O 1° episódio de Amor À Vida foi melhor do que toda a Salve Jorge

Televisão quarta-feira, 22 de maio de 2013

Sim, é verdade, essa novela me arrancou lágrimas másculas duas vezes só no primeiro capítulo. Primeiro quando o maldito hippie foi preso e depois quando a mulher e a filha do Malvino Salvador morreram. É óbvio que eu ainda não sei o nome dos personagens, por isso os chamarei pelos nomes reais. “ARGH, NOVELA, MIMIMI”. Pau no seu lombo.

 #MuitoXatiada

Pois é, eu sei que fazer uma novela pior do que Salve Jorge é quase impossível, porém, não precisava chegar de voadora na costela tio Walcyr Carrasco. A nova novela das oito nove conta a história da família do Antônio Fagundes, que é um médico montado na bufunfa e com alma solidária, tanto que abre uma área para a população carente em seu mega hospital particular. Fagundão, pobre coitado, infelizmente é casado com ninguém mais, ninguém menos que Susana Vieira, que interpreta ela mesmo, sendo uma megera xexelenta que enche o saco da filha, que é a mega delicinha Paola Oliveira, que descobre ser adotada graças ao seu irmão bicha má, Mateus Solano, durante uma viagem familiar ao Peru, pra comemorar a entrada de Paola Oliveira no curso de medicina. Porém, após ter a paciência molestada mais uma vez por Susana Sujeira, Paolita Gostosura Oliveira decide dar uns rolê pelas montanhas e encontra ele, Adalto Juliano Nazaré Cazarré, que trata logo de dar uns catos na garota, que decide fugir com o hipponga e embuchar.

 Ê laiá!

Sem dinheiro, mas com a barriga cheia, Paola Oliveira decide que é hora de voltar pra São Paulo e pedir ajuda pra papai Fagundão. Porém, Cazarré não quer que os sogros saibam da futura netinha antes da hora e decide que vai dar um jeito de arrumar grana pra passagem de volta, sem ter que pedir dinheiro pro sogrão. A solução? Confiar na amiga filha da puta e eterna recalcada, Maria Maya, que leva Paola Oliveira pra macumba peruana e descola duas passagens de avião pra São Paulo em troca de Juliânus Cazarreto trazer um pouco de coca da primeira qualidade pro Brasil. O cara topa, os pombinhos vão para o aeroporto e em uma das cenas mais tristes que eu já vi em uma novela, o rapaz é preso. Sim, Paolita volta sozinha para o Brasil e é recebida pelo irmão mau caráter bicha má, Solano, que a manda esconder a gravidez dos pais, o que ela faz muito bem durante nove meses graças aos dotes de Frankenstein Bárbara Paz, esposa da maricona que manja das putarias do mundo da moda. Mas, como em toda boa novela, a merda tem que vir na marra e no pior momento. Pera, como em toda boa novela não, como na vida. Fagundão decide dar uma festa para a alta sociedade pra comemorar a inauguração da ala povão em seu hospital e é em meio a essa festa que Solano conta a Oliveira que seu amado hippie está livre e em São Paulo. Sendo assim, a tetéia resolve fugir novamente para encontrar seu grande amor, porem é surpreendida por Megera Vieira, que descobre que ela está grávida, faz um escândalo, todo mundo corre pra ver e Fagundão resolve enfartar.

Em outro canto, Malvino Salvador, rapaz de família humilde e casado com a filha da Regina Duarte descobre que também vai ser papai de uma menina, só que sua amada esposa tem pressão alta e precisa de repouso e é aí que o bicho pega. Malvino está na faculdade e só trabalha meio período, o que significa que seu salário não sustenta a família e então a Filha da Duarte decide continuar trabalhando, contrariando as ordens médicas da atriz que fez a Zarolhinha em Gabriela. Eis então, que no mesmo dia que Paola Oliveira dá à luz sua pequena criança em um banheiro sujo de boteco, após ter enchido o saco de Cazarré porque o rapaz estava comemorando a liberdade e a gravidez da mulher, Filha de Duarte também entra em trabalho de parto, porém, acaba morta, assim como sua filha recém nascida. E a cena de Malvino Capital da Bahia chorando em cima do corpo da mulher falecida é de cortar corações. Confesso que eu, pai de família, derramei mais uma lágrima nesse momento. E é agora que chegamos ao momento ironias do destino. Solano, cheio de recalque da irmã, a encontra caída no chão do banheiro com a criança recém nascida ao seu lado. Na maior da filha da putagem, Bichona Solano pega a sobrinha e deixa a irmã pra morrer. Sem saber o que fazer com a pequena criança, a moçona o rapaz decide deixa-la em uma lixeira, em seu ápice de crueldade, provando a todos que é uma bicha muito má. Porém, ele não contava com o destino para foder com sua vida. Malvino Salvador, envergonhando toda a raça masculina e chorando feito um idiota enquanto perambula pelas ruas, ouve o choro da pequena criança e a pega no colo, agradecendo a papai do céu pelo presente. FIM. Tá, e daí? Ah, por falar em fim, parabéns Claudia Raia.

 Porra Celulari, porra!

E daí, que Salve Jorge entrou definitivamente para a lista das piores novelas do mundo e jamais será reprisada em Vale a Pena Ver de Novo. Se resolverem vender os direitos de Salve Jorge, nem o SBT vai querer de tão ruim que foi aquela merda. Claudia Raia que devia ser a grande vilã acabou ganhando a torcida da galera, já que ela sempre fodia a mocinha que se tornou a verdadeira vilã. Sempre que vejo Nanda Costa na TV eu tenho vontade de socá-la. Acho que eu só tenho mais ódio da Glória Perez, que agora resolveu jogar a culpa do fracasso da novela pra cima do diretor. É, porque foi o diretor que esqueceu que a velha tinha alzheimer. Foi o diretor que sumiu com o traficante que queria ser famoso e gravava vídeos. Foi o diretor que não soube desenvolver os personagens. Pau no seu cu, Glória Perez, só falta botar a culpa nos crentes que encheram o saco falando que a novela era macumba de Ogum. O final de Avenida Brasil tinha sido ruim e tinha te dado uma oportunidade ótima de superar, mas porra, mandar retcon de cavalinho sendo enviado por São Jorge porque teve que cortar mais de 20 episódios por falta de audiência é foda, hein tia Perez? Mas porra, a abertura dessa nova novelinha com a música do Daniel também ficou ruim, hein. E ainda teremos a estreia de Tatá Werneck, a participação de Neymar, Marcello Anthony e Thiago Fragoso interpretando eles mesmos um casal gay e um mamilo de Suzana Vieira querendo roubar a cena. Ah, além do óbvio triângulo amoroso: Oliveira, Salvador e Cazarré. Quem vai pegar quem? Vai saber.

 Os crente tudo deram cria por causa da Vanda Convertida. Hey, nada de página no Facebook com esse título, hein!

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito