que valha. Ela até arruma um namorado e um emprego. O problema é que o belzebu tá atrás dela, e não vai parar até conseguir o que quer.
Puta que pariu, sério que tão fazendo continuação pra uma bosta fumegante dessas? Onde puxa a cordinha do mundo pra eu descer?

Uma Ladra sem Limites (Identity Thief)
Com: Jason Bateman, Melissa McCarthy, Jon Favreau, Robert Patrick, Amanda Peet, Ben Falcone, Clark Duke, Eric Stonestreet, Genesis Rodriguez, John Cho, Jonathan Banks, Justin Wheelon, Maggie Elizabeth Jones e Morris Chestnut
Imagina que uma gordinha tipo essa do pôster roube sua identidade. Se você for mulher, ok. Mas se você é um cara, fica difícil acreditar, não é mesmo? E a coisa piora quando ela começa a se passar por ele.
Só eu tenho a impressão de que o Jason Bateman faz sempre o mesmo personagem? E o filme leva jeito de ser vergonha alheia total, o que nesse caso não parece uma boa coisa.

Amor Profundo (The Deep Blue Sea)
Com: Rachel Weisz, Tom Hiddleston, Ann Mitchell, Jolyon Coy, Karl Johnson, Simon Russell Beale, Harry Hadden-Paton, Sarah Kants, Oliver Ford Davies e Barbara Jefford
Sir William Collyer é casado com Hester Collyer, mas o matrimônio não vai muito bem. Até que ela conhece um piloto muito mais excitante, mesmo tendo problemas na cabeça devido a traumas de guerra. E tudo ia muito bem, se não fosse o fato de que eles são descobertos, e um suicídio se dá. É ai que Hester vai pensar se fez alguma escolha errada [Dica: Fez].
Hester Collyer (Rachel Weisz) é a esposa de um juiz do Estado muito importante e influente, Sir William Collyer (Simon Russell Beale). Seu casamento tem afeto, mas morno. Hester envolve-se com um piloto aéreo (Tom Hiddleston) perturbado por suas experiências durante a guerra, em uma relação bem mais excitante. Quando os dois são descobertos, e uma tentativa de suicidio, Hester começa a questionar se todas as suas escolhas, foram corretas.

Cores
Com: Acauã Sol, Pedro di Pietro, Simone Iliescu, Tônico Pereira, Guilherme Leme e Maria Célia Camargo
Três amigos, uma metrópole, várias histórias de amizade e desilusão. Luca tem 31 anos, é tatuador e mora com a vó, enquanto faz seu serviço num estúdio nos fundos da casa. Luiz tem 29, mora numa pensão, trabalha numa drogaria mas faz bicos como motoboy. Sim, isso é a vida do cara. E Luara, que namora Luiz, tem 30 anos, mora na frente do aeroporto [Provavelmente Congonhas] e trabalha feito uma doida na loja de peixes ornamentais, provavelmente pra sufocar a falta de vida do resto da rotina, e talvez pagar uma viagem. Em comum, os três tem o fato de suas rotinas serem um pé no saco e sua alienação gerada pela sociedade de consumo, onde a falta de perspectiva prevalece.
Pela sinopse, já dava ideia de que ia ser um filme experimental, de crítica a qualquer coisa, mas esse final foi de chutar o balde. Nego adora fazer filme pra criticar um sistema com o intuito de se dar bem nele. Tomar no cu vocês não querem, né?

Elena
Com: Li An, Elena Andrade e Petra Costa
A mãe de Elena tinha o sonho de ser atriz. Ela foi para Nova Iorque com o mesmo objetivo [Que burra, Los Angeles é a capital cinematográfica dos EUA]. Pra trás, fica a infância na clandestinidade durante a ditadura e a irmã Petra, de sete anos. Vinte anos depois, Petra faz o mesmo movimento, mas dessa vez em busca da irmã. Sem certezas, ela vai com filmes caseiros, recortes de jornal, um diário, cartas. Ela espera encontrar a irmã pelas ruas, em sua blusa de seda, e indo pelos caminhos de Elena, Petra acaba descobrindo Elena onde ela não esperava.
Filme brasileiro que passa na gringa? Ou é surrealismo ou é documentário. E esse é bem bad trip.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Marina Oliveira

    Quado vão cansar de filmes de exercismo? Sério.

  • Quando não der mais lucro

  • FERNANDO

    assim que você começar a escrever certo =D

busca

confira

quem?

baconfrito