Transmetropolitan – A Nova Escória

HQs terça-feira, 07 de agosto de 2007

Bogart é TANGA!Certo, suponho que Transmetropolitan não seja completamente desconhecido por aqui. A HQ foi lançada aqui no brasil pela Brainstore, faz algum tempo, mas os caras pararam de lançar a revista durante o arco “O Ano do Bastardo”, lá pela décima nona revistinha. Para quem conhece e já leu, recomendo que leiam mais uma vez. Para quem já ouviu falar e não leu, recomendo que leia e pra quem nem ouviu falar, eis aí sua chance pra largar de ser TANGA.

A HQ lançada pela Vertigo (o mesmo selo da DC que lançou Sandman), que tem um clima completamente cyberpunk numa atmosfera futurista, tem tudo o que precisa pra fritar seu cérebro enquanto você lê: Polêmicas políticas, religiosas, sociais… enfim, todo o podre da humanidade, e o mais puro ódio urbano em quadrinhos.

O mais interessante nesse maravilhoso trabalho de Warren Ellis é que, por mais que se aponte a toda hora que o trabalho é de ficção extrema, é possível notar claramente que a revista é extremamente realista. A coisa toda funciona como uma ótima ironização da cidade grande nos tempos atuais, sendo mostrado tudo o que acontece hoje em dia, mas de um modo mais alegórico e exagerado: Como a mídia cria e destrói rápido as “tribos” da cidade; religiões que surgem como Frankenstein, a partir de pedaços retalhados de outras religiões/ideologias/o que quer que seja; a polícia sendo usada como a mão pesada de ferro de políticos corruptos; a noção de como o ser humano lucra vendendo meios para outros seres humanos se auto-destruírem(aliás, a idéia da ebola cola foi simplesmente fantástica); entre diversas outras coisas.

Bogart é TANGA!

A HQ gira em torno de Spider Jerusalem, um colunista do jornal The World que largou o jornalismo para viver o maior tempo possível nas montanhas, longe da civilização. Quando as contas começam a apertar e uma editora a cobrar o livro que ele se propôs a lançar, Spider se vê obrigado a voltar á cidade atrás de dinheiro, usando de todo o seu ódio doentio para escrever sua coluna semanal.

Recomendo que, ao ler a HQ, o leitor preste bastante atenção em cada detalhe dos quadros, pois várias sátiras maravilhosas ao mundo atual podem ser vistas no canto mais escondido de um quadro sem importância.

Enfim, o negócio é torcer pra que algum dia alguém resolva lançar o resto das sessenta edições da revista aqui no Brasil, porque Transmet sem dúvida nenhuma deixa qualquer Sandman no chinelo. Espero que a bagaça volte a ser exibida por aqui logo, porque, rapaz, PENSE numa HQ do caráio!

ORRÔ!

Leia mais em:

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito