Bejeweled

Games segunda-feira, 25 de abril de 2011

Diferentemente do que geralmente acontece, não foram precisos bilhões de dólares para bancar uma pesquisa dispendiosa e completamente inútil para se chegar ao resultado final. O lance é que jogar Bejeweled é muito pior do que se viciar em crack.

A história por trás do fato

Bejeweled chegou ao mundo como um webgame desenvolvido pela PopCap, empresa fundada em 2000, com o nome de Diamond Mine. Já em 2001, ano de seu lançamento, o game era campeão de acessos no Microsoft Zone, atual MSN Gaming Zone.

Entretando, o nome Diamond Mine era absurdamente similiar a outro jogo já existente, Diamond Mines – pra não dizer que era o mesmo nome no singular. Foi então que o senhor Carlos Microsoft, dono das empresas Microsoft, disse aos donos da Popcap:

– Ei amigos, este jogo é bom demais para ficar enfurnado neste lugar, vocês podem ganhar o mundo e nós ganharemos dinheiro juntos!!! Mudem o nome para Bejeweled para evitarmos ser processados pelo plágio absurdo que vocês cometeram, obrigado e boa noite.

Isso aconteceu, e Bejeweled tomou o mundo: Foi transportado a todas as plataformas existentes, passando de celulares ao Xbox360, sendo vendido separadamente ou junto com o pack de jogos não menos viciantes da própria PopCap.

Bejeweled ainda foi lançado como game do MSN, quando jogar no MSN ainda era um costume aceitável pela sociedade ocidental. Hoje Bejeweled está presente até em relógios do Ben10.

E como não poderia deixar de ser, Bejeweled também está presente no Facebook, a alternativa primeiro mundo do nosso Orkut, a rede social mais favelada e imunda do planeta. E é exatamente este que iremos estudar neste post: Bejeweled Twist, para… Facebook.

Mas antes de chegar ao problema, vamos estudar a causa.

O que é Beringelewed afinal?

Bejeweled funciona de forma simples: Totalmente direcionada ao vício.

O jogo é muito simples:

 “É só traçar as retas e achar as linhas de tendência com desvio padrão e curva de erro, matou.”

Seu objetivo é formar um segmento de reta composto por três pontos, ocupados por peças de formas variadas, que se encontram simetricamente alinhados nos eixos cartesianos x e y. São seis cores do espectro visível à disposição, cada cor com uma forma característica, de forma a facilitar o reconhecimento visual da forma e associá-la à cor. É mais do que o suficiente pra fazer seu cérebro fritar como um louco viciado em ecstasy em uma rave italiana.

A jogabilidade também é simples: Aplicando-se uma força F a um dos corpos presentes no plano (Clicar e arrastar), você movimenta as pedras nos eixos cartesianos x e y de forma a deslocar o corpo A ao ponto B, tornando possível o alinhamento de três ou mais peças de cores e formas idênticas, fazendo-as deixar o plano e permitindo o aparecimento de novas peças.

Se você é daqueles que caiu do bercinho e não entendeu os últimos dois parágrafos, ou pelo menos achou difícil demais pra ler, ou ainda está achando difícil pois não tem figuras, te dou uma mãozinha:

Arrasta uma peça na outra pra juntar três, e elas somem.

Como diria o apresentador da Polishop: E não é só isso! Ao juntar quatro gemas, você cria uma gema especial que explode ao… Explodir, levando para o limbo das gemas todas ao seu redor. Sensacional.

E não é só isso de novo! Ao juntar 3 gemas na horizontal e na vertical, forma-se uma Star Gem, que ao explodir leva junto todas as gemas da coluna que está. Mais do que sensacional.

E não é só isso, mais uma vez! Ao juntar 5 gemas, o máximo que o jogo permite, você cria o Hypercube: Uma peça mística e transcendental que leva TODAS as gemas da mesma cor que você selecionar.

 Hypercube, power gem e star gem no mesmo puzzle. Sou foda.

E… não é só isso! O jogo ainda permite que você ganhe moedas, que podem ser trocadas por gemas especiais antes de começar a partida. São cinco, no total:


Mystery Gem: Coloca uma gema especial aleatória já no começo do jogo.


 Detonator: Explode todas as gemas especiais, usável apenas uma vez.


 Scrambler: Bagunça a porra toda.


 +5 Seconds: Cura o câncer, porra. O que tu acha que isso faz?


 Bonus Multiplier: Coloca uma gema que multiplica o score já no começo do jogo.


O mais legal é que o jogo dá a opção de você COMPRAR mais moedas usando dinheiro real, aos moldes de Colheita Feliz e outras tranqueiras do tipo. Não acho errado cobrar por uma vantagem num jogo oferecido de graça, afinal de contas assim as donas-de-casa entediadas podem sustentar o vício e depois publicar vídeos demonstrando sua insatisfação com um jogo.

