Você já comeu um panetone?

Publicidade quarta-feira, 05 de dezembro de 2012

 Esta pergunta parece brincadeira, principalmente pra uma comunidade como esta, que tem ao menos acesso à internet, em sua maioria tem um smartphone, e passa os dias rindo dos memes do menino cético do 3º mundo e dos problemas do cidadão de 1º mundo. Alguns aqui vão responder que não, ou porque não gostam ou porque tem algum tipo de restrição, mas todos aqui têm condições de comprar nem que seja o panetone mais barato nesta época do ano. Mas a menina no primeiro plano dessa foto nunca comeu porque seus pais não tem condição.

O Bacon não é um site de caridade ou causas sociais, mas você sabia que existem crianças que escrevem ao Papai Noel pedindo um panetone? Não estou falando de um panetone trufado daquela tia da sua rua, que custa mais de 50 reais a unidade de 500g e vai te engordar 2Kg, estou falando daquele panetone fuleiro de 3 reais; crianças que pedem um “cobertor fofinho”, uma peça de roupa, uma cesta básica, um emprego pro pai, um quilo de arroz…

Estranho não? Não! Sem entrar em questões realmente sérias (Política, desenvolvimento social, a internet de fibra por 50 reais não chegar em minha casa…) o fato é que existem crianças que ainda acreditam no bom velhinho e não pedem um videogame da moda ou um tablet, eles pensam no bem de sua família em sua maioria, ou as vezes não se acham aptos (A palavra seria digno, mas todas estas crianças tem mais dignidade que alguns leitores do Bacon, só não tem condições) a merecer um grande presente, é claro que todos eles gostariam de ganhar um brinquedo, então alguns pedem um carrinho, uma boneca ou uma bola.

Perguntas & Respostas

Como você sabe disso?

Os Correios fazem há 23 anos a campanha Papai Noel dos Correios, que coleta, seleciona e distribui cartas enviadas ao Papai Noel por estas crianças.

A campanha começou com o objetivo de estimular o envio de cartas escritas à mão e responder estas cartas, por iniciativa dos próprios funcionários dos Correios, sem figurões ou campanha de marketing, e durante os anos adotou critérios para a liberação de cartas para a adoção, permitindo que crianças que realmente necessitava fossem selecionadas.

Aonde EU entro?

Simples! Tire essa bunda da cadeira e vá até uma agencia dos Correios ANTES de 14/12 e diga que quer participar da campanha, eles te informarão tudo.

Minha bunda é MUITO gorda, preciso de mais informações.

Você pode se inscrever em duas categorias, Padrinho (O cara que vai dar o presente) e Ajudante (Voluntários que ajudam no processo de leitura, seleção e identificação das cartas). No site dos Correios existem mais informações e a relação das agências mais próximas da sua casa.

Tanto o apadrinhamento das cartas quanto a entrega dos presentes aos Correios vai até dia 14/12, e o envio é por conta dos Correios, você só cuida de comprar e embalar o presente.

MINHA ALMA É OBESA E EU NÃO CONSIGO SAIR DE CASA, O QUE EU FAÇO?

Divulgue isso no máximo de sites que puder, nas redes sociais, crie uma hashtag (Ou verifique se já existe e use), fale com amigos (Se você tiver), peça para mamãe, qualquer coisa, mas ajude de alguma forma.

SOU TÃO PREGUIÇOSO QUE SÓ LI O TÍTULO E ESTA LINHA QUE ESTÁ DESTACADA.

Vá aos Correios antes do dia 14/12 e adote uma carta, ajude uma criança que ainda acredita em Papai Noel a não se tornar uma cria podre da internet como você!

Thiago é um cara anti-social que não tem Twitter ou Facebook, mas ainda se derrete com crianças ou cachorrinhos.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • FooFighter

    Eu queria comentar alguma coisa, mas é impossível não soar piegas. Então vou me resumir a dizer que esse ano vou TOMAR VERGONHA NA CARA e ajudar essa iniciativa, que já conheço há anos e nunca tive a DIGNIDADE de colaborar, lamentável. Temos que ao menos dar um fio de esperança a essas crianças, no intuito de mostrar a elas que ainda é possível crer na bondade das pessoas, e quem sabe de certa forma afastando-as de virar mais um número nas estatísticas da violência. Parabéns pela divulgação bacon. (é, não me resumi, mas que la llupen)

busca

confira

quem?

baconfrito