O Coringa, a Batgirl e o MiMiMi

HQs terça-feira, 17 de Março de 2015

O Coringa é um personagem complicado. De onde veio, pra onde vai, o que quer? Bem, o que ele quer nós já sabemos, causar o CAOS. O palhaço não somente é o maior vilão do Batman, como também de todo o Universo DC e agora também o grande vilão das feministas. Ou quase isso.

Em junho, o Coringa completa 75 anos, e para comemorar o aniversário do cara a DC encomendou capas variantes para todas as suas revistas. Não sabe o que isso quer dizer? Isso quer dizer que em junho todas as revistas da DC Comics terão uma capa variante com o Coringa avacalhando os personagens do título. Prestem atenção, isso não significa que ele terá alguma participação na história, as capas são apenas homenagens ao palhaço. Ou seriam, já que a capa variante de Batgirl #41 gerou um pouquinho de treta desnecessária.

Tudo bem que a nova Batgirl dos Novos 52 é completamente voltado ao público feminino teen e que a capa é realmente um pouco pesada, mas como assim você é uma adolescente fã de Batgirl e não sabe de todo o trauma que ela passou nas mãos do Coringa? Bom, o grande problema é que a atual desenhista da revista da Batgirl é Babs Tarr, que tem um traço um tanto quanto doce, fofo, meigo e… Ain, meu coração… E, segundo uma blogueira americana do Woman Write About Comics, alguma criança de 15 anos pode deparar-se com a arte de Babs Tarr no Tumblr, encantar-se pela arte de Babs Tarr, ir pela primeira vez a uma comic shop por causa da Babs Tarr e deparar-se com a seguinte imagem:

Pesado né? Pois é, mas o problema é que todos os dias crianças de todo o mundo interessam-se por super-heróis, principalmente nesses últimos tempos em que temos no mínimo 3 filmes de super-heróis por ano. Agora imaginem o seguinte: Betinho vai ao cinema com os pais assistir O Espetacular Homem Aranha. Betinho é apenas uma criança de 9 anos e por isso acha o filme completamente incrível e mais incrível ainda é a revelação que seus pais fazem logo em seguida:

– Hey, Betinho. Sabia que existem histórias em quadrinhos do Homem Aranha?

Betinho surta e enche o saco dos pais para ir até a comic shop comprar a maior quantidade de HQs do Homem Aranha possível, e eis que quando Betinho finalmente chega em casa e abre a HQ, depara-se com uma história onde o Homem Aranha faz um pacto com o demônio pra salvar a vida das pessoas com quem se importa. E tem também o Rafinha, que é fã do Homem de Ferro desde o primeiro filme do Stark e, infelizmente, o primeiro quadrinho que ele comprou após assistir ao filme foi Demônio na Garrafa. E agora? E se uma dessas fãs de Batgirl que não devem ter a inocência violada por causa do passado da heroína resolver ler A Piada Mortal? Devemos queimar todas essas HQs que ferem os sentimentos puros dos jovens? Devemos começar a censurar as HQs para salvar a juventude?

Bárbara Gordon é uma personagem incrivelmente interessante principalmente por todo horror que sofreu nas mãos do Coringa e que apenas a deu mais força para lutar contra o crime, mesmo que como Oráculo. Não querer que os novos leitores saibam disso é a mais simples ignorância. Entendo que há muito machismo nas HQs, mas dessa vez as reclamações foram completamente desnecessárias. As novas leitoras não somente deveriam ter contato com essa arte, como deveriam ser influenciadas a conhecerem melhor o passado da personagem, que é certamente o maior exemplo de super heroína nas HQs. Mesmo não sendo super.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito