Avatar – Por que caralhos vocês queriam que o filme fosse chato?

Cinema segunda-feira, 22 de março de 2010

Eu sempre gosto de falar sobre um assunto quando todo mundo já está cansado dele. Isso só mostra o quanto eu estou cagando pra vocês. Mas isso não vem ao caso, lógico.

Não farei uma resenha de Avatar, já fizeram isso por aqui. Eu só queria entender por que CARALHOS vocês, cults ou críticos de merda, queriam que Avatar fosse um filme chato. POR QUÊ?!

 PORRA, cê não era azul, mano?

O que mais se ouve sobre Avatar não é “KRK GOSEI COS EFEITO ESPECIAUS MANO”. É “Não tem roteito. Se não fosse os efeitos especiais, o filme seria uma merda!”. Sabe o que é merda? Merda é exatamente essa frase. Tudo que você digere vira merda, manja? Esses caras levam merda ao pé da letra: Assistem a um filme, sentam e a coisa começa a feder – e o PIOR, eles querem que TODO MUNDO sinta o cheiro. Aí você pensa: “Eu pego um metrô lotado duas vezes POR DIA, volto pra casa cheirando a sovaco temperado E tenho hemorróidas, por que RAIOS eu ainda tenho que ouvir esses otários falando uma merda dessas? Sério, cara aí de cima, o que eu passo naturalmente no dia-a-dia já não basta? Você tinha MESMO que inventar os críticos de cinema?”

Vamos falar de música. Sabe por que rótulos são tão comentados? Porque eles separam as bandas por categorias, te dão a chance de falar “eu gosto de axé e não gosto de tecno-brega, então vou ouvir só axé”. Porém, é esperar demais que um ser humano tenha bom senso, então além de gostar e ouvir só axé, ele ainda vai querer ficar falando mal de tecno-brega, mesmo sabendo que ninguém se importa e que ele não sabe o que está falando porque nunca ouviu tecno-brega pra poder ter uma opinião sensata sobre o assunto. O que eu quero dizer com este parágrafo? PORRA NENHUMA, você leu porque ainda não sabe que merda vai falar nos comentários e está esperando que EU fale alguma merda pra você despertar a GAZELA que existe dentro de você.

Ninguém gosta só de filmes de ação, aventura, comédia ou documentários. Quem gosta de filmes, não liga para gêneros, assiste qualquer coisa que conte com uma sinopse interessante, um diretor fodão, um ator que chuta bundas ou com elogios de pessoas chatas que “entendem de cinema”. Não há uma guerra de rótulos, não há uma brecha onde alguém possa ser estúpido pra discutir. Mas aí inventaram os prêmios. E o pior: Inventaram os blockbusters, “filmes para a massa” segundo os intelectuais do cinema, aqueles caras que nas férias do meio do ano, época dos blockbusters, escondem-se debaixo da cama abraçados a fitas VHS de filmes que “NINGUÉM ENTENDE”, segundo a massa.

 HEIN

Eu vou contar uma coisa pra vocês – coisa essa que não é segredo, até recomendo que vocês espalhem pra todo mundo: Cinema é entretenimento. Blockbusters vieram pra divertir quem fica entediado com filmes cheios de diálogo, sem ação e com muita melação de cueca. Blockbusters não foram feitos pra quem comenta o Oscar, por exemplo. Sério, algum filme bom já ganhou o Oscar? Na minha opinião, poucos – e esses filmes ganharam aqueles prêmios figurantes, que só existem pra, sei lá, os filmes bons ganharem alguma coisa. Mas, afinal, o que é um filme bom? Pra você eu não sei, mas pra mim é algo que diverte, algo que entretém, algo que renda um assunto bacana numa mesa de bar. Se eu vejo que o filme não vai ser assim, eu nem assisto. Se eu não tenho escolha, tudo que eu tenho a dizer no final é “não era o meu tipo de filme” (A não ser que eu queira encher o saco de alguém). Se era o meu tipo de filme mesmo sendo uma merda, aí sim é hora de enfiar um arame farpado no cu de quem fez aquela porra. E se o filme não é dos meus e ainda assim eu gostei dele, beleza, não vou ficar com a impressão de que eu perdi duas horas que não vão voltar mais. Basicamente isso.

Eu gosto de blockbusters, tento assistir à maioria deles porque são filmes que me agradam. Então, quando eu digo que Avatar é do caralho, eu tenho bagos pra tanto. Quando o cara de uma rádio AM dá nota 2 pra Avatar, o tempo que ele perdeu assistindo ao filme ele poderia ter gasto com um documentário francês sobre a bomba de Hiroshima ou perguntando ao seu sobrinho de 5 anos o que ele achou de Avatar. Sério, a opinião de um moleque desdentado e catarrento sobre Avatar é mais relevante que a de um cara que chama filme de “película”.

 Alguém assistia a Power Rangers porque A HISTÓRIA ERA LEGAL?

IMPORTANTE: Enfiem o roteiro no cu. Avatar é bom justamente porque “não tem história”, só tem efeitos especiais, porrada, explosões, alienígenas e todas essas baboseiras que limpam a bunda com historinhas tocantes e complexas. É como Matrix Reloaded e Matrix Revolutions: Toda a filosofia e história da bagaça foi contada em Matrix, POR QUE DIABOS cês queriam que tivesse MAIS história nos dois filmes a seguir se era ÓBVIO que o que estava por vir era uma GUERRA? Puta que pariu, aposto que vocês gostam de Beatles. E o bacana é que quando nós, da “massa”, reclamamos de um filme chato como o 2001 – Uma Odisséia no Espaço por não acontecer simplesmente NADA nele, cês vem cheios de argumentos sobre… roteiro. Ou não, no caso desse filme, já que a única história que eu vejo nele pode ser resumida em uma palavra gringa: BORING.

Qual a primeira coisa que veio em vossa mente após ler o que eu disse acima? “AFF” ou “Você não sabe do que está falando”? Viram como é legal falar de um filme que não foi feito pra você? E não trata-se apenas de opinião, caro coleguinha, trata-se de público, de andar com a sua própria turma. Cês entram no meio da missa da igreja dos outros pra falar besteira? Se sim, ok, isso é legal. Agora, voltando ao assunto, se quiserem eu falo dos filmes do Monty Phyton também. Aquele filme do Cálice Sagrado era pra ser engraçado? O humor inglês era pra ser engraçado? Algo na Inglaterra era pra ser bom?

Agora dá licença que eu vou assistir a um filme do UWE BOLL enquanto uso um DVD do Almodóvar como cunha pra porta não bater por causa do vento. E se você não gostou desse texto, seja bem vindo! NINGUÉM gosta dos meus textos. Afinal, eu não gosto de vocês.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • D

    Não tenho saco para filmes “cult” (principalmente porque a maioria fala de frouxos, incapazes de resolver-se com seus traumas pessoais), gosto de um monte de Blockbusters e achei muito legais as continuações de Matrix.

    Mas nem por isso gostei de Avatar. O filme não é uma merda só porque não tem roteiro, o filme é uma merda porque nos lembra Sessão da Tarde, e brinca de um faz-de-conta que só criança aguenta, e olhe-se lá. O filme é burro, e quer fazer com que nós engulamos burrice ao mais clássico estilo americano : Soque catchup e espere que os outros não vejam que a carne tem gosto horrível.

    O único problema é que dessa vez eles substituíram a carne por um grão de soja geneticamente modificado para ficar do tamanho de um hamburguer.

  • “Pra você eu não sei, mas pra mim é algo que diverte, algo que entretém, algo que renda um assunto bacana numa mesa de bar.”
    Aí que tá: AVATAR não me entreteu. Avatar me irritou. E muito. É longo, chato e previsível demais. Poxa, James Cameron nos trouxe Exterminador do Futuro 1 e 2. PORRA! Isso sim é que são filmes, cara! Quem mais conseguiu fazer marmanjos lacrimejarem com um robô com o dedão pra cima, se afundando em lava? True Lies? UMA MERDA, mas aquilo sim entretem, cara! Agora me dizer que Avatar é bom pq entretem? Tenho lá minhas dúvidas e NÃO, não concordo. O que vc disse sobre roteiro e tal, faz muito sentido e vou ter que concordar contigo. Eu sou um dos que mais defende isso de que se as pessoas em Matrix voam é pq em Matrix elas TEM que voar, a coisa não é uma viagem. Senta na cadeira e te diverte! Mas qdo um filme longo, baseado praticamente em diálogos, como O Poderoso Chefão, te prende na cadeira e ao final te dá a sensação que vc aguentava mais umas 2 horas de projeção, aí sim o filme é bom. Mas qdo um filme tem que ser em 3D e IMAX pra funcionar, pra entreter, tem alguma coisa errada. Avatar poderia ter acabado com 1:30 de filme tranquilamente. Quem sabe aí eu teria ânimo e vontade de voltar ao cinema e assitir um outro. E olhe lá, já que a mitologia criada, o tema proposto, não me cativou nem um pouco. Enfim, poderíamos ficar o resto do ano aqui, eu defendo o pq ODIEI Avatar e vc pq AMOU. Mas essa é a beleza do cinema, nénão?

  • Cara… 2001 – Uma Odisseia No Espaço e Laranja Mecânica foram os piores filmes que vi na minha vida! E são os top de linha para os pseudo-intelectuais que vivem por aí. Para mim, não passam de lixo. Prefiro o pior desenho da disney àqueles filmes toscos!

    E eu quase apanhei de um pessoal quando disse que não havia gostado deles. oO’ Povo ignorante…

  • Arthur Souza

    Bom, apesar de eu não gostar de blockbusters eu não posso deixar de concordar com uma coisa: não gostou? não acha que vai ser legal? não assiste porra. Cada um se diverte com o que gosta.
    Com licença que eu vou assitir um filme intelectualóide aqui.

  • Arthur Souza

    ahh, uma pena q eu nao consegui me inscrever pra escrever nesse nesse site. Uma pena pra vocês..kkkkk
    zuera

  • théo

    @D
    Mas filmes brainless são do caralho. E Avatar é tipo um Wall-E (obviamente não se compara), tenta passar uma imagem no background, então acaba sendo meio cansativo. Mas eu curti porque sou do mato. E azul.

    @Minduim
    Mas a sinopse deixou uma placa ENORME nos pôsteres e trailers de Avatar: “ÓBVIO PRA CARALHO! Mas é bonitão, ó!”. Cê perdeu tempo porque quis, ué. Reconheço que cê foi dar uma chance, mas acontece – eu mesmo vivo dando uma chance para os filmes do Nicolas Cage. E outra, cê tá dando uma opinião sensata, minha voadora é no peito daqueles que tão caçando sereia dentro de ostras.

    @Prisco
    Podecrê, Laranja Mecânica é uma torcida no saco, puta que pariu.

    @Arthur Souza
    Q

  • @théo
    É… sensata naquelas… Tô me segurando aqui, vendo vcs falarem de Laranja Mecânica. 2001 sim, é uma merda foda. Mas, pô, não falem mal Laranja Mecânica…

  • DColombo

    Ai eh que ta…tem gnt que se diverte assistindo filme com historia e roteiro original

    mas tudo isso eh GOSTO…e GOSTO eh que nem BUNDA, cada um tem o seu =PP

  • André

    @DColombo
    Só porque você gosta dessas merdas daí não quer dizer que você não pode gostar de filmes “brainless”.

  • Arthur Souza

    eu quis dizer que críticas são um saco, se eu não gosto de uma coisa, eu simplesmente não fico falando mal sobre essa coisa, deixo pra lá, e acho que todos deviam fazer isso. Tornaria nosso mundo melhor. Menos chato…
    Ah, e concordo ainda com o ponto que cinema é intreterimento, intão seja blockbuster ou conceitual, o importante é alguem se divertir com isso.
    Acho que isso foi meio gay, mas ta bom…

  • Até desanimo de comentar… pq senão.. RENDE

  • théo

    @yuri
    Que bom que você comentou que não vai comentar, cara, nunca vi tanta relevância desde a última vez que eu limpei a bunda após processar comida mexicana.

  • Também fiquei com essa sensação de que a galera “cult” queria que Avatar se fudesse.
    Realmente fora os aspectos técnicos, não é grande coisa. Mas, no geral, é um bom filme!
    Acho que a galera se revolta pelo alto custo investido. Argumentam que filmes com orçamentos muito mais baixos são bem melhores. Em muitos casos é verdade, mas não têm o show de efeitos especiais e não tem tecnologia 3D como Avatar…

  • D

    @Theo : Se ainda fosse só brainless ia, mas ele ainda tenta fazer crítica ! Tenta criticar o exército, tenta criticar as corporações, tenta criticar a exploração de recursos naturais, tenta criticar o capitalismo e ainda enaltece uma cultura de primitivismo que não leva em conta o que é o primitivismo de verdade, mas uma idéia neo-arcadista muito tosca do que ele realmente é.

    Isso não é só brainless. Isso é o cúmulo da falta de senso crítico e da repetição de conceitos mal-entendidos. Isso é o cúmulo de uma filosofia tosca, mal-refletida e fanática, que beira a própria religião.

    Putz…. Rambo IV é mais inteligente que aquilo, e olhe que é Rambo.

  • @Théo

    Vc é tão mal vei…. tenho medo de vc até pela internet!

  • @yuri
    Sérião, cê tá parecendo a Kauany, até. Daqui a pouco vai falar que a gente tá devendo pro adsense.
    E o pior é que quem falou isso foi a própria Kauany!

  • théo

    @D
    Não inteligente = Brainless
    Não é óbvio?

    @yuri
    Eu tenho medo de quem lê textos nadavê e acha que todo mundo vai se importar ao ver que você comenta que não vai comentar. Cê errou o endereço do twitter, cara.

    Na próxima, tenta adicionar algo. Caso não, use o banheiro.

    Pronto, atenção devidamente dada, meus parabéns.

  • @Pizurk
    Não endenti nada que vc falou mano!

    @Theo
    Filhão…meu comentário… Lê de novo. Até desanimo de comentar, pq senão RENDE.

    Apesar de não ter gostado do que você escreveu (Foda-se pra vc e foda-se pra mim) eu não comentei aqui pq esse assunto da pano pra manga, e eu tenho mais o que fazer do que ficar discutindo pela internet.

    Nós dois estamos pouco se fudendo se seu texto é uma merda ou não, certo?

  • Ricardo

    Esse lance de filmes é complicado… tem gente que me vê como se eu fosse um bicho azul do Avatar plantando bananeira no amrco zero de SP (putz, viajei) quando falo que Bicho de Sete Cabeças é o melhor filme que já vi e que Closer tá looooooooooooonge de ser a obra prima que muita gente insiste (na real, eu achei um porre aquele filme).

  • Ricardo

    *marco zero

  • Gabriel

    @DColombo
    *É que nem braço, tem gente que não tem.

  • Paulo Henrique

    Théo traiu o movimento.

  • Bruno

    2001 – Uma Odisséia no Espaço chato?! vai dormir moleque!

    Avatar sera esquecido em 3 anos.. mas 2001 nunca será…

    Avatar é fail no desenho por ter traços podres e o filme é um melo drama de hollywood!

  • Clayton Slayer

    “Gosto se discute sim. Gosto não se condena.” Já dizia o cara dos Ecos Falsos, inspirado. Não me incomoda ler se fulano gosta de algo que detesto, ou o inverso. Foda-se. Mas eu acho um saco ser julgado pelos meus gostos. Eu não torci para que Avatar fosse uma merda, pelo contrário. Mas Achei uma merda assim mesmo, nem por isso me coloco entre pseudo-intelectuais e MUITO menos entre os de verdade. Sou um ogro. E achei que Avatar só serve para as viúvas de Titanic, não das de Terminator.

  • Mas… mas… Avatar tem história! E das boas!
    Quer dizer, não é revolucionário, mas é realmente divertido.
    O filme é fiel ao desenho (até demais) e a única coisa que eu tive a reclamar é que 2 horas é muito pouco tempo para passar toda a aventura, o que resultou em um roteiro corrido. Sério, foram 2 horas de filme realmente “curtas”.

    Excelente post, mas o que voc? quis dizer com “Eu só queria entender por que CARALHOS vocês, cults ou críticos de merda, queriam que Avatar fosse um filme chato.”?

  • Hmm, desculpe, acho que confundi os “Avatares”.
    Agora meu comentário já fui.

  • Esse é o leitor padrão do bacon: Não sabe ler, mas comenta mesmo assim.

busca

confira

quem?

baconfrito