As bandas da minha cidade são mais do balacobaco do que as da sua (Petrópolis)

Música quarta-feira, 07 de agosto de 2013

Só existe uma coisa melhor do que mostrar pros seus colegas de trabalho o quanto seu péssimo gosto musical é do balacobaco, esfregar na cara deles que as bandas da sua cidade são muito mais do balacobaco do que as da cidade deles. Infelizmente, a maioria não sai de casa e por isso não conhecem bandas locais, sendo assim, acredito que o único que brincará dessa vez será o Arthur.

 Barizon, a lenda.

Tudo bem que metade dessas bandas acabaram ou estão de férias infinitas, mas ainda assim, elas chutam as bandas da sua cidade. Se é que vocês que me entendem. É o caso da Torivas que era uma porrada de rock and roll na tua cara, com influências totalmente distintas, tinha um som único e pesado, tanto no instrumental quanto no vocal. As músicas próprias, que vocês podem ouvir aí, assim como os covers, que iam de Creep a Anarchy in the UK, agitavam o show do princípio ao fim e faziam até o Barizon largar a cana e pogar. Ah, e foi a banda que me ensinou que escarlate não é vermelho. Cês sabiam disso?




A Cyius, assim com a Torivas, era uma das bandas velhas fodas da cidade e tem como integrantes um vocalista de 3 metros de altura e um guitarrista que vira e mexe gosta de cair de cara no palco enquanto toca. Infelizmente, a banda resolveu “dar um tempo”, mas a verdade é que os caras precisavam de férias da galerinha chata [EU] que ficava pedindo pra tocar Cegueira, que é praticamente o Smells Like A Teen Spirit da banda. Ouçam o CD de 2007 na íntegra e depois me digam quantas vezes vocês ouviram Cegueira ou Um motivo a mais.

A Pulse é atualmente uma das bandas mais do balacobaco ainda em atividade da cidade. A banda começou como cover de Slipknot, tocavam com máscaras e no mesmo nível da banda original, porém, alguns integrantes partiram para novas empreitadas além das montanhas serranas e atualmente a banda está reformulada e investindo no som próprio. E tão mandando pacarai, o primeiro clipe deles taí pra mostrar que eu não tô mentindo.

A Hover [Antiga Maurício Lago], como eles mesmos dizem, é formada por 5 tolos de Petrópolis-RJ tentando fazer rock em inglês no Brasil, e é a junção de alguns integrantes de algumas bandas que se desintegraram no decorrer dos anos. Os caras tocam desde sempre, mostrando que não estão brincando de música e conseguiram gravar o primeiro CD, Champagne for the brain, com a grana que arrecadaram com os próprios shows. Recentemente gravaram um clipe para a música Pieces, que estará no 2° CD da banda que está em estúdio e sairá até o fim desse ano [2013]. Percebam que um dos guitarristas é irmão gêmeo do Pizurk.

A Upside Down é certamente uma proposta diferente para o underground serrano. O caras tem como influência bandas como Deftones, Queens of the stone age, Los Hermanos e Cartola, entre outros, e isso fica bem claro no som único que a banda faz. Percebam que na música Estigmas o vocalista Bruno Moreno [Vulgo Lulu Santos Queimadinho] chama desesperadamente por seu baixista, conhecido no underground como Popo, que resolve responder [Mal educadamente, diga-se de passagem] somente aos 2:14 de música.


E é claro que a sua cidade nunca terá a Devil’s Riding School, que era formada por Metaleiro Barizon, Raesky, Camundongo e Gustavo, com o mítico clipe de Funeral de Ambição, que reuniu os Hermes e Renato e o Away pra dar uma anarquizada na cidade. Chupem essa manga no asfalto quente, caras.

Leia mais em: , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Pipico

    FODA!!!!!

  • Matheus Ragazzi

    só tem essas bandas na cidade ?? ou você ficou com preguiça de escrever mais? kkkkkkkkkkkk

  • Jo

    Na verdade eu não consegui achar material das outras bandas.

busca

confira

quem?

baconfrito