Bentinho ou Escobar?

Livros segunda-feira, 08 de novembro de 2010

Não lembro do final do livro. Ponto. Parece que ele mandou o bastardo e a vadia pro exterior e levou uma vida de merda, sei lá. O que eu quero de verdade é a mesma coisa que tu, ele, nós, vós e eles querem: Saber se Ezequiel podia chamar Escobar de papai. Vou converter a história para os dias de hoje, pra ficar mais fácil. Veja bem:

Bentinho era daqueles meninos que, aos seis anos, teria dançado ragatanga; aos 10, pensaria em troca-troca, mas não faria porque o papai do céu acha isso muito feio. Aos 15, faria parte da família Restart e ainda seria virgem. Aos 30, provavelmente estaria morando com a mãe e ouvindo algum membro da falecida Banda Cine, em careira solo.

Capitu era Capitu, isto é, uma criatura mui particular, mais mulher do que eu era homem.
Capítulo XXXI

Capitu é do tipo que seria fã do Capital Inicial desde criança e teria “Natasha” como música favorita. Aos 15, iria pro show de Ana Carolina, acompanhada de amigas mais macho do que a filha da Gretchen, só pra mostrar como ela é independente da opinião alheia. Capituolhosderessaca não usaria pulseirinha do sexo, porque ela jamais precisaria de tal coisa pra conseguir uma transa. Sua escritora preferida seria Tati Bernardi.

Escobar seria… O Escobar. Aquela coisa sem sal. Aquele tipo de pessoa que só faz volume. As únicas músicas conhecidas por Escobar seriam as que tocam nas novelas. “Estréia”, para Escobar, seria sinônimo de Tela Quente. Escobar, aos 30, seria funcionário público e tomaria um chopp toda sexta feira após o expediente. Passaria o fim de semana assistindo De volta pra minha terra e Dança dos Famosos.

O fato é que Capitu e Bentinho se casaram. Bentinho se mordia de ciúmes de Capitu com o amigo Escobar. Só não sei de quem ele tinha ciúmes, exatamente.

Os padres gostavam de mim, os rapazes também, e Escobar mais que os rapazes e os padres.
Capítulo LXV

Escobar ia trabalhar durante a semana, e ficava com Capitu nos fins de semana, enquanto o chifrudo ia passar o domingo na fila da hóstia. Capitu tava lá, toda carente, fugindo do capeta da sogra (Um abraço aê, D. Glória!), com saudades daquelas noites após os shows da Zelia Duncan na Virada Cultural. Tinha um amigo de um lado (Em cima, em baixo, dentro, fora), e um marido colorido do outro (Com complexo de tadinho). Bentinho só vem desconfiar que ela deu pra Escobar enquanto ele rezava o pai-nosso depois que o dito cujo morre? Um cara desse merce ser corno mesmo. Não me surpreende que Ezequiel tivesse mesmo a cara de Escobar. Filho do DJ é que não ia ser, né gente?

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • MENTE SUJA é outra coisa tsc tsc

  • Link

    Desse jeito, o livro se torna mais engraçado do que já é. E para mim, Capitu tem mais cara de ouvir Legião Urbana do que Capital, mas tá valendo, bom texto.

  • @Loney
    Minha mente é mais limpa que roupa pós-Vanish Poder O2

    @Link
    Ótima observação. Mas acredito que Legião Urbana seria muito poético pra Capitu.

busca

confira

quem?

baconfrito