CDS #562 – Put Your Hands Where My Eyes Could See (Busta Rhymes)

Clipe da Semana domingo, 31 de maio de 2020 – 0 comentários

Além de ser uma puta música, Put Your Hands Where My Eyes Could See tem um clipe que é baseado no filme Um Príncipe em Nova York. Se fosse só por isso, já daria pra ver o quão foda o Busta Rhymes é. Mas não é só isso: Além do senso estético aguçado, ele é reconhecido pelas rimas rápidas. Mas não acredite em mim, veja você mesmo. continue lendo »

Manual de Quarentena: Como sobreviver ao Corona Vírus em casa – Septuagésimo segundo dia

baconfrito sábado, 30 de maio de 2020 – 0 comentários

Existem dois tipos de luta livre: A americana, teatrinho pra quem curte não precisar pensar em entretenimento, e a mexicana, muito mais legal porque tem máscaras maneiras. Mas enquanto os americanos consideram sua luta livre um serviço essencial (Porque perder dinheiro é ir contra Deus), no México a coisa tá paralisada também. E aí o que um luchador resolveu fazer? Máscara pro Coronavirus, é claro.

Tava frio ontem.

Dia 72

Abro o dia de hoje com a indicação de um filme totalmente injustiçado: Nem Que A Vaca Tussa. O filme é lá de 2004, e tem críticias bem ruins, mas quer saber? A dublagem tá incrível, o filme tem bons momentos, tem a história ridícula de usar o canto tirolês pra dar uma de Hamelin em vacas… O filme é legal, véi. Foi um dos fracassos da Disney? Foi, mas sabe porquê? Porque se não é de princesa a galera babaca enche o saco.

Abaixo a monarquia.

Chitãozinho e Xororó é (São?) a melhor dupla “”””sertaneja”””” que existe neste país, e considerando o tanto que o estilo deixou de ser relevante, provavelmente será a última também. Lá em 2007 eles lançaram o CD/DVD do show Grandes Clássicos Sertanejos – Acústico. Como o nome indica, tem só as músicas conhecidas, mas com a adição de Amor de Verão, música inédita pro show. O legal desse treco são os arranjos: Um mais incrível que o outro a ponto de, pra várias músicas, terem se tornado minhas versões favoritas delas. Cê pode assistir a coisa toda na íntegra aí:

Já aconteceu com vocês de não gostar de uma obra mas querer saber o desfecho dela? Pois Gatho é assim pra mim: Eu não gosto da arte, não gosto da escrita, não gosto do ritmo da história, não gosto da duração de cada episódio (Lentíssimo… Vão anos nisso aí)… Mas eu quero ver no que vai dar. Gatho é o nome da parada que tá destruindo o mundo, mas cê acompanha mesmo é a história dos mercenários Gaius e Umbral, que é… Um gato. Só que não existem gatos onde a história se passa, então a galera meio que endoida ao ver… O gato (Eu realmente não gosto dos nomes de personagem nesse treco também). A história é do Gabriel Kolbe e cê pode acompanhar em português e em inglês.

 Eis um excelente exemplo de que tem gente cujo trabalho você gosta mas cujo trabalho você não gosta.

E é isso aí, moçada. Mais um dia… Quem sabe lá pra outubro já não morreu gente suficiente pra ter alguma ação efetiva de fato.

Apple Shooter – Tiro

Jogaí sábado, 30 de maio de 2020 – 0 comentários

Eu NÃO ACREDITO que nunca teve Apple Shooter por aqui. Que absurdo. Tô decepcionadíssimo comigo mesmo e com esse bando de vagabundos antes de mim. Apple Shooter é um absoluto clássico baseado, obviamente, na história de William Tell… Mas com mais sangue. continue lendo »

Manual de Quarentena: Como sobreviver ao Corona Vírus em casa – Septuagésimo primeiro dia

baconfrito sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 0 comentários

O Coronavirus já foi confirmado em vários animais: Tigres, gatos, cachorros, minks, furões, hamsters… No meio de uma pandemia acaba sendo complicado seguir todas as recomendações para os seres humanos, quem dirá para os animais (Pesquisas então, muito menos). É por isso que todos nós temos de aplaudir iniciativas populares como a deste senhor:

 continue lendo »

Férias Frustradas (2015) – Final Explicado

Cinema sexta-feira, 29 de maio de 2020 – 0 comentários

 Seguindo os passos do pai e ansiando por uma ligação familiar, Rusty Griswold surpreende sua esposa e seus dois filhos com uma viagem que atravessa o país para o parque de diversões favorito da família, o Walley World.

Os filmes da franquia Férias Frustradas são, de longe, as melhores comédias já feitas por Hollywood. Porém, eu percebi que muitas pessoas não entenderam muito bem o final de Férias Frustradas, o remake de 2015 com Ed Helms e Christina Applegate, então hoje eu gostaria de destrinchar esse filme, que tem muito mais camadas e profundidade do que a maioria das pessoas conseguiram enxergar.

E tá tudo bem. Não é todo mundo que tem a oportunidade de estudar num Instituto Sessão da Tarde ou numa Escola de Cinema em Casa, e é por isso que eu estou aqui. Então pega a pipoca, joga Sazon (Ou tempero de Miojo), joga manteiga também, panha o Nescauzinho que a vovó fez com tanto carinho, esquenta no microondas, pega a garrafa de conhaque que o vovô esconde no banheiro, taca conhaque no Nescauzinho e vamos ao que interessa. continue lendo »

Manual de Quarentena: Como sobreviver ao Corona Vírus em casa – Septuagésimo dia

baconfrito quinta-feira, 28 de maio de 2020 – 0 comentários

Os CDC (Centers for Disease Control and Prevention) são os órgãos americanos responsáveis pelo controle de doenças. Como só a pandemia de Coronavirus é pouco, a galera lá na gringa achou por bem repetir o feito de 2018 e dar início à um surto de salmonella também. Em 28 estados. Sendo que, diferente do comum, que é contrair a doença através de carne infectada, agora a galera tá sendo através dos animais vivos. Portanto, o CDC recomenda: Parem de beijar e abraças as suas aves.

 É assim mesmo, Helen? Depois de tudo que a gente viveu?

continue lendo »

Estreias da Semana – 28/05/2020

Cinema quinta-feira, 28 de maio de 2020 – 0 comentários

Como era de se esperar, nada de cinemas abertos nessa semana. continue lendo »

Manual de Quarentena: Como sobreviver ao Corona Vírus em casa – Sexagésimo nono dia

baconfrito quarta-feira, 27 de maio de 2020 – 0 comentários

Procurando o que colocar por aqui eu me deparei na manchete “ministra canadense diz que é uma boa hora pra fazer obra questionável porque o isolamento social impede os protestantes de aparecerem pra encher o saco“, MAS, vejam só que muito mais maravilhoso: Em plena pandemia, um cara bêbado (É claro) INVADIU O CERCADO DO URSO NO ZOOLÓGICO, foi nadar no fosso e ATACOU O URSO.

Quando o urso sequer te leva à sério pra te matar.

continue lendo »

Manual de Quarentena: Como sobreviver ao Corona Vírus em casa – Sexagésimo oitavo dia

baconfrito terça-feira, 26 de maio de 2020 – 0 comentários

Se tem uma sensação humana que é muito esquisita é aquela de “tão perto mas tão longe”. É difícil explicar, de colocar em palavras, mas chances são que se você falar para alguém, esta pessoa vai entender imediatamente… Como dizem, “uma imagem vale mais que mil palavras”:

 Certeza que o Dória tinge o cabelo.

continue lendo »

Supletivo Nerd #02 – Equipes X – Parte 2

Nona Arte terça-feira, 26 de maio de 2020 – 0 comentários

Segunda e última parte das equipes X que valem a pena ser citadas. Sim, eu vou deixar de fora a Geração X, por motivos de ninguém tá nem aí pra isso e a única coisa boa que ela fez foi a M, e mesmo assim ela só é interessante no X-Factor. Paciência.

“Mas teve até filme”. NINGUÉM SIMPORTA!

Excalibur (1988)

Formada por Capitão Britânia, Meggan, Noturno, Kitty Pryde e Fênix (Rachel Grey, filha de Ciclope e Jean Grey de outra realidade), a equipe britânica surgiu em uma época onde todos acreditavam que os X-Men estavam mortos. O primeiro volume durou 125 edições, chegando ao fim após o casamento de Capitão Britânia e Meggan. Outros membros importantes da equipe nesse volume foram Colossus, Wisdom, Lupina, Cavaleiro Negro e Douglock, o Cifra dos Novos Mutantes, que fundiu-se ao Warlock.

Em 2001, o segundo volume de Excalibur surgiu em formato de minissérie, mostrando o Capitão Britânia tornando-se rei da dimensão Outromundo e em 2004 o terceiro volume, que durou 14 edições, chegou com a equipe sendo formada por Professor X, Magneto, Calisto (Ex-líder dos *Morlocks), Fera Negro (O Fera da Era do Apocalipse) e alguns novos personagens, dos quais apenas a Sentinela Ômega viria a ter certo destaque futuramente.

Em 2005, o Novo Excalibur surgiu e retomou as origens da equipe. Trazendo Capitão Britânia e Wisdom de volta, o time contava com Fanático, Sábia, Cristal, Longshot e Nocturna, filha de Noturno e Feiticeira Escarlate de outra realidade. Esse volume durou 24 edições e deu lugar à série Capitão Britânia e o MI 13.

*Morlocks são mutantes que viviam nos esgotos de Nova York.

X-Force (1991)

Em 1989, Aquele Que Não Devemos Nomear assumiu o volume dos Novos Mutantes e fez grandes mudanças ao colocar o Cable, agora um brucutu que veio do futuro com armas maiores que um cavalo e mais bolsos que qualquer um possa utilizar, como tutor dos jovens. Na edição número 100 de Novos Mutantes, a equipe passou a chamar-se X-Force e tornou-se um grupo militar de brucutus violentos como a maioria dos heróis na década de 90. Esse primeiro volume da X-Force durou até 2001, quando a Marvel voltou a ter juízo e começou a investir novamente na qualidade de sua publicações.

Em 2004, uma minissérie de seis edições foi lançada, tornando-se o segundo volume da X-Force, e em 2008, após os acontecimentos de Complexo de Messias, Ciclope cria uma nova X-Force para lidar com ameaças mutantes. Wolverine, X-23, Apache e Lupina foram os membros fundadores e mais tarde ganharam os reforços de Anjo, Deadpool, Dominó, Fantomex e outros.

Após o lançamento da *Marvel Now, duas X-Forces surgiram. Enquanto Cable e a X-Force era formada por Cable, Dr. Nêmesis, Colossus, Dominó e Dinamite, Fabulosa X-Force contava com Psylocke, Tempestade, Fantomex, Bishop, Pigmeu e Espiral. Após algumas tretas, as duas equipes se unem, porém, o fim já estava próximo.

Em 2019, após a morte de Cable (Calma, tem um jovem Cable agora), uma nova X-Force formada pelos membros originais surge para vingar a morte do brucutu em um volume de 10 edições, porém, ainda em 2019, a equipe é reformulada para atender melhor os acontecimento de *Dinastia X e Poderes do X.

*Marvel Now foi como ficou conhecida a linha editorial da Marvel após Vingadores vs X-Men, trazendo grandes mudanças nas equipes e nos personagens da editora.

*Dinastia X e Poderes do X são duas minisséries lançadas em 2019 responsáveis por mudar o status quo dos mutantes, que agora vivem em Krakoa, a nação mutante.

X-Táticos (2002)

Quando eu disse que Marvel recobrou o juízo nos anos 2000, eu não tava exagerando. Tentando dar uma suavizada na X-Force e desmilitarizar o grupo mutante, a Marvel trouxa Axel Allonso e Peter Milligan e entregou a eles o título da X-Force pra que fizessem o que quisessem com ele, desde que os personagens não fossem mais brucutus sanguinários. Da mente louca dos dois artistas surgiu então os X-Táticos (Eram X-Force, mas os membros da antiga equipe revindicaram o nome), uma equipe de mutantes que não quer nada além de fama e fazem parte de um reality show onde a principal diversão é matar algum membro toda semana. Não faz muito sentido, né? Mas é um dos melhores títulos da Marvel no início dos anos 2000. A série durou 26 edições e foi responsável pela introdução de Dup no universo Marvel.

A seguir: Os heróis mais poderosos da Terra.

confira

quem?

baconfrito