As novidades literárias de 2011

Analfabetismo Funcional terça-feira, 21 de dezembro de 2010

O mundo da literatura não é – nem de perto – badalado como o do cinema, por exemplo. Mesmo assim, ainda se cria alguma expectativa para lançamentos de livros que “prometem abalar”. Pois bem, quando se cria essa expectativa normalmente se dá ao redor de três tipos de lançamentos:

1. Novos livros de escritores consagrados. Um bom recente exemplo disso foi a espera pelo lançamento de Caim, do falecido Saramago;
2. Livros cuja temática esteja na moda. Atualmente seriam histórias sobre vampiros, anjos e afins;
3. Livros que continuam séries que também estejam na moda. Como ocorreu com as continuações de Harry Potter, Percy Jackson, Crepúsculo etc.

Por enquanto, não se espera muita coisa para 2011. A tendência é que as grandes novidades apareçam no decorrer do ano. Contudo, já há algumas boas (outras não tão boas) promessas para o ano vindouro, e o blog da Livraria Cultura noticia algumas novidades, das quais destaco:

– Biografia do comedor de orelhas ex-boxeador Mike Tyson, escrita pelo ghost writer Larry Sloman;
– Adaptação de diversas obras de Shakespeare em mangá, com ilutraçoes de Kate Brown;
– Versão HQ de A Divina Comédia (Dante Alighieri), ilustrada por Piero Bagnariol;
– Reedição do gigantesco Guerra e Paz, em “comemoração” ao centenário de morte de Tolstói, com direito a nova tradução, direta do russo;
– O primeiro livro infantil de Paulo Coelho;
O Herói Perdido, primeiro livro da nova série Heróis do Olimpo, de Rick Riordan, também autor da série Percy Jackson e os Olimpianos;
– O inacabado Alabardas, Alabardas, Espingardas, Espingardas, de José Saramago;

Vamos ver o que mais 2011 nos reservará. Enquanto isso, vou tentando (e só tentando) zerar minha lista de leitura de 2010! Hasta la vista!

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Desses, interessam-me apenas as edições de Tolstói e do meu queridíssimo Saramago. Caim, aliás, tá me esperando, quietinho na minha estante.

busca

confira

quem?

baconfrito