Sou pato e jogo em servidor pirata

Games sexta-feira, 16 de julho de 2010

Então, cês sabem que eu curto jogar, certo?

 SIIIIIIIIIIM!

E cês sabem também que servidor pirata e colmeia de noobs é a mesma coisa, né?

 Q

Bando de bundão, mesmo.

Existem dois tipos de servidores: Os oficiais e os piratas. Não adianta falar que não existe servidor pirata, porque nenhum visa lucro, usam emulador. Parem de se enganar. Ou você joga em um servidor oficial ou em um servidor pirata. Ou você não joga porque não sabe fazer drift.

De qualquer maneira, servidores piratas não merecem sua atenção. Cê pode pegar o mais estável de qualquer jogo do mundo, ele não merece o seu dinheiro, muito menos as suas horas de jogo: Ele é uma bomba relógio prestes a explodir. O problema é que quem usa esses servidores não percebe isso. Ou percebe e não tá nem aí, porque são burros pra caralho. Eu choro de rir quando vejo que um servidor fechou e uns bróders gastaram um SALÁRIO MÍNIMO naquela porra, em busca de itens e vantagens. Isso é cerveja indo ralo abaixo.

A maior reclamação da maior parte da massa é que servidores oficiais são pagos. Nem os comunistas concordariam com esse argumento. Veja bem, você PAGA pelo serviço. Você tem um suporte, você tem a infraestrutura. Cê tem segurança. Você já viu um servidor oficial dar rollback, wipe ou coisas assim? A equipe que mantém o jogo não é um bando de gato pingado: Os caras vivem disso. Se eles fazem cagada, é o salário deles que é cortado ou as bundas que são chutadas. Ok, a maior parte dos servidores brasileiros não tem um suporte que dá orgulho, mas cê tem um telefone pra atendimento, gente pra caralho respondendo email e backups diários, fora os links de conexão, que não ficam cagando no pau e dando lag.

Cê pode pensar que é vantagem usar servidor pirata. Não é. Cê não paga pelo serviço, não paga pra jogar, certo? Então você quer sugerir alguma coisa e faz um post no fórum de suporte. Seu tópico é ignorado. Cê cria outro tópico, que também é ignorado. Daí cê dá um up e um moderador te dá um alerta. Cê fica puto e reporta pro administrador, que, após ler uma crítica, responde que

FICA QUEM QUER, PODE SAIR SE QUISER.

Vale a pena não pagar e ler isso de um garoto que tem, provavelmente, 12 anos e usa a própria máquina pra servir de hospedagem? A maior parte das equipes de suporte desses servidores é composta por garotos ou gente que nunca fez sexo na vida. Aí que tá o problema: Esse não é o emprego dos caras, é um hobby. Nego tá pouco se fodendo se a máquina derreteu ou se encontraram uma falha no banco de dados: Não é problema deles.

Por falar em fórum, a maior parte desses servidores usam a IPB, que, puta merda, é excelente. Mas praticamente todos rodam cópias piratas. Uma denúncia anônima pra central de atendimento e já era o domínio.

A maior besteira que eu li a respeito foi em um site, na internet, que se dizia ficar pau a pau com o servidor oficial do jogo oferecido. Cês sabem por que as grandes empresas nem ligam pra isso? Porque ninguém nunca vai atingir uma cota de, sei lá, 200.000 jogadores online. Isso é impossível, só acontece em contos de fada. E, supondo que isso ocorresse, o que seria a primeira coisa a ser feita? Acabar com o servidor pirata por meio de ações legais, é claro. Afinal, é público sendo roubado, e público que paga.

É nóia achar idiotice pagar por um serviço. Prefiro bancar uns 30 reais mensais por um serviço de qualidade do que pagar 150 reais em um mês por itens, vantagens e aquela besteira de sempre e não ter estabilidade alguma. A maior parte desses servidores acaba do nada e não reembolsa ninguém.

Se você clica naquele anúncio de doação e concorda que os itens são presentes, não mercadoria, você é pato. Se você não clica, mas joga mesmo assim: Você é pato.

 Pato, pato, pato, pato, paQ

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito