A menina que amava o Thor

Contos quarta-feira, 04 de julho de 2012

Antes de mais nada, gostaria de deixar bem claro que essa é uma história fictícia, qualquer semelhança com a vida de Jamie Berke, Geysy Arruda ou Dona Gertrudes é mera coincidência.

Era uma vez, uma menina gordinha e sem amigos. Irei chamar essa menina gordinha e sem amigos de Senhorita Pig. Senhorita Pig sempre gostou bastante de histórias em quadrinhos, por isso, nunca fez amizades ou teve relações íntimas com outras pessoas. Solitária e apaixonada por Thor, Senhorita Pig sofria por um amor que nunca poderia ter. Como muitos fãs de quadrinhos, Senhorita Pig ficou empolgada com a notícia de um filme dos Vingadores e não via a hora de ver seu deus nórdico em ação ao lado de tantos outros heróis que sempre a encantaram. Então, chegou o tão esperado dia, Senhorita Pig, Papai Pig e Mamãe Pig foram todos juntos ao cinema. Senhorita Pig não desgrudava os olhos da tela e suspirava sempre que via o deus do trovão e seu martelo. Como boa fã de quadrinhos, Senhorita Pig riu, ficou nervosa e se emocionou com o filme. Quando os créditos finais começaram a subir, Senhorita Pig mal podia esperar para ver a tão esperada cena pós-créditos. E então, mais uma vez, como boa fã de quadrinhos, Senhorita Pig urrou ao ver Thanos ensaiando dar as caras em Vingadores 2. Por fim, as luzes do cinema finalmente se acenderam. Senhorita Pig estava trêmula, mal conseguiu levantar-se da poltrona. Saiu calada do cinema e caminhou até o carro junto de Papai Pig e Mamãe Pig. Quando finalmente retomou o fôlego, perguntou:

– Hey, pais. Sabem qual foi a minha parte favorita do filme?

– Não, Senhorita Pig. Não sabemos, qual foi? – Responderam os pais temendo que dentre todas as cenas maravilhosas do filme, ela tenha vindo a gostar justamente da única que eles não queriam comentar.

Então, Senhorita Pig disse eufórica:

– Foi quando o lindo do Thor defendeu seu irmão, aí a Viúva Negra disse que ele tinha matado 80 pessoas em 2 dias e aí ele diz que o Lóki é adotado! – E começou a rir sozinha dentro do carro.

Papai e Mamãe Pig se entreolharam, respiraram fundo e Papai Pig tomou as rédeas da situação. Parou o carro no acostamento da estrada, calmamente virou-se para o banco de trás e temeroso, porém determinado, disse:

– Filha, você é adotada!

Os risos tornaram-se lágrimas e o amor impossível que ela tinha por Thor chafurdou-se em lama naquele exato momento. Sentindo-se traída e tendo o melhor dia de sua vida arruinado, Senhorita Pig fez o que qualquer gordinha, sem amigos, adotada, apaixonada por um personagem de histórias em quadrinhos e que se masturba com um soquete faria: Exigiu que a Marvel se retratasse e pedisse desculpas, e então, mais uma vez em sua vida miserável, Senhorita Pig foi ignorada magistralmente.

 #Chatiada

E essa senhoras e senhores, é a trágica história de muitos adotados chatos.

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Loney

    Porra Pizurk, porra, olhaí o estagiário avacalhando até mesmo os padrões do Bacon

  • O que eu achei mais interessante foi a incapacidade de interpretação de algumas pessoas. Porra, a piada do Thor não quis dizer que “AIN TODOS OS ADOTADOS SÃO MALVADÕES”.

    Sempre tem uma associação americana de gente desocupada pra reclamar. Pqp.

  • se masturbava com um SOQUETE! fundo do baú! ueheuheueheuheuheuheuh

  • Jo

    @312a1a8b76bfff9760e1c84d16d3db8f:disqus Problem?

  • Eu achei o conto muito bom, velho.

  • Loney

    Heh

  • Loney

    tsc tsc

busca

confira

quem?

baconfrito