Estreias da semana – 09/11

Cinema quinta-feira, 08 de novembro de 2012

Argo
Com: Ben Affleck, John Goodman, Bryan Cranston, Michael Parks, Victor Garber, Kyle Chandler, Clea DuVall, Tom Lenk, Alan Arkin, Rory Cochrane
A revolução iraniana, em pleno 1979, fez com que uma galera muito louca invadisse a embaixada americana em Teerã e tomasse 52 americanos como reféns. Outros seis americanos, que tavam ligados no movimento, foram parar na casa do embaixador canadense. E ai entra a parte divertida da coisa: Sabendo que era questão de tempo até os iranianos acharem esse povo, Tony Mendez, que é um especialista em fugas da CIA, elabora uma fuga [Veja só você] pra tirar todo mundo dali em segurança.
Filme sobre uma situação real tão incrível que parece até um filme? Isso não pode ser ruim. Mesmo sendo dirigido pelo Ben Affleck.

Histeria (Hysteria)
Com: Hugh Dancy, Jonathan Price, Maggie Gyllenhall, Felicity Jones, Rupert Everett, Ashley Jensen e Sheridan Smith
‘Histeria’ é uma comédia romântica centrada na descoberta do vibrador.
O dr. Mortimer, estando desempregado, arruma um bico como assistente do dr. Robert Dalrymble, que tratava mulheres com histeria [Daí o nome do filme, dã]. Mas como, além de bonito e jovem, o doutor tinha bastante habilidade manual, formou fila pra mulherada se consultar com o rapazola. E foi daí que nasceu a maior invenção da história [Pras mulheres]: O vibrador.
Filme sobre a história do vibrador, era só o que me faltava. É um consolo pra que não aguenta mais comédia romântica.

Marcados para Morrer (End of Watch)
Com: Jake Gyllenhaal, Michael Peña, Anna Kendrick, Cody Horn, America Ferrera, Frank Grillo, Natalie Martinez, David Harbour
Taylor e Zavala são dois jovens policiais de Los Angeles, patrulhando as áreas mais tensas da cidade. Quando eles descobrem uma parada muito sinistra sobre o cartel de drogas que comanda a região, suas vidas e a de suas famílias correm perigo.
Filme de puliça tentando ser o mais realista possível? Não vai ter carro explodindo com tiro? Então não quero ver.

Em Nome de Deus (Captive)
Com: Baron Geisler, Benard Palanca, Chanel Latorre, Evelyn Vargas, Isabelle Huppert, Joel Torre, Kristoffer King, Madeleine Nicolas, Maria Isabel Lopez
Em 2001, Thérèse Bourgoin, uma francesa que trabalhava para uma organização humanitária nas Filipinas, foi sequestrada por engano junto com outros estrangeiros, pelo grupo Abu Sayyaf, que queria a independência da ilha Mindanao. O filme mostra os percalços da mulher pra voltar pra casa.
“Baseado em fatos reais” sempre dá uns filmes meia boca, tomar no cu. E essa tradução nadavê?

Leia mais em: , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Matuhatin

    Oxente. E quantas vezes esse Captive (ou Em nome de deus) vai “estrar”?

  • Lucas

    Não entendo esse mimi todo com Ben Affleck

  • Ele atuando é uma desgraça, ué.

  • FooFighter

    “Isso não pode ser ruim. Mesmo sendo dirigido pelo Ben Affleck.” Permita-me discordar hahaha. Mas não vou criticar ainda sem ver, afinal ele é quem dirige a parada né? OH WAIT, ele atua também… vish.

    Bom, deixo aqui então uma das melhores declarações de amor que já vi num filme: “Eu preciso tanto de você quanto o Ben Affleck precisa de aulas de atuação.” (Team America, World Police)

  • Gustavo Brito

    Ué, ele melhorou tanto a ponto de ser definido como desgraça??? Olha ai, gostei de ver. =D

  • ClaytonSlayer

    Não interessa quantas vezes, mas a resenha será para sempre inalterada.

  • Pedro

    Filmes dirigidos por Ben Affleck e suas respectivas notas no rotten tomatoes:
    Argo – 96
    The Town – 94
    Gone Baby Gone – 94
    E claro, ele tem um oscar de melhor roteiro para Gênio Indomável.

  • acontece de algumas vezes a distribuidora mudar a data de estreia, é bem comum até

  • Cê só esqueceu que ele ATUA em Argo

  • E atua em Atração Perigosa também, que é um filmão.

  • Pedro

    Da uma olhada na net então e vê quem dirige o filme pizuka.

  • Cara, eu sei que ele atua e dirige o filme. Eu não vi o filme, como a maioria das estreias [Afinal, não ganho nada pra isso e tenho contas a pagar, então preciso de um emprego regular], então o que eu faço é: Me basear nos filmes anteriores do cara. Como só vi os que ele atua, posso dizer que vi 100% de filmes ruins dele.

  • Pedro

    Relaxa cara, eu imagino que vc n vê os filmes que vc posta, tem estreia toda semana… Mas nunca entendi pq vc n ganha nada com o bacon. Ninguém vai parar de visitar o site por causa de alguns anúncios ou pop-ups do google.

  • Então, cara. Tirando o Adsense [Do Google], eu já testei tudo quanto é programa de afiliado. E nenhum deles rende no Bacon.

  • Pedro

    E mesmo assim o Ato ou Efeito dava menos audiência que o Bacon? Triste, haha. Chama mais colunistas pizurk, cadê aquele humor sem noção que esse site tinha?

  • Daonde cê tirou que o AOE tinha menos audiência que o Bacon? É justamente o contrário.

  • Pedro

    Eu supus que se vc tinha dois sites e ia tirar um do ar, a lógica era tirar o menos visitado. Então ele morreu por nada?

  • Lógica perfeita. Exceto pelo fato do AOE não ser meu. Se fosse, não tinha saido do ar.

busca

confira

quem?

baconfrito