Corrida pelo Oscar 2008

Primeira Fila sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Com a revelação dos indicados ao Globo de Ouro foi dada a largada para a temporada de premiações 2008, que tem no Oscar, em fevereiro, seu ápice.

O Globo de Ouro é uma premiação dos jornalistas estrangeiros que trabalham em Hollywood, são 80 e poucos votantes, sendo, inclusive, uma brasileira, Ana Maria Bahiana. O GO premia, em algumas categorias, não tantas como o Oscar, o Cinema e a Televisão. Em ambas ainda há uma divisão entre os dramas e as comédias/musicais. Na terça-feira comento os indicados para os prêmios televisivos. Confira os indicados e algumas considerações sobre os candidatos do cinema.

Melhor Filme Drama

American Gangster, O Gângster – previsto para estrear em janeiro;
Atonement, Desejo & Reparação – previsto para estrear em fevereiro;
Eastern Promises, Senhores do Crime – previsto para estrear em fevereiro;
The Great Debaters, sem título nacional e previsão de estréia;
Michael Clayton, Conduta de Risco, já em cartaz nos cinemas;
No Country for Old Men, Onde os Fracos não Tem Vez – previsto para estrear em fevereiro;
There Will Be Blood, sem título nacional – previsto para estrear em fevereiro;

Como sempre acontece a maioria dos filmes que concorrem a estas premiações estreiam nos cinemas somente em janeiro/fevereiro, época antes do Oscar ou puderam ser conferidos em festivais e mostras neste final de ano, aqui a grande surpresa é o filme dirigido por Denzel Washington, The Great Debaters, que dificilmente era citado nas listas de melhores do ano. Normalmente, são sempre cinco os indicados, aqui já aparecem sete, número que reflete que não houve um grande favorito nas indicações.

Melhor Filme Comédia/Musical

Across the Universe, já em cartaz nos cinemas;
Charlie Wilson’s War, Jogos do Poder – previsto para estrear em fevereiro;
Hairspray, já exibido nos cinemas, em breve em dvd;
Juno, previsto para estrear em fevereiro;
Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street, previsto para estrar em fevereiro;

Senti falta de um candidato verdadeiramente cômico entre os indicados, como por exemplo, Ligeiramente Grávidos ou Superbad – É Hoje. Acredito que o prêmio deva ficar com Sweeney Todd, nova parceria entre o cineasta Tim Burton e Johnny Depp. Aqui ainda está a decepção do prêmio o mega citado Jogo do Poder, que reúne Tom Hanks, Julia Roberts e Philip Seymour Hoffman, todos indicados mas o filme ficou abaixo da espectativa pelas críticas estrangeiras, somente conferindo para descobrir;

Melhor ator em Drama

George Clooney, Conduta de Risco;
Daniel Day-Lewis, There Will Be Blood;
James Mc Avoy, Desejo & Reparação;
Viggo Mortensen, Senhores do Crime;
Denzel Washington, O Gângster;

Destes atores, uns quatro pelo menos devem estar nas indicações ao Oscar (acrescento Johnny Depp, que está na categoria abaixo). O GG adora oa atores Denzel e George Clooney, este último é meu chute particular para levar o prêmio.

Melhor ator em Comédia/Musical

Johnny Depp, Sweeney Todd;
Ryan Gosling, Lars and the Real Girl;
Tom Hanks, Jogos do Poder;
Philip Seymour Hoffman, The Savages;
John C. Reilly, Walk Hard: The Dewey Cox Story;

Johnny Depp é o nome certo para o prêmio, Philip Seymour Hoffman conseguiu esta indicação e outra como coadjuvante por Jogos do Poder, outro nome a se observar é do jovem Ryan Gosling, que no ano passado concorreu a melhor ator pelo, ainda inédito, Half Nelson.

Melhor atriz em Drama

Cate Blanchett, Elizabeth: The Golden Age;
Julie Christie, Away from Her (Longe Dela, título nacional);
Jodie Foster, The Brave One (Valente, título nacional);
Angelina Jolie, The Mighty Heart (já em cartaz como O Preço da Coragem, crítica aqui);
Keira Knightley, Desejo & Reparação;

Categoria complicada, acredito que Julie Christie, citada em diversas listas, Angelina Jolie e Keira Knightley sejam as favoritas. Jodie Foster é lembrada pelo retorno aos filmes, Valente, foi mal de bilheteria e chega direto em dvd por aqui, momento contigo: nesta semana Jodie, num discurso de agradecimento, assumiu sua homossexualidade, citando sua companheira Cydney, com quem vive desde 1993.

Melhor atriz Comédia/Musical

Amy Adams, Encantada (estréia neste findi nos cinemas);
Nikki Blonsky, Hairspray;
Helena Bonham Carter, Sweeney Todd;
Marion Cotillard, Piaf – Um Hino ao Amor (já em cartaz);
Ellen Page, Juno;

Dentre estas indicadas acredito que quem tenha chance seja Marion Cotillard, como a cantora Edith Piaf, numa interpretação irrepreensível, com certeza, deve estar no Oscar, e Ellen Page (lembram dela em X Men 3 e MeninaMá.com), que está no filme independente do ano, a comédia Juno, do diretor Jason Reitman, o mesmo de Obrigado por Fumar.

