Resenha – Hairspray – Em Busca da Fama

Cinema segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

HAIRSPRAY – EM BUSCA DA FAMA (pra quê o subtítulo?), é um filme muito encantador e gostoso de assistir. Como fã ocasional e bissexto de musicais, sou obrigado a confessar que me diverti muito com as aventuras de Tracy Turnblad (simpática estreante Nikki Blonsky) em busca da igualdade de direitos, tanto racial quanto no padrão de beleza, na Baltimore dos anos 60.

hairspray

Acima de qualquer discurso, o musical acerta no tom da escrachado da crítica e mais ainda, na escolha do elenco, apesar da manobra marketeira a presença de John Travolta como mulher, todos os personagens (temos Christopher Walken, Michelle Pfeiffer, Amanda Bynes, Zac “High School” Efron, entre outros) são trabalhados de maneira carismática e possuem seu momento na trama, ora em musicais ou mesmo em cenas cômicas, como as intervenções da carola Prudy Pingleton (personagem hilário de Allison Janney).

johnenikki

HAIRSPRAY somente exagera um pouco na duração, são quase duas horas, e num número de Queen Latifah desnecessário. Difícil acreditar que o diretor Adam Shankman, de “pérolas” como Operação Babá e Doze é Demais 2, conseguiu orquestrar um filme tão alegre musicalmente e descompromissado.

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito