As boas séries de 2014

Televisão quarta-feira, 07 de Janeiro de 2015

Mermão, chegamos na época das midi-chlorians mid-season finales, e faz tempo que eu não fico tão ansioso para o retorno das séries que eu assisto. 2014 me surpreendeu com algumas boas séries, me arrastando de volta pra esse buraco que é a vida de fãs de seriados. The Flash, Gotham, Constantine, Z Nation e Forever estão acima da média das séries mais ou menos que vem sendo lançadas por aí. E Agentes da S.H.I.E.L.D. pode entrar tranquilamente nesta lista, já que a 2° temporada está sendo completamente diferente da primeira, além de estar muito mais conectada com os filmes que estão por vir, uma vez que, ao que tudo indica, a S.H.I.E.L.D. e a HIDRA encontraram Attilan. Que nada mais é do que a cidade dos Inumanos. Mas vamos por partes.

Pra começar, vamos falar de Flash, que mesmo tendo os dramas adolescentes clássicos que a CW tanto ama, é uma puta duma série foda. E sabem por que ela é foda? Pelo simples fato de viagens no tempo. O Flash é um herói muito subaproveitado, o cara é só o homem mais rápido do mundo e fica se fodendo pra deter meia dúzia de vilões ridículos. OK, eu sei que o Flash é o herói com a melhor galeria de vilões da DC, o problema é que, assim como o Flash, eles também são muito subaproveitados. Supervelocidade envolve viagem no tempo, viagem no tempo envolve realidades alternativas e realidades alternativas envolvem histórias fodas. Até então a série tem aproveitado o herói como tem que ser, com um “monstro da semana” e uma trama de fundo que envolve viagem no tempo e tudo mais. Sem falar no Grodd, que vem sendo prometido desde o primeiro episódio e todos sabemos que a única coisa mais foda que viagens no tempo é um macaco falante mega gênio do crime.

Continuando no universo DC, temos Gotham, que é definitivamente a melhor série policial dos últimos tempos. “Ué, Jô. Não é você que odeia o Batman e tudo que o envolva?”. Não, não sou eu não. Gotham City é foda, os vilões do Batman são fodas e o Batman também é foda pra caralho. Sabe o que não é foda? Um humano vestido de morcego ao lado de um monte de SUPER heróis mega poderosos passando vergonha ao meio dia de um domingo em Metrópolis. Ah, e a Bat-família também é muito escrota! Aliás, qualquer super família é muito escrota. Tirando o Quarteto Fantástico, é claro. E pra finalizar a lista de séries da DC que foram fodas em 2014, CHUPA ARROW temos Constantine. E esta é uma série um tanto quanto problemática. Primeiro porque aparentemente o personagem não poderia fumar e segundo porque os grandes fãs de Hellblazer insistiam em dizer que a série estava muito Supernatural. É claro que devido a esse monte de mimimi infundado, a galera resolveu cortar a temporada pela metade, o que na minha opinião não foi ruim, e ainda a deixou no limbo, sem dar certeza se ela seria cancelada ou não.

O problema é que as pessoas que leram as notícias de que Constantine não poderia fumar na série por ser de uma emissora aberta e coisa e tal, sequer deram uma olhada no primeiro episódio, onde os produtores mostraram que não fumar não quer dizer realmente que o personagem não é fumante. Temos cenas de Constantine apagando um cigarro, de Constantine acendendo um cigarro e de Constantine brincando com seu isqueiro. Pois é, fumar, tecnicamente, consiste em tragar um cigarro, o que não acontece e jamais acontecerá na série. Mas já está mais do que explícito que Constantine é fumante e que o grande arco Hábitos Perigosos estava vindo por aí. Sem falar que a base do cara é a Casa dos Mistérios. Pelo amor de Deus, cês não querem ver mais disso? Tem Zatanna e Monstro do Pântano vindo por aí, parem de chororô e entendam que esse é o Constantine que temos, se não for esse, não será nenhum.

Outras duas grandes séries do anos de 2014 são Z Nation e Forever. A primeira é um grande fan fiction de The Walking Dead escrita genialmente por alguém com uma super imaginação para o absurdo e a segunda é um Sherlock Holmes sobrenatural, uma vez que Henry Morgan, o eterno Senhor Fantástico de Quarteto Fantástico 1 e 2, é imortal e atualmente trabalha como legista ajudando a polícia a resolver casos bizarros por aí. Na verdade ele nem é imortal mesmo, já que ele pode ser morto. O problema é que ele sempre renasce pelado no mar. É, ok. Não parece grandes coisas, mas aí ele começa a ser perseguido por outro cara que também é imortal e interpretado pelo nada menos que FODA, Burn Gorman. Mas tudo bem, já que a grande surpresa de 2014 foi mesmo a 2° temporada de Agentes da S.H.I.E.L.D.

Todos sabemos o quanto foi difícil aguentar a primeira parte da primeira temporada e quanto valeu a pena ter passado por tudo aquilo até chegarmos a segunda metade da primeira temporada, que nos deixou com expectativas altíssimas para a segunda temporada. E nós simplesmente não fomos decepcionados. Acho que é a primeira vez em muito tempo que eu crio muitas expectativas e uma série não me decepciona. A equipe de Coulson apenas aumentou, com a entrada de Harpia, Lance Hunter e Mack, todos personagens de HQs, que apenas fortificaram o grupo e a série. Lance é certamente o substituto de Gavião Arqueiro na equipe, já que ele é o ex-marido de Harpia. E Mack é o cara que futuramente virá a se tornar o Poderoso, membro da Academia Vingadores, que deve ser fundada ao final de Vingadores 2 – A Era de Ultron. A revelação da identidade de Skye e seu pai também foram pontos altos dessa primeira parte da 2° temporada. Ela, como muitos suspeitavam, é realmente Daisy Johnson, a Tremor e seu pai é ninguém menos que Mr. Hyde, vilão e ex-membro dos Thunderbolts, que aliás, seria uma ótima forma de bater de frente com o Esquadrão Suícida, que a DC quer fazer nas telinhas também. E se tudo isso já não bastasse, ainda estamos tendo o primeiro contato com os Inumanos!

2014 foi mesmo um ano foda pra essas séries. Uma pena que duas delas estejam sob ameaça de cancelamento e todas as outras tenham haters o suficiente para virem a ser colocadas sob as asas do cancelamento também. É uma pena ainda maior que já estejamos em 2015 e as pessoas ainda não tenham entendido o que significa adaptação. Mas parece que enquanto houver The Walking Dead e Game of Thrones todo o resto será apenas LIXO para os grandes entendedores de séries que sequer sabem como funciona uma temporada e tendem a chamar os episódio de “Ow, dahora esse filme, quando sai o 2?”.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • ~GoodWood

    Dessas que tu falou, só estou assistindo a Constantine.
    Agentes da S.H.I.E.L.D. eu dropei no 11 ep da first season ‘-‘

    E acho que só vou assistir The Flash e Gotham depois de terminar de assistir a
    first season de Arrow ;P

    Sobre adaptações, acho que são válidas quando bem feitas. Algumas são simplesmente risíveis. Ex: adaptar um personagem extremamente violento para um público bem jovem (10-12 anos) usando aquele sistema de censura yankee.

  • Ullyfreitas

    Flash foi indeed uma surpresa boa. Ainda mais pra galera que acompanha Arrow junto. Eu achei que fosse ser mais uma “série café com leite” (tipo… Sleepy Hollow?) mas sla, so far so good. Repito que o paralelismo com Arrow é sensacional <3
    Gotham, cara! E você falando bem do Batman <3 (me summonou aqui)
    Dá cá um abraço, Jô!
    Esses dias eu tava lendo uma matéria sobre a ~skyline~ de Gotham. Tu tá ligado que é tipo um mix de prédios de várias cidades famosas? A base é meio que New York mas tem construções de Londres, Paris, Barcelona… Genial!
    Eu achei Forever muito Sherlock alike mas meio que num nível abaixo… Mas daí veio essa história de fundo do Adam e CARALHO!
    (btw voltou ontem, cê viu, né? <3)
    Agora question time: tirando esse lance da adaptação e dos haters mimimi, Constantine é assistível mesmo?

  • Ullyfreitas

    Se você quiser acompanhar as duas “cronologicamente” o certo seria cê começar Flash junto com a terceira temporada de Arrow

  • ~GoodWoord

    Terminei a first season de Arrow e acabei assistindo 1 ep de Flash ontem :P

    Vlw pela dica :D

  • Jo

    Cê sabe que Gotham não se passa no mesmo universo de Flash e Arrow, né?

  • Jo

    Cara, se você gostar e tiver o mínimo de conhecimento do lado místico da DC, mesmo que NOVOS 52, não tem como não gostar. Talvez tenha sido lenta d+ nos 2 primeiros episódios, mas depois só melhora.

  • João Silva neto

    Flash é ridículo. Desconsiderou todo seu texto falar que presta. Hoje em dia todo mundo sabe um mínimo de física para nao acreditar no lixo que eles fazem. Sem falar os efeitos tristes. Flash é uma booooosta! Junto de Constantine, outra merda. Gotham é show.

  • Jo

    É por isso que Flash é uma série de ficção e não uma aula de física!

busca

confira

quem?

baconfrito