Cinco músicas depressivas – pro seu suicídio!

Música terça-feira, 14 de Janeiro de 2014

Falar pra vocês, eu adoro música. Sério, se fosse pra escolher uma única coisa pra viver o resto da vida, seria música.

E nada mais natural que, se fosse pra escolher, a última coisa que eu faria na minha vida seria ouvir música. E sim, eu tô bêbada. Se não tivesse, esse texto não taria marcado como Bacon Marinado. Uma vez inclusive, muitos anos atrás, quando eu tinha só doze anos e um blog no blogspot, fiz uma lista parecida. Mas não igual. Por que a gnte meio que muda nessa vida, né. Sei lá, deve ser. E quando a gente fica b~ebado, dependendo do dia dá pra ficar deprê também. Acho.

Vão se foder. Obrigada.

Nota do editor: O texto está revisado, por isso não tem tantos erros quanto originalmente. Mas se algo errado deixa o texto engraçado, é mantido. Com um itálico, pra vocês saberem que tá errado. Se vocês lerem os erros como se fosse uma fã de Evanescence com 14 anos, fica muito mais engraçado. Juro.

Hurt – Nine Inch Nails

Gente, eu dei pra amar essa porra dessa banda agora. Sei lá por que, deve ter sido por conta de um show que vi na TV outro dia. No mutishow. Ô canalzinho de merda, mas às vezes se salva. Foda-se, falandosério, NIN é depressivo e cool o suficiente pra eu tanto querer me matar quanto dar pro cantor ao mesmo tempo.

As dúvidas, senhor, as dúvidas. São tantas as possibilidades.

Diz nos meus Olhos – Zélia Duncan

Te falar, tinha que ter essa música aqui. Sempre imagino um ricaço, na casa de veraneio na França, uísque numa mão, sentado de robe de veludo em frente a lareira. Toma uma overdose fatal barra letal barra fálica de rivotril e morre.

Mãe, no céu tem rivotril? E música boa? – E morreu.

Mas falando a verdade, essa porradessa música é perfeita pra tal situação. Tô falando sério, me escutem.

Qualquer coisa do Evanescence

Nota do editor: AHÁ!

Lá vou eu falar, de novo, da minah banda predileta. Posso gostar muito dos sebentos, mas puta merda, que porra de banda depressiva. Vão se foder, caralho, vão chupar umas pirocas e serem felizes – ou fazerem alguém feliz.

A concordância desta frase está errada? Deveras. EU ligo? Nem um pouco. Morram, obrigada.

Lovesong – The Cure

Eu amo The Cure. Amo mesmo. Bandinha foda do caralho. E essa música, sério, me dá vontade de cometer suciídio. Não, não dá. Mas dá. Dá pra entender?

Dá. Se não der, morram.

Mas enfim, ela é perfeita pra aquele cara lá que é depressivo, e quer dizer pra família toda que ama todo mundo e ngm foi a culpa dos problemas, blá blá, lanches amanteigados, blá blá. Tudo gente do cu frouxo e molhado, falo logo.

Mas dá pra escutar ela naqueles dias mais dep^res enquanto se come sorvete, óbvio. E eu lá mentiria pra vocês?

Apologize – One Republic

Não ia dar pra encerrar essa lista sm uma musiquinha adolescente sobre justamente ele quem o suicídio. É pra aqueles dias que cê faria de tudo pelo amor da sua vida, incluindo dar pra ele o último trakinas do pacote. E nada além.

Depres~sao é um problema sério, gente, se vocês se sentirem mal, procurem um médio. Mas quem sou eu pra saber das coias, né?

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito