X-Men – Apocalipse (X-Men – Apocalypse)

Cinema sexta-feira, 21 de outubro de 2016

 Desde o início da civilização, ele era adorado como um deus. Apocalipse, o primeiro e mais poderoso mutante do universo X-Men da Marvel, acumulou os poderes de muitos outros mutantes, tornando-se imortal e invencível. Ao acordar depois de milhares de anos, ele está desiludido com o mundo em que se encontra e recruta uma equipe de mutantes poderosos, incluindo um Magneto desanimado (Michael Fassbender), para purificar a humanidade e criar uma nova ordem mundial, sobre a qual ele reinará. Como o destino da Terra está na balança, Raven (Jennifer Lawrence), com a ajuda do Professor Xavier (James McAvoy), deve levar uma equipe de jovens X-Men para parar o seu maior inimigo e salvar a humanidade da destruição completa.

Antes de mais nada, precisamos deixar bem claro que a Fox não sabe fazer filmes de super-heróis. E antes que venham gritando Deadpool com seus bonequinhos e bigodinhos sujos de nescauzinho da vovó, saibam que além de não ser um super herói, o filme do Deadpool só existe do jeito que é porque a Fox teve envolvimento mínimo no projeto.

Já são mais de 10 anos tentando fazer um filme bom dos mutantes e fracassando miseravelmente. Confesso que X-Men – Apocalipse não é tão ruim quanto os outros filmes e talvez seja o X-Men 2 dessa nova “trilogia”, mas continua não sendo um filme bom. Infelizmente. Não é implicância com a Fox, não é pagação de pau pra Marvel, são fatos. Cês acham que eu não queria ver um filme bom dos X-Men antes de morrer? É claro que sim, mas as chances são praticamente nulas. Eu tinha achado Dias de um Futuro Esquecido um filme bem foda, mas os caras já cagaram cronologia de novo. Enfim, eu vou começar pelos pontos positivos do filme. Dá pra listar rapidamente aqui, óh:

1 – Ciclope e companhia saindo do cinema e dizendo que o terceiro filme é sempre o pior.
2 – A cena do Mercúrio salvando a galera na Mansão Xavier.
3 – Wolverine (Muito bem caracterizado, diga-se de passagem) e o massacre na Arma X.
4 – Jean Grey botando pra foder com a Força Fênix.

E é isso, 4 cenas de menos de 2 minutos cada em um filme de 2 horas.

O Apocalipse não me convenceu antes, durante e nem depois do filme, ele já tinha poder o suficiente pra destruir o mundo, porque não acabou com os X-Men antes de tentar possuir o corpinho do Professor Xavier? Aliás, que Apocalipse burro de achar que os 4 idiotas que ele chama de Cavaleiros do Apocalipse dariam conta de alguém. Durante a batalha final, Tempestade fica escondida o tempo todo, Anjo tem uma morte patética, Psylocke simula um desmaio e depois foge destilando recalque e o Magneto é o Magneto, a gente sabe que ele é o verdadeiro herói dos novos filmes dos X-Men. Aliás, por falar em verdadeiro herói dos novos filmes dos X-Men, puta mancada colocar a Mística pra liderar a equipe, hein. Puta que me pariu! Mas vamos voltar pro Magneto aqui.

O maior problema dessa nova trilogia de X-Men é a falta de coragem em transformar Magneto em vilão. Em Primeira Classe, ele é o bom sujeito que está cansado de ser perseguido só por ser mutante. Em Dias de um Futuro que queremos esquecer Esquecido ele foi preso por assassinar o Presidente Kennedy, mas foi um erro, pois ele só estava tentando salvar o Presidente, que também era mutante. E aí, no final de Dias de um Futuro Esquecido, Magneto finalmente ergue-se como o terrorista mutante que todos amam odiar e, porra, é isso aí, vai Magneto, reverte os polos do planeta e… NÃO! Em X-Men – Apocalipse, Magneto está tentando mais uma vez levar uma vida normal e tem um emprego, amigos e uma família na Polônia, onde as pessoas parecem não assistir televisão. Fizeram desse novo Magneto o Wolverine, um lobo solitário que quer ficar longe de problemas, mas os problemas sempre vão até ele. E no final do filme o cara tá bonzinho de novo. PORRA FOX!

Não dá, eu desisti de X-Men já faz algum tempo. Até assisto os novos filmes, mas sem expectativa nenhuma. E pior é que nem com expectativa negativa o filme consegue me agradar, como aconteceu com Esquadrão Suicida. Falamos disso numa outra hora.

X-Men – Apocalipse

X-Men – Apocalypse (143 minutos – Ação)
Lançamento: EUA, 2016
Direção: Bryan Singer
Roteiro: Bryan Singer, Simon Kimberg, Michael Dougherty, Dan Harris
Elenco: James McAvoy, Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Oscar Isaac, Rose Byrne, Evan Peters

Leia mais em: , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito