A Verdade sobre Edward Cullen S. A.

Livros sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Depois de anunciar a minha volta ao campo da maledicência literária, senti me profundamente tentada a revelar a todos essa teoria da conspiração. Por isso prestem atenção, se eu não voltar quer dizer que eles me pegaram, mas com toda certeza levarei alguns deles comigo. Mas eu tenho que dizer, abrir os olhos dessas moças inocentes e crédulas, vitimas desses seres maléficos e não tão bonzinhos. Tenho que revelar a teoria final sobre Crepúsculo e seus vulgos “vampiros”. Essa verdade escondida pela mente insana e maquiavélica de uma autora chamada Sthephenie CrossFox Meyer.

A verdade é que…

Edward Cullen é um INCUBUS!

Ou então uma mistura de mitos incluindo entre eles o dos Incubus. Ou nenhuma das alternativas. Ou eu só quero chamar atenção sendo chata, ou quero ser xingada até a minha 15ª geração.

Incubus são demônios masculinos que copulam com as mulheres durante o sono. Esses demônios alimentariam-se então dos fluidos corporais derivados do sexo, para tanto, tomam para si uma forma sedutora estimulando assim a sexualidade da vitima. O mais curioso das lendas sobre incubus é que são considerados como um subtipo de vampirismo, entendendo-o como um termo abrangente relacionado ao ato e forma de retirar energia ou sangue de outra pessoa de forma involuntária ou não.

Mas o que isso tem a ver com sugadores de sangue brilhantes? Algumas coisas. Acompanhem a minha mente transtornada nessa louca e devassa teoria.

Tomemos para isso alguns elementos da história, como por exemplo o fato de vampiros normais não suportarem o sol mas os incubus sim. Não sei se brilham, mas ao menos não torram em contato com a luz UV, assim como os crepusculares. Se alguém quiser me explicar (E convencer) do porque Edward brilha ao invés de torrar, a caixa de comentários está aí para isso.

Outro ponto interessante é que os vampiros de Crepúsculo despertam a libido das garotas (Seja as tontas que estão presentes na história ou as leitoras tontas que vivem num mundo de fantasia). Vampiros sugadores de sangue possuem uma sedução inata, mas veja! Os incubus também. Ponto para mim! Sendo uma história narrada em primeira pessoa (Ou seja, por uma fonte não confiável de dados, já que apaixonada por Edward), Bella não consegue enxergar um palmo na frente do nariz e não se pode afirmar que tudo não passe de uma ilusão criada para seduzir a protagonista. O que impede então que quando ela dorme, ele alimente-se dos sonhos molhados da garota?

 Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhw! Mas ele é virgem!

E se for apenas charme? Bella, nossa narradora não confiável, não esteve com ele o tempo todo para saber se tudo não passa de um truque e verdade seja dita, virgindade masculina é difícil de ser comprovada. Além de que, de uma coisa podemos ter certeza: Bella é uma adolescente com os hormônios em ebulição que não resiste a um homem “poderoso” e está louca para deixar de ser a inocente da história.

A teoria dos incubus ainda é reforçada pelos poderes mentais de Edward, já que sendo um demônio capaz de entrar nos sonhos das pessoas, entrar na mente seria fichinha, podendo assim inclusive manipular os pensamentos e lembranças de sua amada fazendo acreditar no conto de fadas do vampiro que não morde pescoços.

Um contra argumento (Nossa, estou gostando de usar palavras difíceis hoje) para a minha teoria seria que eles alimentam-se de sangue. Sinceramente, pelo que li, Bella nunca viu nenhum dos Cullen se alimentando… Sendo assim, aquelas viagens podiam muito bem ser um disfarce: Ao invés de caçar veados, eles caçariam moças no prostíbulo mais perto de você!. Outro seria o fato de Bella já ter visto as lutas e tal, mas se pensar bem, na maioria das vezes que rola pancadaria ou está amedrontada ou está desmaiada, o que com certeza rola um certo “Q” de dúvida.

Por fim, vocês querem mesmo acreditar numa garota que acha legal enfiar um pedaço de pedra no meio do peito? E pior ainda, que descobriu através da Desciclopédia a verdade sobre os vampiros?

Para terminar essa encheção de saco e vocês digitarem logo os xingamentos do quanto este texto está horrível, só digo uma coisa: Sthephenie CrossFox Meyer sonhou com essa história. Isso lhes diz alguma coisa? heh

Este texto é uma tentativa fail de piada, sendo mais irritantemente ruim do que engraçado. Por isso não encare como uma verdade absoluta, seu mentecapto!

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • CharlesBroxa

    Voce só deveria xingar mais, e falar menos palavras bonitas
    FIca mais legal (quase engraçado)
    :D

  • Guten

    Orra, Bruna! Sacanagem com os Íncubos, pô!

    E senti uma pontada de nostalgia quando você falou da Desciclopédia. Eu amava aquele troço, cheguei a escrever dois artigos para ela.

  • Steve, o Pato

    Porque ele brilha? Por que é uma fuckin’ borboleta.
    http://crossedgenres.com/simf/2010/07/26/i-know-why-the-vampire-sparkles/

  • Desciclopédia >>>> Wikipedia

  • Ele tá mais pra Sucubus, viu (demônios femininos, mesmo ambos descendendo do mesmo demônio).
    E, poxa, não ofenda os demônios dessa forma!

busca

confira

quem?

baconfrito