Livros de Magia (Vertigo)

Bíblia Nerd terça-feira, 06 de janeiro de 2009

Livros de Magia foi escrito por Neil Gaiman. Para muitos, isso seria suficiente para largar o computador/laptop, e, calmamente, correr feito um desesperado para uma livraria para comprar a obra, como se estivesse sendo perseguido por um bando de lobos famintos armados com lasers. Porém, como você é tanga, pobre, inculto e não consegue correr mais de 100 metros sem colocar os pulmões de fora, vou explicar para você o porquê de tanta euforia.

Além de ser escrita pelo Neil Gaiman, Livros de Magia tem um enredo extremamente interessante, que trata do potencial do ser humano, destino e livre arbítrio, a vida, o universo e tudo o mais.

Timothy Hunter (ou só Tim) é um garoto inglês magricela, órfão, franzino, usa óculos pretos redondos e tem um cabelo rebelde que está sempre com o mesmo penteado. Como todo bom herói, Tim tem um enorme potencial para se tornar o maior/melhor alguma coisa do mundo. E, no caso de Harry Potter Tim, calha de ele ter potencial para ser o maior mago do mundo (Hummm…)

 Quem é esse tal de Potter pra eu dar um lição nele?

A HQ, dividida em quatro arcos, mostra Tim conhecendo a magia, sua história, aspectos, personagens, outros mundos e até realidades alternativas, tudo isso para, no fim, decidir se ele quer ou não se tornar um mago.

A história começa com Tim matando uma aula. Andando por aí, ele nota que está sendo perseguido por pessoas estranhas, que lhe perguntam se ele acredita em magia. Os perseguidores (Mister E, John Constantine, Doutor Oculto e Vingador Fantasma) são outros personagens da DC que lidam com magia, e, cientes do potencial do moleque, se dão a missão de mostrar os caminhos da magia e oferecer a ele a escolha de seguir ou não o caminho das artes místicas.

Como todo bom herói (e aluno matador de aula), Tim decide aceitar a proposta dos caras e conhecer a magia profundamente. Na primeira revista, ele tem uma aula de história da magia – ao vivo, claro – ministrada pelo Dr. Vingador Fantasma

 Ô moleque, pára de olhar a bunda da Guinevere e presta atenção na aula!

Nessas aulas, Tim aprenderá a origem do sobrenatural, o que aconteceu com ele no decorrer das eras e a situação atual. No passado, Tim conhece a vida de vários magos e viu o que a magia custou a eles: tragédia por cima de tragédia. Mortes, perseguições, frustrações e até mesmo a destruição de Atlântida foram consequências do mau uso da magia.

Depois dessa animadora aula, Titio John Constantine, na aula de ciências sociais, vai levá-lo numa viagem pelos EUA para conhecer outros magos e bruxos, a maioria deles cruel e sombria, com exceção de Zatanna, uma amiga de Constantine. Nessa revista, um antigo personagem, Deadman, aparece às vezes, sempre sob formas diferentes, para ajudar Tim.

 Ai que burro, vou dar zero pra ele! E pare de passar cola pro Tim, Deadman!

Depois do recreio, Tim vai assistir a aula prática de geografia com o Doutor Oculto. Este leva Timothy para conhecer o Céu, o Inferno e vários outros mundos, inclusive o Sonhar, onde mora Sandman. Porém, o enfoque é em Arcádia, um reino onde moram todos os personagens de lendas (será que tem Saci por lá?). A rainha de Arcádia, tencionando manter Tim e seus poderes com ela, tenta seduzi-lo, mas falha (se fosse a Bel…).

Cada vez mais desanimado, Tim vai pra aula de física, e, com o Mister E, quebra as leis da física einsteiniana e tem uma visão de um de seus possíveis futuros. Nele, Tim aparece como o vilão de uma guerra entre os magos, que ele mesmo teria provocado. À medida que avançam, aproximam-se do fim da humanidade e do próprio universo. Uma vez lá, Mister E, temendo aquilo que Tim poderia tornar-se, resolve matar o menino, se aproveitando do fato de que ninguém poderia interferir. Ironicamente, Tim é salvo pela Morte, irmã de Sandman, que alega que ele não poderia morrer ali, pois ela já havia o “encontrado” há muito tempo atrás. Morte volta ao passado/presente com Tim, mas deixa Mister E lá, para voltar com os próprios poderes.

No fim da quarta revista, os “professores” perguntam a Tim se ele quer se tornar um mago. Assustado com o possível futuro e a tentativa de assassinato, ele responde que não. Entretanto, ele começa a se arrepender cada vez mais de sua escolha até que, enraivecido no seu quarto, ele consegue transformar seu iôiô numa coruja. Então, ele finalmente percebe que não dependia do consentimento de nenhum de seus “guias”, e que a escolha sempre tinha sido exclusivamente dele.

Como alguns de vocês devem ter percebido no início disso, há uma certa semelhança entre o Timothy Hunter e o Harry Potter. Se pesquisarem, encontrarão várias acusações de plágio dirigidas a J.K. Rowling. Essas acusações são falsas, desmentidas pelo próprio Gaiman, que afirmou que ambos construíram seus personagens baseados no mesmo arquétipo. Portanto, relaxem, tomem um fôlego e corram dos lobos até a livraria mais próxima para apreciar essa obra de arte das HQs.

Livros de Magia (Vertigo)


The Books of Magic
Ano: 1990
Arte: John Bolton,Scott Hampton, Charles Vess, Paul Johnson, Peter Gross
Roteiro: Neil Gaiman, John Bolton, Peter Gross
Editora:DC Comics

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Red

    cara eu gosto muito do universo vertigo, essas hqs tipo sandman, preacher, ate o proprio livros de magia são umas das poucas coisas que eu prefiro comprar do que baixar.
    mas o foda é que eu não acho onde venda toda a coleção de uma vez =\

  • Marina

    Nem acredito q falaram de “os livros da magia” aqui! :D

    super recomendado

busca

confira

quem?

baconfrito