O jogo oferece as mesmas condições a cada novo puzzle, mudando apenas a posição inicial das gemas e se você usa os upgrades ou não. Depende apenas de você achar as combinações e realizar os movimentos certos para maximizar seus pontos. Todos os rounds podem levar a high scores, e só depende de sua atenção.

Cada round demora 1 minuto (Sem usar o upgrade de tempo) e parece bem pouco. Você deve pensar “não é possível alguém perder tanto tempo jogando rounds de 1 minuto”. Não se você jogar dois, três, quatro rounds. Se você perder sua mente em Bejeweled, jogará por 40 anos e não verá o tempo passar, seus filhos crescerem, terem suas famílias e te deixarem jogando sozinho para sempre.

Cada round jogado é uma nova chance de ultrapassar seu high score, acompanhado pelo sentimento de “agora vai” que, segundo pesquisas, 97% da população jogadora sente depois de um round.

E é onde as trevas começam a tomar conta.

Mas amigo Raphs, como posso ficar viciado em BEjkrejglklwled?

Bejeweled é absurdamente divertido e viciante.

O problema de Bejeweled é que o jogo é progressivamente viciante. Você joga uma vez, gosta. Você joga uma segunda, gosta ainda mais, e aos poucos você não se dá conta de que está caindo em uma estrada sem volta rumo ao total exílio: Atividades físicas são completamente esquecidas, envolvimento social passa a ser nulo e o único objetivo na vida se torna ultrapassar os high scores.

Ao fim do primeiro jogo, seu cérebro automaticamente programa os movimentos para começar o segundo, o terceiro, o quarto, o quinto. Isso acontece até o ponto que você sabe que precisa parar – mas não consegue.

As pesquisas indicam um aumento de 40 milhões de vezes na quantidade de vezes que “Só mais uma” é dita anualmente no mundo, só em 2010. Hoje em dia, ela só perde para “eu te amo”, “mamãe” e “Saudades de algo que não vivi ou evitava viver”.

Os high scores só pioram o caso. O Facebook permite que você compartilhe seu score com todos os seus amigos. E isso é nada menos que comparar o seu e-penis com outras pessoas. Ao ver aquele arroz da sua namorada fazer um score maior que o seu, você instintivamente tenta se defender: Abre o jogo e começa a quebrar tudo com fogo nos olhos. Ele pode ser mais bonito, mais simpático, mais rico e mais fodão que você, mas JAMAIS ser melhor que você em Bejeweled. Afinal é por isso que ela te ama.

 Viciados jogando Bejeweled nas ruas, abandonados pelas famílias.

Você começa a enxergar pedras coloridas onde elas não estão, começa a pensar que, ao enfileirar três objetos idênticos, eles explodirão e tudo mais.

Casos extremos de vício em Bejeweled relatam que um rapaz de 33 anos dirigia pelo trânsito de São Paulo e, ao se deparar com dois carros de cor idêntica ao seu, se desesperou o suficiente para arremessar seu bólido no rio Pinheiros, com medo de ser transportado ao limbo caso alinhasse seu carro com os outros dois.

Ao conhecerem Bejeweled, mãe de família abandonam seus filhos chorando, mortos de fome, para quebrar pedras coloridas. Infelizmente, digo isso com conhecimento de causa. Minha mãe se encontra viciada nesta merda de jogo.

Eu simplesmente não posso levantar da cadeira pra ir ao banheiro. E mesmo sendo rápido no banheiro, devido ao imenso torque peniano que tenho, ela acha uma forma de ocupar minha cadeira e abrir o jogo o mais rápido possível. E, pra piorar, o melhor jogador de Bejeweled DO PLANETA é minha namorada, Pâmela.

E não posso negar: Eu mesmo, ao pegar as screens para o jogo, parei diversas vezes para jogar várias e várias partidas. Exemplo disso é que comecei a escrever o texto três dias atrás. Jogo do demônio, pena ser tão divertido.

Quando o Pizurk me pediu para resenhar um jogo, escolhi Bejeweled na sacanagem, pois não sabia que iria me envolver tanto. Ele praticamente me pediu para resenhar uma pedra de crack.

Raphs era um funcionário público que, não tendo mais o que fazer, deu um jeito de desbloquear o Bejeweled no serviço. Hoje em dia, ele está desempregado, e seu único passatempo (Fora o Bejeweled) é atualizar o Odeio e Justifico, blog de sua propriedade, com a mesma frequência com que tem relações sexuais.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Nunca conheci ninguem que tenha realmento jogada 15 minutinhos… o jogo é tão viciante que tem gente que passa mais tempo jogando bejeweled em wow que o proprio World of warcraft…(para que entendam essa sentença: Tem bejeweled integrado no WOW)

busca

confira

quem?

baconfrito