Conselhos cinéfilos para 2009

Primeira Fila sexta-feira, 02 de janeiro de 2009

Devido às várias reclamações sobre os preços do cinema, na primeira coluna desse ano (que quase foi debizada), ao invés de fazer retrospectivas deprimentes, darei 11 conselhos, desses que você não vai cumprir como qualquer outro conselho que te deram ou promessa que você tenha feito esse reveillon, seu doente. Depois de uma frase que quase valeu como parágrafo, ei-los:

1- Quer emagrecer? Pegue o dinheiro que você ia torrar em Häagen-Dazs e vá ao cinema. É mais barato e vai te dar mais assunto pra chegar em gordinhas.

2- Outro conselho financeiro: pare de pagar cinema pros outros, inclusive mocinhas que você pega/quer pegar. Regras de cavalheirismo não se aplicam ao sagrado dinheirinho da Sétima Arte. Se sua patroa se recusa a pagar, assista o filme da telona sozinho e com a parte que gastaria com ela, compre um piratão. Com pessoas passando na frente. E com gargalhadas histéricas. Ouvi dizer que tem até 8 por 10 reais. Garanto que na próxima ela vai coçar os bolsos e te acompanhar.

3- Aliás, vá mais ao cinema sozinho. Com excessão de blockbusters (que você VAI querer comentar), comédias pastelão (porque rir sozinho de idiotices não tem tanta graça) e filmes épicos (que você não entende e PRECISA de alguém que não colava em história pra te explicar), todos os outros filmes são melhores quando vistos sem ninguém na sua orelha.

4- Entre cedo nas salas. Metade do espetáculo só acontece se você pegar um lugar razoável, normalmente na última fileira e sempre no centro. Localize-se pelo projetor. Fora que algumas de suas idas ao cinema só valerão a pena pelos trailers, e se você chegar em cima da hora só vai tentar lembrar do motivo de ter saído de casa aquele dia.

5- Repito: VEJA OS TRAILERS. Alguns filmes só estão bons ali naqueles minutinhos.

6- Dispense a manteiga da pipoca. Ela faz… mal. Mesmo.

7- Se quiser MUITO ver um filme teen (leia-se: Crepúsculo), deixe pra vê-lo depois de algumas semanas da estréia. Caso contrário você não vai lembrar de um mísero diálogo do filme, só das vozes das menininhas gritando “gostosuuuuuu” na platéia.

8- Nunca vá ao cinema com crianças. Nem pra assistir filmes de criança. Discordo da Censura Livre, acho que todo filme tinha que ter uma censura mínima de 10 anos. Se você acha que seu filho é a coisinha mais fofa e comportadinha da mamãe, o problema é seu. Isso não garante que ela não resolva dar um piti bem no dia que uma pessoa sossegada e que detesta crianças (sim, eu) estiver na sala.

9- Se você já tiver visto o filme, PELA MÃE DO GUARDA, não narre a história. Existe 95% de chance de que a pessoa do seu lado não tenha visto ainda. E 80% de ela se irritar. E 2,3% de ser a minha pessoa e eu levantar e te dar um peteleco.

10- Filmes chatos existem, ok. Você está com MUITO sono num dia, ok. A sala escurinha é convidativa, OK. Mas se você sabe que ronca, faz um favor? Vê se enfia uma meia nessa sua boca! E tenha bons sonhos.

11- Pesquise as promoções da sua cidade. Serio mesmo, tenho CERTEZA que tem algum cinema de qualidade com preço razoável. Se você não pode ir as matinês (até às 17h), vá na quarta ou na quinta-feira. O preço costuma ser mais baixo em um desses dias. E já que você é um pobre desgraçado, vou indicar aqui por qual filme você deverá quebrar seu cofrinho a cada mês. Mas isso só numa outra semana.

Por sinal, feliz ano novo!

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito