Filmes bons que passam batidos 01 – Sunshine

Filmes bons que passam batidos quarta-feira, 22 de agosto de 2007

SCI-FI
Em tempos de internet e oferta enorme de filmes, fica difícil separar o joio do trigo, e saber se você come o trigo ou assiste o joio.

Ok, isso não fez sentido.

Mas, enfim, quero apresentar pra vocês alguns filmes que descubro por aí, assisto e penso “porra, esse filme é legal, pena que ninguém assistiu pra discutir ele comigo”. É importante ver algumas coisas fora do esquemão, para saber o que assistir enquanto não lançam Sin City 2 e Silvia Saint Sex Explosion Monkeys Part 6.

silvia_saint2.jpg

Ô lá em casa.

O esquema é aquele: screenshots do filme, comentário e recomendação final. Tire suas próprias conclusões mais aprofundadas depois de assistir ao filme, que é o que interessa.

 

sunshine.jpg

Sunshine (2007)

O enredo é simples: em um futuro próximo, o Sol está se apagando, e uma missão espacial é lançada pra jogar uma bomba de nêutrons (suponho) pra dar um reboot no Sol.

É, eu também achei que ia ser uma merda. Como aquele filme que os caras tentam ir até o centro da Terra e tals. Mas dê uma chance. Sabe quem dirigiu Sunshine? Danny Boyle, mano. O mesmo de 28 Days Later e Trainspotting. Dá pra sentir a mão do cara no filme, com tensão do começo ao fim, que é o filé mignon dessa película.

Começa pela tensão entre os tripulantes, que claramente têm visões diferentes sobre quais são as prioridades na nave. Muito cedo você nota os problemas de negociação de interesses que acontecem ao confinar pessoas em um espaço limitado. Escolheram atores muito bons e razoavelmente desconhecidos do grande público, o que ajuda você a se identificar com eles, e gostar mais de uns do que outros.

 

sunshineshot.jpg

Olha QUANTA gente pra morrer nesse filme.

Depois tem a tensão própria da missão, que ninguém sabe se vai dar certo ou não. Porra, jogar uma bomba no Sol pra ver se ele dá uma animada? Tá parecendo churrasco de domingo, quando você vê que acabou o álcool e precisa acender o fogo. Mas a incerteza da missão passa para o telespectador e, embora não seja central no filme, você fica torcendo pela porra do final feliz, pra ver se salvam a Terra.

Adicione ao enredo o fato de que no meio do caminho eles acham a nave da missão anterior, que não deu certo. É lógico que eles vão até a nave, né? E é lógico que tem alguma coisa lá, né? Pois é, assista.

Lembre-se, esse filme não é um blockbuster. O filme é muito refinado, coloca uma ênfase imensa nas imagens, fotografia, efeitos sonoros e psicologia dos personagens. Filminho pra se ver com calma, que vai te conquistando devagar, sem montanha-russa emocional. Lembra os melhores momentos de 2001: Uma Odisséia no Espaço. Não aqueles momentos finais, que são muito loucos. Aqueles momentos onde você vê o homem lidando com forças maiores do que ele, exilado de seu planeta natal e metido em uma situação potencialmente enlouquecedora. Aliás, Sunshine tem uma versão feminina do HAL, o computador pirata de 2001. Danny Boyle deve ser fã do Kubryck.

Recomendação final: Gosta de filmes de sci-fi, mas não agüenta mais as porras de Armageddon que tem por aí? Legal, Sunshine é pra você mesmo.

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Friederichs

    Cara, eu não achei na locadora qndo fui…..

    E falando nisso, vc já viu fonte da vida?! Assita é bom demais!

  • Bel

    fiquei MORRENDO de vontade de assistir :~

    sabe onde tem prá baixar?

  • atillah

    Frederix, já assisti a Fonte da Vida cara, é muito bom mesmo. Quem diria que o Wolverine conseguiria fazer um papel dramático daqueles.

    Bel, se você sabe usar torrents, tem no mininova.org

  • bel

    eu não sei usar torrents :)
    *TANGA*

  • bel

    tudo bem… enquanto não consigo assistir, vou baixando Silvia Saint Sex Explosion Monkeys Part 5

  • eu, quero, preciso, ver, esse, filme
    *baba*

  • Kubryck???

  • théo

    Finalmente vi o filme, e é bom mesmo. Percebi algum toque “Extermínio” na bagaça, mas pensava ser só pelo ator principal. E o psicólogo é a sua cara, véi, bem que eu queria ver você virando pó.

    Aliás, como você cometeu a terrível falha de NÃO citar as mensagens subliminares que aparecem quando a luz das lanternas que eles usavam na outra nave passava sobre a câmera. Aparecia os ROSTOS da antiga tripulação, aquilo arrepiou até os pêlos que ainda estavam pra nascer.

  • atillah

    @ théo

    “Falha de não citar as mensagens subliminares”?

    Parabéns, você acabou de fazer um SPOIL que eu me recusei a fazer na resenha. Se eu citasse isso antes, você ficaria esperando durante o filme e ia perder 90% da surpresa na hora, assim como você acabou de fazer com todo mundo que leu seu comment e ainda não viu o filme. Eu vou te banir dos meus posts cara.

  • théo

    ORRÔ! Adoro fazer isso.

  • A3_adriano

    Msg subliminar??? As imgs apareciam por quase 1/3 de segundo! Foi a intenção do diretor ou produtor (sei lá quem decidiu) mostrar… dããããã ¬¬

busca

confira

quem?

baconfrito