Como apostar nos vencedores do Oscar

Primeira Fila sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Todos sabem (ou deveriam saber) que o Oscar acontece neste domingo á noite, por aqui, a Globo transmite a premiação atrasada após o Big Brother, com direiro a comentários de José Wilker, já quem possui tevê a cabo, tem a opção, em aúdio original, na TNT, do tapete vermelho e de toda premiação com comentário de Rubens Ewald Filho.

A lista com os indicados está aqui.

Ha duas opções para acompanhar a premiação, torcer pelos seus filmes prediletos, nem sempre possível devido aos lançamentos não estarem em cartaz em todos os cinemas ou mesmo nem terem estreado, como no caso dos filmes, Longe Dela e Família Savage; ou tentar adivinhar quem serão os vencedores, tarefa nem sempre fácil mas divertida para fazer com os amigos, quem sabe num bolão!

Não sou adivinha nem bom em chutes, acabo sempre torcendo pelos filmes que mais simpatizo, por isto, vou colocar abaixo minha torcida nas principais categorias. Esqueçam que eu não vou apostar nas categorias de documentário ou curtas.

Melhor Filme

Sinceramente, acho que os filmes indicados neste ano são de uma qualidade ímpar, fazia muito tempo que isto não ocorria, dos que eu pude assistir o melhor foi Desejo e Reparação (os outros, Juno e Conduta de Risco), no entanto, segundo as últimas premiações, que acabam tendo influência nos votos da Academia, a vitória de Onde os Fracos Não Têm Vez parece certa, o prêmio acabaria nas sempre excelentes mãos dos irmãos Coen.
ondeosfracosnao.jpg

Melhor Diretor

Há duas direções, para mim, boas, não sei se necessariamente mereciam indicações, Jason Reitman e Tony Gilroy, mas o favoritismo dos irmãos Coen é inegável (tem minha torcida), inclusive, receberam o prêmio do sindicato dos diretores americanos que, normalmente, retifica o vitorioso da noite no Oscar.
coen.jpg

Melhor Ator

Há duas grandes opções no Oscar de melhor ator, o carisma de George Clooney, considerado uma peça importante pelos seus trabalhos como diretor e produtor de filmes mais adultos com temáticas questionadoras, ou uma interpretação crua e visceral do excelente ator inglês Daniel Day Lewis (minha torcida e favorito), ambos já possuem um Oscar em suas prateleiras, porém a de Clooney é como ator coadjuvante por Syriana.
daniel.jpg

Melhor Atriz

Apesar do favoritismo inicial de Marion Cotillard (minha torcida), por Piaf, a atriz inglesa, Julie Christie (favorita, na foto), de Longe Dela, reúne duas coisas que o Oscar adora premiar, atriz veterana sumida + personagem com doença grave. Correndo por fora, a gracinha Ellen Page, por Juno.
julie.jpg

Melhor Ator Coadjuvante

O excelente ator espanhol Javier Bardem (foto) deve levar com certeza, no entanto, Casey Affleck está ótimo em O Assassinato de Jesse James (mas seu papel na verdade é de protagonista).
javier.jpg

Melhor Atriz Coadjuvante

Aqui qualquer resultado é possível, somente não gostaria que a veterana atriz Ruby Dee, de O Gângster, que levou o prêmio no Sindicato dos Atores, vencesse pois sua participação no filme é pífia. Torcerei pela menina Saoirse Ronan (foto), que rouba a cena em Desejo e Reparação, mas a favorita é Cate Blanchett, pelo ainda inédito, Não Estou Lá, cinebiografia inusitada de Bob Dylan.
saoirse.jpg

Roteiro Adaptado e Original

Normalmente os resultados do sindicato dos roteiristas se repete nestas duas categorias, assim sendo, Onde os Fracos Não Têm Vez (adaptado) e Juno (original) devem levar os prêmios.

Para quem quiser participar de algum bolão ou aposta, estas são minhas demais dicas para o restante das categorias:

Filme Estrangeiro: 12, representante russo, puro chute, não faço a menor idéia desta categoria que deixou de fora, além do filme brasileiro, os favoritos Persépolis, O Orfanato e 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias.

Longa-Metragem Animação: Ratatouille, este não tem pra ninguém.

Fotografia: O Assassinato de Jesse James…, minha torcida pessoal, acho a fotografia fantástica, mas os favoritos ao Oscar de melhor filme também estão concorrendo e podem levar. Coincidentemente, Roger Deakins, fotográfo de Jesse James concorre contra ele mesmo por Onde os Fracos Não Têm Vez.

Montagem: Onde os Fracos Não Têm Vez, normalmente, o filme ganhador da noite leva também este prêmio de montagem, logo… (aposta minha).

Direção de Arte: Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, vou apostar no visual gótico e sombrio da obra de Tim Burton.

Figurino: Desejo e Reparação, como o filme inglês não deve levar os prêmios principais, pode ser que haja algum tipo de compensação, é um chute no escuro.

Maquiagem: Piaf – Um Hino ao Amor, gosto quando este prêmio é entregue a filmes que utilizam esta técnica para enriquece-lo, como no caso de Piaf, e não como instrumento para existência dos mesmos, como nos casos de Norbit e Piratas do Caribe.

Trilha Sonora: Desejo e Reparação, a trilha incorpora sons ambientes, como o datilografar de uma máquina de escrever para iniciar uma sinfonia, belíssima trilha.

Canção: Falling Slowly, do filme Once, melhor disparada para meu gosto, apesar de achar engraçadinha as músicas da fantasia da Disney, Encantada.

Edição de Som: O Ultimato Bourne, puro chute, nunca consigo me acertar com este prêmios técnicos.

Mixagem de Som: Transformers, pelos absurdos efeitos nos sons das engrenagens dos carros/rôbos.

Efeitos Visuais: Transformers, meu favorito pelo realismo das cenas com os rôbos.

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito