Strip-Hop: Melodias para comer alguém.

Música sábado, 18 de agosto de 2007

Sabe, eu gosto de vocês.

Eu gosto tanto, que resolvi até ajudar vocês a se darem bem. Isso mesmo: vou indicar, totalmente de grátis, belas canções para embalar aquele bate-saco nervoso dos seus sonhos.

sex-poetico.jpg

Porque o que importa nessa vida é comer alguém.

Em primeiro lugar, gostaria de deixar claro que a melhor trilha do mundo para momentos a dois é WANDO. Não se engane. Tudo que veio antes de Wando se tornou obsoleto quando ele surgiu, e o que veio depois são meras cópias ou derivados da poesia e versos do Mestre. Mas não vou indicar nenhuma música dele aqui, pois seria chover no molhado. TODO MUNDO conhece e escuta Wando, então não tem motivo pra fazer um post sobre isso. Vamos explorar coisas diferentes, ok pimpolhos?

wando2.jpg

Você não gosta de mim, mas sua mulher gosta.

Muito bem. Convido-os a conhecer um gênero musical diferente, ao qual denominei Strip-Hop. A rigor, estamos falando do Trip-Hop, que derivou do Hip-Hop. O Trip-Hop tem uma batida forte como o Hip-Hop, mas os vocais são muito mais suaves e os temas das músicas são voltados para embalar o ouvinte em uma viagem musical, e não pra deixar ele com vontade de atirar em alguém. Essa é a principal diferença para o Hip-Hop. Atualmente é um gênero que se aproxima do Chill-out e Downtempo. Nomes conhecidos da cena Trip-Hop são: Massive Attack, UNKLE, Air, Morcheeba, Portishead, entre muitos outros.

Já o Strip-Hop, conforme eu o denominei, segue a linha do Trip-Hop, mas é especialmente indicado para fazer uma mulher tirar a roupa, portanto o nome Strip-Hop. Os artistas são os mesmos do Trip-Hop, porém, as músicas Strip-Hop têm algumas características especiais: batida forte e lenta, vocais sexy ou etéreos, letras com referências ao coito, ritmo lento… vocês pegaram a idéia.

sexy21.jpg

Ato ou Efeito: Ajudando você a abaixar as calças de alguém

E lembrando: isso é só uma ajudinha. VOCÊ precisa arranjar alguém pra comer, e isso eu não vou ensinar ninguém a fazer. Se eu tiver que ensinar, eu vou lá e como por você. Clica aí então, pra conhecer minha primeira indicação:

Strip-Hop 01: Hooverphonic/One

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Bel

    eu adoro trip-hop, e sinto FORTEMENTE, não sei porquê, que vou adorar strip-hop. /saf

  • Friederichs

    Com batidas q nem hip-hop eu não consigo nem comer uma maçã

  • Matheus Veríssimo

    Friederichs, somos dois.
    Para falar a verdade acho o Trip-hop muito, muito distante do Hip-hop.
    A semelhança fica apenas no nome.

  • drielle

    caralho, sério cara você escreve bem demais e ao mesmo tempo coisas utéis.
    uau, eu curti.

  • atillah

    Drielle…

    Quer conhecer minha coleção de discos? Você curte Wando?

  • uahuehauhea
    “você escreve bem demais e ao mesmo tempo coisas utéis.
    uau, eu curti.”

    quer dizer, pessoas que escrevem bem, em geral só falam merda!
    e viva a inutilidade humorística \o/

  • Joao

    UHAUHUAHAUHUAHU bem doido

  • Raysa

    Cade????
    Quero mais fuck songs!

busca

confira

quem?

baconfrito