Destaques da Semana em DVD (02 à 06/11)

Cinema sexta-feira, 06 de novembro de 2009

 Star Trek: Uma das melhores surpresas do verão americano, vem provar o talento de J. J. Abrams para conceitos de entretenimento, depois de inúmeras experiências de sucesso na televisão (Felicity, Alias, Lost e Fringe, sem esquecer o fracasso Six Degrees), Abrams se voltou para o cinema e lançou o melhor filme de monstro americano da década (Cloverfield), e agora renova e dá gás a uma das mais antigas franquias americanas, Star Trek. Na trama, o destino da Galáxia está nas mãos de amargos rivais de mundos bem diferentes. James Tiberius Kirk é um adolescente rebelde de Iowa, sempre em busca de emoções, um líder por natureza à procura de uma causa. Spock cresceu no planeta Vulcano, excluído por ser metade humano. Ele é um aluno engenhoso e o primeiro de sua raça a ser aceito na Frota Estelar. Em sua busca para descobrir quem realmente são e o que têm a oferecer ao mundo, Kirk e Spock logo tornam-se competitivos cadetes em treinamento. Com estilos drasticamente opostos, um movido por paixão, o outro, por lógica, tornam-se adversários, fazendo de tudo para estar entre os escolhidos da mais avançada nave já criada, a U.S.S. Enterprise. Confira a resenha AQUI.

 Inimigos Públicos: Michael Mann é um diretor muito bom, principalmente, por saber orquestrar filmes de gênero como os policiais (Fogo contra Fogo e Miami Vice). Aqui ele reúne um elenco exemplar e uma trama idem, mas parece não conseguir atrair um grande público, uma pena. Na trama, ninguém podia deter Dillinger e sua gangue. Nenhuma prisão o segurava. Seu charme e suas audaciosas fugas ganhavam a afeição de quase todos – desde sua namorada Billie Frechette até americanos que consideravam que Dillinger estava tirando dos bancos o dinheiro que os bancos haviam tirado indevidamente deles. Mas enquanto as aventuras da gangue de Dillinger impressionavam muita gente, J. Edgar Hoover planejou explorar a captura do fora-da-lei como forma de elevar seu Bureau de Investigação a uma força policial nacional que mais tarde seria conhecida como FBI. Para isso, ele tornou Dillinger o primeiro Inimigo Público Número 1 dos EUA e colocou o agente Melvin Purvis em seu encalço. Confira a resenha AQUI.

 12 Rounds: Renny Harlin, definitivamente, perdeu o foco da sua carreira, de diretor de ponta dos filmes de ação nos anos 80/90, como Duro de Matar 2. Atualmente, se dedica a projetos de operário-padrão hollywoodiano com os medianos esquecivéis (Caçadores de Mente), e até mesmo servindo de tapa-buraco, como no equivocado Exorcista: O Início. Aqui, Harlin mostra que ainda tem a pegada para o gênero, no entanto, estamos falando de um filme que serve de trampolim para o lutador John Cena, assim como The Rock, se transformar num astro de filmes de ação. Vão precisar mais que isso. Na trama, quando o detetive policial de Nova Orleans Danny Fisher impede um brilhante ladrão de fugir com um roubo multi-milionário, a namorada do ladrão é acidentalmente morta. Depois de escapar da prisão, o gênio criminoso decreta sua vingança, provocando Danny com 12 rounds de charadas e tarefas quase impossíveis, que ele precisa de qualquer jeito completar, para salvar a vida da mulher que ama.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito