A Rede Social (The Social Network)

Cinema quinta-feira, 02 de dezembro de 2010

 Em uma noite de outono em 2003, Mark Zuckerberg (Jesse Eisenberg), analista de sistemas graduado em Harvard, se senta em seu computador e começa a trabalhar em uma nova ideia. Apenas seis anos e 500 milhões de amigos mais tarde, Zuckerberg se torna o mais jovem bilionário da história com o sucesso da rede social Facebook. O sucesso, no entanto, o leva a complicações em sua vida social e profissional.

Em questões de hype, pode se dizer que A Rede Social se trata do Avatar deste ano. Mas é este o resultado nas telas?

Sejamos práticos e sem rodeios: A Rede Social é um excelente filme. Duvido muito que você vá se arrepender. Mas a comparação com Cidadão Kane só é justa quando comparamos os argumentos das histórias. E essa talvez seja a falha mais grave (Que provavelmente você nem vai considerar quando assistir) do longa: A falta de uma direção mais ousada. Talvez na fome de levar o seu Oscar (A seca de Fincher, já está gerando comparações equivocadas com a que teve Scorsese), o diretor opta por uma direção segura e conservadora, tecnicamente impecável, mas que se faz sem ser notada. Muita gente vai considerar isso um ponto positivo, não eu.

 O primeiro bilhão a gente nunca esquece

Mas como vocês nem notam um detalhe como a direção, vamos ao que interessa. O roteiro é muito bem construído, sendo uma única possível reclamação, um pouco da demonização do Zuckerberg. Porém, como no caso de Cidadão Kane, talvez o protagonista seja assim mesmo. E tendo isso em mente, a atuação de Eisenberg (Quanto judeu berg) é ótima. O ator se mostra amadurecido e ciente de que seu personagem é arrogante e egocêntrico, não se preocupando em criar traços com objetivo de gerar empatia com o público. Se torna aquele cara que a gente admira e adora odiar. As atuações de Garfield (Que interpreta o co-criador brasileiro do facebook) e Timberlake (Sim, ele mesmo, na pele do criador do Napster) – também são pontos positivos, e é capaz de ambos se digladiarem por indicações ao Oscar. E digo mais – pelos cochichos iniciais, é capaz de ser o ano do cantor pop.

 O lado bom de ser rico é ir ao banco de pijamas

Assista o filme com a certeza de ver uma das grandes obras de 2010. Um filme bem construído, maduro e que revive um debate de 1941, mas agora com a mídia do momento. Até onde a ganância, arrogância e individualismo fazem parte da genialidade de um indivíduo?

A Rede Social

The Social Network (120 minutos – Drama)
Lançamento: EUA, 2010
Direção: David Fincher
Roteiro: Aaron Sorkin, baseado no livro de Ben Mezrich
Elenco: Jesse Eisenberg, Andrew Garfield e Justin Timberlake

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Muito boa a critica. Queria ter escrito isso. Disse exatamente o que eu tava pensando!

  • Lil

    agora sim deu vontade de ver!

  • Porco-aranha

    o filme é muito, mas muito bom

  • maiegs

    que caralho esse filme e uma merda

  • maiegs

    vão se fuder todos vcs que assistiram ele bando de filho da puta
    _)_

busca

confira

quem?

baconfrito