Grandes desenhos do passado – Jayce e Os Guerreiros do Espaço

Televisão quarta-feira, 28 de abril de 2010

Alguns meses atrás, quando pesquisava para escrever sobre Defensores da Terra, sem querer achei os vídeos deste desenho que, por cair nas garras do tio Sílvio Santos, não passou muito na TV e sumiu sem deixar vestígios na TV brasileira.

 Batalhas épicas

Só o que posso dizer é que Jayce e Os Guerreiros do Espaço é daqueles desenhos que não dá para saber porque caralhos não é reprisado à exaustão e não alcançou o sucesso esperado por terra brasilis. Ok que passava no Show da Mara, duas vezes por semana, e sumia da programação constantemente, mas, poxa, fez sucesso no mundo inteiro, logo, a culpa é do SS mesmo, por não ter dado certo.

Enfim, lamúrias à parte, Jayce era um clássico desenho oitentista, abertura com rock-farofa-pauleira, à lá comercial clássico do Hollywood, personagens com potencial psicológico cheio de traumas, mas com um cômico, para dar mais leveza a série e, claro, muitos combates entre veículos espaciais futurísticos orgânicos.

Abertura do desenho, sobe o som!

A história tem um tom apocalíptico: Audric, pai de Jayce, é um cientista botânico que estuda uma forma de acabar com a fome do universo (Pretensão da porra!), desenvolvendo plantas ultrarresistentes que possam sobreviver e serem cultivadas em qualquer ambiente da galáxia. Obviamente que dá merda, após um acidente radioativo (A grande tara da época), as plantinhas sofrem mutações, se transformam em seres extremamente inteligentes e, para azar de geral, resolvem dominar o universo.

 Olha o naipe da nave dos caras, acha que não queria um treco desses?

Apesar da mania de grandeza de humanos e vegetais, o bicho começa a pegar, pois os mutantes vegetais, liderados por Saw e chamados de Monstróides, se reproduzem rapidamente e organizam exércitos para colocar o plano em prática. Vendo a merda que fez, Audric esconde em um medalhão o segredo para acabar com as ervas daninhas monstruosas e o parte em dois, para dificultar o trabalho do exército de Saw, já que por algum motivo desconhecido plantas leem mentes no desenho e são telepatas.

Como Audric some do mapa, se escondendo pelo universo, Jayce é obrigado a se juntar à Liga Relâmpago, um grupo de guerreiros espaciais que possuem diversas armas de combate para proteger o universo. No grupo de Jayce, além de lutar contra as plantas, ainda são obrigados a procurar o pai com a metade do medalhão para exterminar os verdes.

 Deu merda!

Legal que no grupo tinha tudo quanto é tipo de personagem: A menina Flora, que foi criada a partir de uma planta e que possui poderes telepáticos, o mago Gillian, que serve de guru para Jayce, o piloto Herc, que lembra muito Han Solo, e o robozinho atrapalhado Oon, mascote (Ou amigo) de Jayce. Há também o peixe que voa de Flora, Brock, que lembra um Kinguio gigante.

Olhando o desenho hoje, vê-se uma mistura muito interessante de ficção-científica, transgênicos, clonagem, genética e uma porrada de coisas. Se notaram na abertura, as lutas e batalhas eram fantásticas, com os veículos da Liga muito bem feitos, assim como os Monstróides, que se transformavam em veículos de batalha. O chato era que todos eram repetidos, talvez para economizar na criação dos mesmos.

 O protagonista tem um quê de anime, mas essa macha no cabelo…

Como nem tudo são flores, o desenho, assim como Caverna do Dragão, não teve final. Seu criador, J. Micheal Straczynski, e o estúdio DIC Entertainment chegaram a produzir o roteiro de um filme que encerraria a série, mas infelizmente não foi para frente.

Para uma produção da época, até que teve muitos episódios, sendo 65 no total. Uma curiosidade interessante é que o desenho, assim como 347% das animações da época, foi criado para vender brinquedos, mas nunca teve um bonequinho produzido. O que é uma pena, já que tanto os personagens como os veículos e naves tinham um ótimo potencial. Eu mesmo teria todos!

Música de encerramento, muito interessante também.

Enfim, no Youtube há alguns episódios dublados originais, assista e diga o que acharam aí nos comentários, e se tem algum outro desenho que não é muito citado, mas vocês gostavam e sentem falta.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Hehe, definiu bem, desenho oitentista com rock-farofa! E esse locutor do vídeo de abertura também é praticamente um clássico do SBT!

    Engraçado q assistia a Mara, mas não lembro desse desenho. E curiosamente só lembro dos 6 Biônicos do programa dela. Outro clássico oitentista!

    AT+!

  • Felipe

    Desde aquela época que não tenho contato com esse desenho. Sempre quis reencontra-lo mas por alguma razão nunca fazia. Hoje de manhã acordei com ele na cabeça e digo pra mim: agora acho esse raio de desenho que ninguém lembra. É interessante descobrir nossas influências. Sou rockeiro convicto, amante de ficção científica e hoje entendo o porquê. Vejo esses dezenhos vazios, sem enredo e personagens pobres de hoje… Não me conformo como as coisas podem decair tanto assim… Outro dia tava ouvindo antigueiras infantis como Trem da Alegria, Balão, Dominó e fiquei bobo com a qualidade e o conteúdo responsável das letras. É realmente muito triste…

  • Se este tema musical rock farofa de shuki levy ganhador de diversos prêmios de temas musicais de mais de 200 desenhos imagina,os de hoje que nem tem musica de abertura.
    Na minha opinião dos melhores temas musicais,não esqueci deste desenho por causa da musicas.Juto com o tema musical de Galaxy Rangers,Mask e tantos outros desenhos.
    Seculo 21 e a decadência da animação tradicional ou até nova tata falta de criatividade dos produtores .

  • Roberto Gomes

    …Que legal, procuro por este desenho ha muito tempo e não tinha registro real dele, cheguei a pensar que era fruto da minha imaginação, porque eu era muito jovem e como voce citou foram poucos episodios passados na tv, mas o suficiente para marcar a minha infancia. Parabéns pelo site. Abraço.

  • Marshal Law (coveiro)

    Os Cavaleiros da Luz Mágica (Globo) e Os Inumanóides (SBT)

  • Marcelo S.

    Opa, teve bonequinho sim… não aqui, mas lá fora sim..

busca

confira

quem?

baconfrito