Melhor ator coadjuvante

Casey Affleck, Assassinato de Jesse James pelo coverda Robert Ford (em cartaz nos cinemas);
Javier Bardem, Onde os fracos Não Têm Vez;
Philip Seymour Hoffman, Jogos do Poder;
John Travolta, Hairspray;
Tom Wilkinson, Conduta de Risco;

Categoria complicada, tirando John Travolta e Philip Hoffman, acredito que os demais estejam nas mesmas condições de levar o prêmio;

Melhor atriz coadjuvante

Cate Blanchett, I’m Not There (sem título nacional);
Julia Roberts, Jogos do Poder;
Saiorse Ronan, Desejo & Reparação;
Amy Ryan, Gone by Gone (Medo da Verdade);
Tilda Swinton, Conduta de Risco;

Blanchett sai na frente como uma das versões de Bob Dylan, em I’m Not There, esquecido nas demais categorias do GG.

Melhor Diretor

Tim Burton, Sweeney Todd;
Ethan e Joel Coen, Onde os Fracos Não Têm Vez;
Julian Schnabel, Le Scaphandre et le Papillon (O Escafandro e a Borboleta);
Ridley Scott, O Gângster;
Joe Wright, Desejo & Reparação;

Senti a falta de Paul Thomas Anderson, por There Will Be Blood, acredito que Ridley Scott não chegue ao Oscar, mas estou surpreso pela presença de Julian Schnabel pelo filme estrangeiro O Escafandro e a Borboleta, conseguindo indicações em categorias que não só a de filme estrangeiro. O favoritismo é dos irmãos Coen.

Melhor Roteiro

Desejo & Reparação, Christopher Hampton;
Jogos do Poder, Aaron Sorkin;
O Escafandro e a Borboleta, Ronald Harwood;
Juno, Diablo Cody;
Onde os Fracos Não Têm Vez, Joel e Ethan Coen;

Também acredito que os irmãos Coen levam aqui, fico feliz com a indicação do roteirista televisivo Aaron Sorkin, responsável por série como The West Wing e Studio 60th, por Jogos do Poder.

Melhor Filme Estrangeiro

O Caçador de Pipas
O Escafandro e a Borbolete
Lust, Caution
Persepolis
4 Meses, 3 Semana e 2 Dias

Esta categoria pouco significa no Oscar devido a diferentes regras, o filme estrangeiro mais comentado até agora, é o romeno 4 Meses…, filmografia que está conquistando o mudo todo.

Melhor Animação

Bee Movie, nos cinemas;
Ratatouille, já em dvd;
Os Simpsons – O Filme, janeiro em dvd;

Categoria previsível e acredito que Ratatouille leva fácil, gostaria de ver aqui a curiosa animação Tá Dando Onda, que eu particularmente gostei bastante pelo fomrato diferente.

Melhor Trilha Original

O Caçador de Pipas, Alberto Iglesias;
Desejo & Reparação, Dario Marianelli;
Grace is Gone, Clint Eastwood;
Into the Wild (Na Natureza Selvagem), Eddie Vedder, Michael Vedder e Kaki Vedder;
Senhores do Crime, Howard Shore;

Nestas categorias musicais prefiro me recolher a minha ignorância, chama minha atenção a presença do músico Eddie Vedder, que com certeza deve estar no Oscar, e Clint Eastwood, sempre querido pelos votantes do GG.

Melhor Canção Original

Despedida, O Amor nos Tempos de Cólera (Shakira e Antonio Pinto), estréia de 28/12;
Grace Is Gone, de Grace Is Gone (Clint Eastwood e Carole Bayer Sager);
Guaranteed, de Na Natureza Selvagem (Eddie Vedder);
That’s How I Know, de Encantada (Alan Menken);
Walk Hard, de Walk Hard: The Dewey Cox Story (Judd Apatow, Kasdan, John C. Reilly e Marshall Crenshaw)

Assim como dito acima não me pronuncio nestas categorias musicais, prefiro deixar para quem entende mais.

Para vocês terem noção dos favoritos no momentos, além das indicações do GG, nesta última semana saíram os vencedores de alguns prêmios da crítica americana, confiram:

Círculo de Críticos de Cinema de New York

Filme: Onde os Fracos Não Têm Vez;
Direção: Joel e Ethan Coen;
Ator: Daniel Day-Lewis;
Atriz: Julie Christie;

Associação de Críticos de Los Angeles

Filme: There Will Be Blood;
Direção: Paul Thomas Anderson;
Ator: Daniel Day-Lewis;
Atriz: Marion Cotillard;

National Board Review

Filme: Onde os Fracos Não Têm Vez;
Direção: Tim Burton;
Ator:George Clooney;
Atriz: Julie Christie;
Ator Coadjuvante: Casey Affleck;
Atriz Coadjuvante: Amy Ryan;
Direção Estreante:Ben Affleck, Medo da Verdade;
Roteiro Original:Juno e Lars and the Real Girls;
Revelação:Ellen Page;
Melhores Filmes do Ano:
O Assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford, de Andrew Dominik;
The Bucket List, de Rob Reiner;
O Caçador de Pipas, de Marc Foster;
Conduta de Risco, de Tony Gilroy;
Desejo & Reparação, de Joe Wright;
Juno, de Jason Reitman;
Lars and the Real Girl, de Craig Gillespie;
Na Natureza Selvagem, de Sean Penn;
Swenney Todd, de Tim Burton;
O Ultimato Bourne, de Paul Greengrass

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito