Diversão para desocupados – Frets on Fire

Games quarta-feira, 03 de outubro de 2007

Frets on Fire acabou com a minha vida.

De vez em quando aparecem esses joguinhos malditos que pegam na veia, que miram em um tipo específico de jogadores e conseguem transformar bits e bytes em COCAÍNA, cara.

O tóchico e as dogras transformam os jovens em cadáveres ambulantes.

Frets on Fire é um jogo para PC, clone de Guitar Hero, do Playstation 2. Pra quem não conhece, é um jogo meio “simulador de guitarra” misturado com Dance Dance Revolution; a tela é dominada por um braço de guitarra, onde vão passando as “notas” que você tem que tocar, de forma sincronizada e rítmica. Apertando os botões e dando a palhetada na hora certa, você vai fazendo o papel do guitarrista nas músicas, preenchendo a música com as notas do instrumento. A diferença é que o jogo não é boiolístico e amaricado como o DDR. Todo mundo já quis tocar guitarra e foi débil mental pelo menos uma vez na vida, fazendo air guitar ao som de Cocaine, do Eric Clapton. (Cocaine/música, cocaína/jogo… pegaram? Eu sou muito metalingústico mesmo)

Air Guitar. Tem até campeonato disso, cê crê?

Eu nunca joguei Guitar Hero no PS2. Sei lá, nunca me animou. O que mais me afasta do jogo é o fato de nunca ter uma guitarra por perto. E jogar Guitar Hero com o joystick dual shock não faz o menor sentido.

A guitarra é cara pra caralho, considerando que é só um joystick em forma de guitarra; não vale a pena pagar 300/400 reais por aquilo. Portanto, eu e mais uma legião de jogadores nunca pudemos curtir Guitar Hero como deveríamos.

Aí, um DOENTE chega e tem a idéia de transformar o teclado do computador em uma guitarra. E nesse momento minha vida acabou.

É assim que você vai usar o teclado a partir de agora.

Cara, eu sempre quis fingir que o meu teclado é uma guitarra. Sério, eu sonhava com isso. É tipo pegar o tubo do papel higiênico que acabou e fingir que é um sabre de luz. Eu fui uma criança solitária sim, e daí? Melhor do que ter amigos boiolas como vocês.

Frets on Fire faz quase tudo que Guitar Hero faz, com algumas vantagens. A principal é que você não precisa comprar uma guitarra. Cata o teclado, vira de cabeça pra baixo e tah-dah! Uma FENDER STRATOSCASTER nas suas mãos! E, diferente do sabre de luz de papel higiênico, você não precisa ficar fazendo uón, uón com a boca! Sensacional.

No começo você vai se sentir mais débil mental do que se fizesse air guitar com um rolo de papel higiênico vestido de Yoda (com VOCÊ vestido de Yoda, não o rolo de papel higiênico). Mas depois que você consegue tirar a primeira música você nem vai ligar mais pra isso, tamanha a diversão que Frets proporciona. Depois de um tempo e alguma prática, pessoas da sua casa virão até você, para assistir sua performance digna de Tom Morello, caso ele fosse débil mental e não tivesse dinheiro pra comprar uma guitarra ou papel higiênico.

Eu também cansei das minhas piadas. Vamos ao jogo.

Você pega o jogo aqui. Joguinho de apenas 40 megas. E o melhor: é open source totalmente gratuito, free e de grátis. A instalação é sossegadíssima, e em poucos minutos você vai estar fazendo o tutorial (com uma narração ótima, diga-se de passagem) e entrando em suas primeiras apresentações. O jogo vem com três músicas. Use-as para treinar e pegar o jeito do negócio. Eu precisei mudar a tecla da palhetada para o f12, por exemplo. Mas os controles default quebram o galho no começo.

Depois, você pega outras músicas aqui. Você precisa se registrar no fórum, ok? E está em inglês. Nesse fórum tem todas as músicas de Guitar Hero 1, 2 e 80’s. Quase todas estão muito bem adaptadas para o Frets, pode pegar e usar sem medo. Se você for um pouco mais ousado pode pegar as custom songs que foram feitas pelos membros do fórum. Algumas são excepcionais (Pantera – Cowboys From Hell) e outras são lastimáveis, mas estas acabam sendo retiradas do fórum, devido ás críticas dos participantes. Vale a pena arriscar uns downloads, pois você pega muita coisa boa. Se você sabe usar torrents, tem uns pacotes contendo centenas de músicas lá. É só fazer uma busca por “Frets”.

Finalmente, no mesmo forum que passei ali em cima, você também pode pegar uns mods: é como se fossem skins do winamp, trocando a cara, os efeitos e músicas do programa. É meio perfumaria mesmo, só pra deixar ele mais personalizado e do seu agrado. Depois que você der uma vasculhada no fórum e estiver completamente viciado em Frets é possível que você queira mexer com isso aí, então pelo menos você já sabe onde encontrar.

Muitas maneiras de deixar seu Frets mais estiloso.

Concluindo: Frets é uma ótima maneira de você perder tempo. Ele pode fazer você perder tanto tempo que pode acabar com sua vida, como acabou com a minha. Esteja avisado. Ah, e o seu pulso da mão direita vai doer. Perdeu preibói.

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito