O ritual do bêbado no escuro

Música terça-feira, 10 de junho de 2014

De vez em quando um homem precisa pegar uma garrafa de rum, algumas cervejas, ligar o rádio e sentar-se em sua poltrona no escuro enquanto pondera sobre a vida. O saudosismo dos que já foram, as incertezas do que virá… Mas calma, isto nada mais é do que um ritual de reflexão. Nada de depressão ou mimimi aqui. Afinal de contas, a vida não é apenas comer restos de comida dos outros e lamber o próprio saco. Muitas coisas não ocorrem como o esperado, mas é pra isso que estamos aqui, pra chutar a bunda dessa vagabunda chamada vida e mostrar quem é que manda nessa porra.

Caralho, sério que isso é um texto de autoajuda? Onde será que eu perdi meu pau?

Consegue ler e ouvir música ao mesmo tempo?

É válido lembrar que as músicas não podem ser planejadas. Não senhor. Nada de baixar musiquinhas que você gosta e dar play. É preciso sintonizar a rádio certa e torcer para que o universo esteja conspirando a seu favor. Uma boa dica é parar na primeira estação que esteja tocando uma música que lhe agrade.

Saber sintonizar na estação certa na madrugada certa é essencial para que o ritual do bêbado no escuro funcione. As letras das músicas não precisam dizer nada que lhe abra os olhos. Na verdade, a música não precisa nem ter letra, como é o caso de The Winner Is, do grupo DeVotchka. Tudo o que é preciso para sair renovado do ritual, é a sequência correta de músicas que dão um soco no seu peito e um tapa na sua cara.

A parte da bebida é muito importante também. Aquela velha história de cada bebida dar uma onda diferente não é tão lenda urbana assim. Para o ritual do bêbado no escuro, é aconselhável que você pegue 6 cervejas e 1 garrafa de rum, gim ou uísque. E não, você não pode misturar com energético, seu bosta. A intenção é que você fique um bêbado ponderador e não mude para a rádio rave e surte na sala. Cachaça também não é muito recomendado, já que não queremos que você seja vencido pelos problemas e amanheça com os punhos cortados.

A mistura da cerveja com o rum, gim ou uísque é perfeito para o ritual, pois mantém você acordado, mas sem ficar ligadão e querendo trepar com a primeira mulher que encontrar na rua. Que, levando em conta o horário que o ritual do bêbado no escuro deve ser realizado, seria uma mendiga. Não que isso não animasse a sua noite também, mas o objetivo não é esse.

“Porra, pensar nos problemas da vida já é ruim, imagina bêbado!” Pois é amiguinho, a brincadeira está exatamente aí. Enxergar os problemas de outra forma. É claro que isso não quer dizer que você encontrará a solução para os seus problemas durante o ritual do bêbado no escuro, mas é possível que você comece a enxergá-lo de outra forma e talvez perceba que esse problema não é tão problema assim. Porém, caso o problema seja realmente problemático, pelo menos você conseguiu uma bela noite rindo de você mesmo e ouvindo músicas fodas. Ou não, lembre-se, antes de tudo, o universo precisa estar a seu favor.

Caralho, eu virei um hippie!

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito