Pra quê TV de graça se você pode pagar por ela?

Televisão sexta-feira, 10 de março de 2017

Então, há umas duas semanas atrás estava eu de boas tranquilo em casa quando recebi uma notícia: A Sky viria aqui em casa no dia seguinte fazer a troca de um aparelho por um mais moderno. Ontem eles vieram. E, de fato, foi trocado o bagulhete que fica na ponta da antena… Mas eu não assisto TV.

Quer dizer, eu assisto TV porque a TV tá alí. Sei que parece desculpa, mas não é: É minha última escolha, é o que eu faço quando não tô com saco pra fazer mais nada, afinal ver TV é fácil, é uma atividade passiva. E eu, como bom vagabundo, gosto bastante de não precisar esforço pra fazer alguma coisa (O que não é o mesmo dizer que a TV só deveria ter programa sem conteúdo), e visto que já assisti muita TV na vida, o que eu quero dizer é que eu não sinto falta: Se tem, eu uso, caso contrário tudo bem.

Mas, como eu disse, tem Sky aqui em casa: Não só tem o aparelho de TV com os canais abertos, tem também dezenas de outros, tanto em sinal comum quanto HD, com direito aos pacotes de canais de filmes, infantis e a coisa toda. Só não tem BBB e os pacotes de futebol porque ninguém aqui em casa liga pra essas coisas… Tem uns três meses que descobri que até o Sexy Hot é liberado. Porra, onde tava isso dois dez anos atrás?

 Dica: Pesquisar “Sexy Hot” no Google não dá pra fotos do canal de TV.

E entre reprises de Friends e episódios de Com Água até o Pescoço e o técnico da Sky mexendo no meu telhado, eu me dei conta de como TV à cabo é um conceito extremamente arcaico. Alguém paga por TV… Que era originalmente (E continua sendo) de graça, sendo que a justificativa pra isso é a maior variedade de canais e, logo, de programação… Que é menor que na internet. A TV a cabo literalmente não faz nada melhor que qualquer outra coisa: É (Muito) mais cara que a TV aberta, não tem a facilidade de locomoção do rádio, não tem a oferta da internet, não é uma experiência como o cinema… Cara, a TV a cabo é uma bosta.

Eu não pago pela TV aqui em casa, e visto que tanto quem assiste quanto quem paga prefere a facilidade de não achar as coisas na internet e tê-las já “prontas” na TV, o gasto está justificado… Mas nenhuma dessas pessoas tem menos de 50 anos… E a TV, aparentemente, é um bom jeito de te fazer pegar no sono… É tipo um anti-despertador muito, MUITO caro.

A questão é que a TV tá mal das pernas já tem um tempo, e a essa altura isso não é novidade nenhuma: As vendas de aparelhos caem, a quantidade de telespectadores cai (Aposto que tinha tempo que cê não via “telespectadores”) e mais e mais se buscam jeitos de culpar alguém ao mesmo tempo pra conseguir manter o público engajado… A televisão é uma das maiores invenções do século XX, mas provavelmente vai chegar ao final do XXI sendo o que o LP já é atualmente: O fato é que a TV não faz sentido pra ninguém que não seja do século XX, e mesmo as pessoas que nasceram nas últimas três décadas do século não ligam tanto assim pra ela… E pagar por um serviço que você não liga e que é pior do que o que você já tem faz menos sentido ainda.

A TV como mídia não deve desaparecer, mas a TV a cabo tá fodida. E a hora que ela estourar vai levar gente pra caralho junto. É caro, devagar, ineficiente e consome tanto recurso (Entre aparelhos, suporte, sistemas e a transmissão em si dos programas) que literalmente dava pra bancar um canal nos moldes da BBC com esse dinheiro; talvez com verba menores para os programas, mas decididamente sem propagandas.

É claro que a TV por assinatura se esforça para se manter “legítima”, ainda mais quando lembra-se que os gatos com sinal e aparelho comem soltos por aí… Aliás, mais retrógrado que piratear o que você não precisa impossível né, cara? Tanto quem paga (Mensalmente) por TV a cabo quanto quem paga pra fazer a gambiarra qualquer é o tipo de pessoa que cresceu com TV e quer morrer com ela também. Não é culpa da Globo, é que essas pessoas acham o rádio coisa de velho e a internet coisa de criança, e estão dispostas a passar décadas e décadas na mesma rotina de procurar por um canal que preste. A única diferença é que antigamente o guia de programação era no papel.

 Tartarugas Ninja 3 na TNT sabadão!

Quem consome TV atualmente nunca não-consumiu TV em sua vida: É muito mais por ser conhecido, pelo hábito e a confiança (Muito provavelmente cega) de que a TV irá entregar a programação esperada. Quem assiste TV atualmente tem um aparelho de TV pra ligar no computador, ou, se você ainda gostar de mídia física, pra ligar num PS4 pra ver Blu-ray: A TV de quem tem TV atualmente não é pra assistir novela, é pra ser um monitor grande na sua sala de estar.

Eu sei que ver TV é fácil, mas já não é o mais fácil. Não é o mais prático, nem o com o melhor conteúdo e nem mesmo tem a importância social que teve por tantos e tantos anos. E a TV a cabo é pior nisso tudo: É mais cara, menos prática e tem um conteúdo mais reciclado que a TV aberta, porque afinal de contas a TV aberta tem verba pra se bancar (Ainda que esta venha reduzindo há anos). TV a cabo é coisa de quem quer “TV aberta mas melhor“. Isso não existe. Talvez tenha existido em algum momento, mas já não existe mais há quase uma década. A TV a cabo vai morrer junto com o século XX.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito