Todo tipo de música é boa, dependendo do momento

Música quarta-feira, 06 de novembro de 2013

Jo, que bom saber que enquanto eu estava no show do Roger Waters, pessoas como você estavam em casa. E, sabe porque? Porque provavelmente você é daqueles que dizem que “todo o tipo de música é bom, dependendo do momento”.

Este é mais um momento de genialidade do leitor. Aparentemente, este rapaz ficou chateado por eu preferir ficar em casa com a bunda sentada confortavelmente no sofá “assistindo novela” do que ir pro show do Roger Waters. Esse cara é o tipo que se auto intitula roqueiro e acredita que qualquer pessoa que curta outro gênero musical é seu arqui-inimigo. Provavelmente ele curte o Rock Wins no Facebook e xinga muito nas postagens do Todos contra o rock. Ou seja, é um jovem virgem que faz chifrinho com a mão e grita “Heavy Metal!” pra cumprimentar o amigo tão virjão e pau no cu quanto ele. Mas o que interessa é o seguinte, por que diabos achar que “todo tipo de música é boa, dependendo do momento” é errado? Para facilitar o entendimento, citarei 5 momentos em que músicas totalmente diferentes são perfeitas para cada um deles. Para maior entendimento deste texto é recomendável que vocês leiam [Inclusive os comentários] deste texto e deste aqui também.

Perdoem qualquer ofensa, estou sobre o efeito da COLA!

Existem pessoas que são capazes de tudo para ficar perto de seu ídolo. As fãs do Justin Bieber estão aí pra provar isso, mas a pergunta que não quer calar é: Estariam estes fãs errados? É claro que não, cada um faz o que bem entender da vida. O que é foda é que alguns destes fãs não conseguem entender que nem todo mundo gosta de ir para lugares tumultuados assistir a shows de duas horas sem sequer poder sentar, beber ou mijar direito. Pois bem, é o velho papo do ir a shows ou ficar em casa vendo “novela”. São leitores como o Luiz Carlos Santos [Não, Loney, eu não to comendo. Ainda], o Clayton Slayer e a Aline que me dão esperanças e me fazem crer que meus textos não são lidos apenas por feministas de esquerda que amam a democracia mas acham que se você não gosta da mesma coisa que elas é porque você é um idiota alienado da tia boba e feia Globo. Enfim, pau na bunda de todo mundo e vamos ao que interessa, cinco momentos com músicas marcantes de estilos totalmente diferentes. É, não consegui pensar em nada melhor.

1 – Domingueira no Rio de Janeiro num boteco tomando cerveja das 11:00 até as 16:00 horas, quando a música cessa para que todos possam curtir aquele belo clássico Fla x Flu com os amigos. O que estaria rolando da 11:00 até as 16:00?

a) Marilyn Manson
b) Michael Jackson
c) Claudia Leitte
d) Samba de Raiz
e) Leitor chato reclamando que não tem Pink Floyd na jukebox

É claro que a resposta correta é a D. Porra, domingão de sol, cerveja com os brother, as mulé tudo sambando e rolando aquele samba velho maroto que todo mundo canta junto quando tá loucão, porra, não tem coisa melhor. O foda é só ver o Fluminense tomando piaba do Flamengo de novo. Mas bora lá, FORÇA FLUZÃO!

2 – Com os bros na balada 80’s quando vê aquela gatinha tchutchuquinha coisa louca do papai aiaiai uiui e por coincidência começa a tocar aquela música feita pra este momento de conquista, que música seria essa?

a) Mamonas AssassinasRobocop Gay
b) FagnerBorbulhas de Amor
c) NX ZeroRazões e Emoções
d) MC MarcinhoCatucar
e) Leitor chato cantando Pink Floyd no ouvido da gatinha.

Obviamente a resposta correta é Fagner e sua apaixonante umedecedora de calcinhas Borbulhas de Amor. Não há no mundo moça que resista a esta bela canção de amor. Nem a Aline, que agora só faz sexo por cogumelos alucinógenos da Austrália.

3 – Reconciliando-se com a namorada após você ter feito aquela cagada bonita. Tipo ser flagrado transando com a irmã dela no dia do aniversário de namoro de vocês. Você prepara um belo de um jantar, toma aquele banho caprichado, manda ver no perfume afrodisíaco, usa aquela bombinha de aumento peniano e na hora de escolher a música fica em dúvida entre:

a) George MichaelCareless Whisper
b) Napalm DeathYou Suffer
c) KissRock and Roll All Night
d) Beth CarvalhoVou Festejar
e) Leitor chato pra caralho tocando Pink Floyd no violino

Amigo, se você não escolheu a resposta correta desta vez, você é mais idiota do que eu imaginava. Cê vai pedir desculpas pra tua namorada ouvindo Napalm Death, porra? É obvio que o maior serviço prestado a humanidade em todo o mundo foi prestado por George Michael e sua incrível Careless Whisper. Não há no mundo mulher que não se derreta ao ouvir esta música. Mas não se iluda, diferente de Borbulhas de Amor, Careless Whisper não lhe garantirá uma noite de sexo, mas sim uma noite de romance. Então, vai com calma.

4 – Naquela viagem louca que você e mais 4 amigos planejaram há mais de 5 anos inspirados no filme Se Beber Não Case. Cervejas, camisinhas, alucinógenos, tudo OK, mas e a trilha sonora da viagem, o que estaria tocando no rádio do carro?

a) NaldoAmor de chocolate
b) EvanescenceBring me to life
c) CalypsoA Lua me Traiu
d) Matanza – Todos os CDs
e) Leitor muito chato pra caralho com uma porra dum violão tocando Pink Floyd.

Mermão, porra, mermão. É claro que numa viagem louca só com os brother, rumo a um inferno qualquer pra encher a cara e foder loucamente, Matanza é a melhor opção. O que mais te deixaria empolgado pra entrar em bares desconhecidos e embolar na porrada com pessoas 3 vezes maior que você? Pois é, viva Matanza e seus eternos hinos dos bêbados.

Nota do editor: Na viagem da Aline seria Evanescence.

5 – No protesto loucão de ácido mandando molotov pôrralôka no coco dos puliça e gritando viva la revolución, o que estaria tocando no seu radinho a pilha, já que você não consome essas merdas de mundo capitalista.

a) Rage Against The MachineGuerrilla Radio
b) The WhoMy Generation
c) Planet HempMantenha o Respeito
d) AnittaShow das Poderosas
e) Leitor rebelde chato cantando Pink Floyd

Mermão, é porradeiro, é ferro na boneca, é pau no cu da sociedade, é ponta pé na cara da mãe, é claro que na hora da revolução a música que melhor se encaixa é a da Anitta, já que a maior vitória de 90% dos protestantes é chegar em casa e postar fotos no meio da multidão no Facebook. Cês são irados pra caralho.

Pois é, amiguinhos, o que foi que aprendemos com este texto? Que o meu gosto musical é ruim? Que ninguém protesta pra valer? Que comer a irmã da namorada no dia do aniversário de vocês é um grande erro? Que o Fluminense precisa de um técnico novo? Não queridos amiguinhos, nós aprendemos que em qualquer lugar que você esteja, sempre haverá um fã chato de Pink Floyd. Todo fã de Pink Floyd é chato? Não, mas todo fã de Pink Floyd já tem 49,9% de chances de vir a ser chato pra caralho. Enfim, pra resumir isso tudo, sim, eu sou desses que acha que todo tipo de música é boa dependendo do momento. E agora, como faz?

Leia mais em: , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Arthur Arantes Souza

    Ah, seu gordo puto de uma figa, falando mal do Pink Floyd, rs. Mas é isso mesmo, depois dos 14 anos você não precisa odiar os outros estilos musicais e nem tentar impor seus gostos a outras pessoas.

  • Frey

    Porra ri demais kkkk Serião q ainda tem gente bitolada a um estilo musical apenas?Só é perdoável se a pessoa tiver menos de 15 anos.

    Será q todo comentário agora vai gerar um texto?Bacon virando Casos de Família?Que cola era essa onde eu compro?-sexta no globo repórter.

    o/

  • Aline

    Tempos atrás eu e um amigo nos embolamos numa discussão exatamente com esse tema. E chegamos a óbvia conclusão de que sim, eu posso ser do heavy metal e curtir uma ópera, posso ser sambista e curtir um folk e por aí vai. Quem disse que se tu curte determinado estilo só pode ouvir aquilo? Música taí pra me divertir, e se eu me divirto ouvindo Napalm Death e logo em seguida Fagner, qualé o problema?
    E concordo com os 2 comentários aí, do Arthur e do/da Frey, se tu é xiita depois dos 15 aninhos, só te matando mesmo…

  • Luiz Carlos Santos

    ahahahahah, pô nessa do George Michael, você pegou pesado Jo ! Fiquei com diabetes de tanto açúcar ! Eu até já a havia ouvido algumas vezes, mas não sabia o nome do cantor nem da música. Mas você tem razão mesmo, algumas músicas que são o máximo em algumas situações, beiram o ridículo em outras. Só não concordo com a escolha da Anitta. Ela até que é bonitinha, sensual (vulgar ?), tem certo carisma e não é uma pessoa que pode ser chamada de burra (já que têm inglês fluente e já foi estagiária da Vale), mas quando abre a boca para cantar só sai merda. Anitta não é boa em nenhuma situação. Talvez (eu disse talvez), seja apropriada para situações complicadas no que se refere a trato intestinal, naqueles momentos de aflição em quando estamos no vaso sanitário tentando concluir um “parto” e “fazer o nº 2”, se é que me entende….! Aí pode ser que que escutando o “Show das Poderosas” ou “Pretin” você tenha uma inspiração para tirar a criança pelo reto !!!!

  • Jo

    Era pra ser uma piada com os pseudo protestantes.

  • Jo

    Será? Seria o seu comentário o próximo alvo? Será? SERÁ? Mistérios da meia noite.

  • Cê sabe que a Anitta é do metal e só tá fazendo essas porras porque é o que dá dinheiro nesse país, né?

  • Guilherme Mariano

    Nada a ver.

busca

confira

quem?

baconfrito