Super-Insetos I: Homem-Aranha

HQs sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Para criar personagens, os autores acabam buscando inspiração em diversas áreas. Um exemplo disso são os super-heróis e super-vilões que possuem poderes baseados em insetos. Digo isso porque insetos geralmente são coisas asquerosas, mas mesmo assim alguns bons personagens tem seus “super-nomes” ligados a insetos, então para começar essa série vamos do “super-inseto” mais conhecido do mundo: Homem-Aranha.

O Homem-Aranha foi criado por Stan Lee e Steve Ditko e fez sua estréia em agosto de 1962 na revista Amazing Fantasy #15. Inicialmente a história do Homem-Aranha não seria publicada já que haviam rígidos critérios para se criar um herói, já que todos eram adultos e seguiam um rígido padrão moral. O problema para a história ser publicada estava no fato de Peter Parker não ser adulto, e sim um adolescente.

 A revista de Estréia do Homem-Aranha

A história acabou sendo publicada apenas porque a revista Amazing Fantasy estava programada para ser cancelada na edição #15. Assim, Stan Lee escreveu a história que seria desenhada pelo “rei” Jack Kirby. Reza a lenda que a história que, originalmente, era abordaria sobre um garoto órfão que morava com os tios, e que através de um anel mágico se tornava um adulto com super-poderes graças ao seu vizinho, um cientista maluco. Ou seja, super-original.

Ainda segundo a “lenda”, na versão de Kirby, o Homem-Aranha possuía um uniforme que muito lembrava o do Capitão América (Que também fora desenvolvido por Kirby), e o personagem lançava teias através de uma pistola. Só que Kirby acabou abandonando o projeto, passando-o para Steve Ditko.

Ditko então jogou todas as idéias de Kirby fora e remodelou a história do personagem para a versão que conhecemos hoje. Desse modo, a idéia do anel foi deixada de lado e o garoto passou a ter poderes após ser picado por uma aranha radioativa.

Enfim, era uma história para acabar ali mesmo já que ela encerraria as publicações de Amazing Fantasy. Porém o personagem cativou o publico, e esse sucesso acabou lhe rendendo um título próprio logo em seguida.

O sucesso talvez tenha ocorrido porque o Homem-Aranha, se não tinha a mesma idade dos leitores, estava próximo disso. E também porque o herói é altamente humanizado, já que passa por diversas dificuldades que vivemos no dia-a-dia, como pagar suas contas e ajudar sua tia, tendo sua renda provenientes da vendas de fotos suas ao Clarim Diário.

 Cenas Clássicas: O Homem-Aranha se balançando entre os prédios de Nova York

Além de força super-humana, Peter possui o Sentido de Aranha, uma espécie de premonição que o alerta do perigo que se aproxima. Outro fator que colabora para o personagem ser famoso são suas tragédias. Em primeiro momento temos a morte de seu tio Ben, que é assassinado por um ladrão que ele próprio deixara escapar numa ocasião anterior.

Assim, sua carreira heróica de combate ao crime se inicia por causa do arrependimento de não ter impedido a morte de seu tio, que para ele era como um pai. Mas essa não foi a única tragédia na vida de Peter Parker.

 Homem-Aranha e Gwen Stacy

Anos depois, Parker se envolve romanticamente com Gwen Stacy. O amor dos dois era tão intenso que os fãs acreditavam que eles até se casariam, porém, numa história que literalmente chocou os fãs, Gwen foi morta pelo Duende Verde.

 A Morte de Gwen Stacy foi um momento marcante para os quadrinhos

Posteriormente, Peter reencontraria o amor nos braços de Mary Jane Watson, chegando a se casar com ela. Eles chegaram a ter uma filha (Durante a Saga do Clone) que foi dada como morta ao nascer, mas que na verdade foi resgata por Kaine (Um dos clones) e levada para um lugar incerto e até hoje não se sabe do seu paradeiro.

 Homem-Aranha e Mary Jane

Apesar de ser um ótimo personagem, as histórias do Homem-Aranha muitas vezes desagradam os fãs. Um exemplo disso foi a Saga do Clone, cuja premissa inicial era interessante, trazendo não apenas Gwen Stacy de volta, mas também Ben Reilly, um dos clones de Peter que atua como “Aranha Escalarte”. Na história, surge a dúvida de quem seria o verdadeiro Peter e quem seria o clone, o problema é que estenderam a história muito além do previsto, o que acabou causando muita confusão e apresentou uma solução um tanto quanto fraca, já que tudo havia sido orquestrada por Norman Osborn, o Duende Verde original.

 Uma das Capas da Saga do Clone

Outro exemplo é Um Dia a Mais, historia em que temos Peter Parker, que havia revelado sua identidade secreta as todos durante os eventos de Guerra Civil, fugindo com sua família por ter se rebelado contra a Lei de Registro de Super-Heróis, quando sua tia May acaba sendo baleada ficando entre a vida e a morte.

 A Cena que iniciou Um Dia a Mais

Peter busca todas as formas de salvá-la sem sucesso, até que o demônio Mefisto se oferece para salvar a vida de May em troca do amor de Peter e Mary Jane. Parker aceita o acordo e assim não apenas o casamento dos dois se desfaz como também cerca de 20 anos de cronologia acaba meio que sendo jogada fora, mas o acordo tem um benefício pro Parker, já que ninguém mais se lembra que ele é o Homem-Aranha. Ou melhor: Apenas Mary Jane sabe da dupla identidade do herói.

 Um Dia a Mais acabou com o casamento de Peter e MJ

E assim as histórias do Homem-Aranha se mantém sucesso entre os fãs, apesar de seus altos e baixos. É claro que um personagem de tanta fama acabou migrando para outras mídias como games, cinema e tv. Além é claro de ganhar uma versão recauchutada na linha Ultimate.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Dino

    Aranha não é um inseto e sim aracnídio. O escorpião tambem é um aracnidio.

  • se hoje temos varios filmes sobre personas de HQ, agradeça ao primeiro filme do homem-aranha… sucesso de publico e critica e ter faturado uma das maiores bilheterias da hitoria.

  • @Felipe Lima
    Na verdade o filme de X-Men veio primeiro na Marvel.

    Bom texto. Eu sou um maldito fã do Aranha… meio que há pouco tempo xD
    Faltou falar sobre o lançador de teia.a
    E outras milhões de coisas, mas whatever.

  • Sub-Zero

    @Dino

    Sabia que alguém ia falar isso na hora que vi o título, mas, amigão: É aracnídEo, por favor.
    Se for corrigir, corrija direito.

  • O legal é que todo mundo já cometeu esse “erro”, de incluir o Aranha nos heróis-inseto. Mesmo porque, criar um setor de heróis aracnídeos não vai dar muito certo. Vai ter o Aranha e o… A… Cês entenderam.

busca

confira

quem?

baconfrito