A excitante vida de um dono de X360

Games domingo, 08 de Fevereiro de 2009

Bom, como alguns de vocês sabem, sou dono de um 360 há apenas alguns meses. Mas cara, esses meses têm sido totalmente alucinantes.

 OH NOES! RED RING OF DEATH!

Quem não tem um 360 não sabe a emoção que é você ter um vídeo-game que pode MORRER a qualquer momento. Fala aí Hitler:

Eu também ficaria puto.

Na verdade, neste exato momento em que digito essas palavras, estou olhando minha mulher jogando Fable II, e ME CAGANDO de medo dessa merda EXPLODIR de uma hora pra outra, só porque resolvi escrever sobre isso. É como o Candyman: você não pode falar o nome dele três vezes, senão ele aparece e leva sua alma. Eu fico imaginando que o simples fato de tocar no assunto “3 Red Lights” pode dar azar. Sim, o medo te torna burro.

 Me dá seu 360 que eu deixo sua alma

Existem momentos mais emocionantes ainda, como quando você está jogando GTA 4, por exemplo, e de repente o jogo dá uma travadinha marota para carregar uma parte da cidade. Imediatamente eu baixo os olhos da tela e olho para aquele maldito círculo, pra ver se não tem uma luzinha vermelha acendendo. Não acendeu. Nunca acendeu. Mas eu continuo me cagando. Pode acontecer A QUALQUER HORA, véi. E na verdade, provavelmente vai acontecer quando você não estiver prestando atenção, quando voce estiver totalmente absorvido em um jogo, quando você menos esperar. É como bala perdida: cê tá dormindo e roncando, de repente escuta um pipoco e acorda com o pulmão perfurado.

De certa forma, essa tensão toda em cima do X360 é provavelmente o que tem tornado tão preciosa e agradável minha experiência com esse console. Quando você pode perder o negócio a qualquer momento, subitamente cada momento com ele se torna muito valioso. É como você descobrir que seu avô querido tem
apenas alguns dias de vid… não, esquece. É como você estar no bar tomando Xingu com um bróder, os dois alegremente caminhando para o coma alcoólico numa competição pra ver quem dorme por último na mesa do bar. De repente, DO NADA, o garçom chega e diz “Só tem mais duas Xingu na geladeira”.

É quando você realmente começa a saborear as duas últimas Xingus, cada copo deliciosamente gelado descendo redondo pela garganta, cada gole um prazer. Porque você sabe que depois daquelas duas Xingus só vai ter Bavária no bar, e você vai ter que ir embora.

Me recuso a tomar Bavária.

Enfim: curta cada momento com seu X360, pois você nunca sabe qual é a expectativa de vida dele. É como os andróides de Blade Runner que tinham apenas alguns anos de vida. Com a diferença que você não é o Harrison Ford. Você também não caça andróides. Você também não come aquela andróide gostosa do filme. Você tamb…

Vocês já entenderam. Vão jogar e não me encham o saco.

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito