Nossas apostas pro Emmy 2016

Televisão sábado, 17 de setembro de 2016

Chegou a hora de celebrar o que realmente importa: As séries que vimos durante todo o ano. O 68º Emmy, considerado o Oscar da TV americana, acontece no próximo domingo (18) [Nota do editor: Também conhecido como amanhã] e – como não poderia deixar de ser – vamos dar nossos pitacos furados sobre os concorrentes e possíveis ganhadores.

Melhor série dramática

The Americans
Better Call Saul
Downton Abbey
Game of Thrones
Homeland
House of Cards
Mr. Robot

Nelly: Downton Abbey foi cancelada, não foi? Então vou nela, porque é a sua última chance de premiação. Mas tava com vontade de apostar mesmo em Mr. Robot.

Jo: Tô com a Nelly nessa aí. Quero apostar em Mr. Robot, mas se for pra premiar série dramática de verdeade tem que levar Downton Abbey ou Homeland.

Loney: Não assisti nem Quebrando Mau, mas Better Call Saul não era comédia?

Pizurk: Cês tão de zoeira que ninguém vai apostar em Jogo dos Trono?

Melhor atriz em série dramática

Claire Danes – Homeland
Viola Davis – How To Get Away With Murder
Taraji P. Henson – Empire
Tatiana Maslany – Orphan Black
Keri Russell – The Americans
Robin Wright – House of Cards

Nelly: Queria apostar na Viola Davis, mas a última temporada de HTGAWM foi uma porcaria. Então vou apostar na Robin Wright, que domina House of Cards com o Spacey.

Jo: Diria Taraji P. Henson, que tá quebrando tudo que é elogio, mas Robin Wrgiht causadora taí, então acho que pra por a cereja no bolo “mulheres merecem ganhar tanto quanto homens” vão dar o Emmy pra ela. Não por terem aprendido alguma coisa, só pra causar mesmo e dar aquela sambada na cara do Oscar.

Loney: Vou de Tariji porque me recuso à apostar em qualquer coisa da Shonda Rhimes e de todas aí é a única da qual eu já vi outros trabalhos.

Pizurk: Eu aposto que o Emmy vai lacrar e sambar na cara da sociedade, premiando a Robin Wright. Mas não faço ideia de quem mereça que eu não vi nada ae.

Melhor ator em série dramática

Kyle Chandler – Bloodline
Rami Malek – Mr. Robot
Bob Odenkirk – Better Call Saul
Matthew Rhys – The Americans
Liev Schreiber – Ray Donovan
Kevin Spacey – House of Cards

Nelly: Eu preciso apostar no Kyle Chandler. E ele precisa vencer. Não apenas por Bloodline ter sido a série que mais gostei esse ano, mas porque ele mostrou ao público com convicção as nuances de seu John, que cresceu muito na segunda temporada.

Jo: Olha, por mim Mr. Robot pode levar tudo o que tiver concorrendo, mas não acho que ele se encaixe na categoria. Qual é, Mr. Robot não é um drama, porra, mas pro Emmy tudo que não é cômico ou talk show é dramático. Mas enfim, nessa categoria vou fazer uma aposta contrária. Acho que quem não vai ganhar esse prêmio de forma alguma é Kevin Spacey, justamente por causa da treta com a Robin Wright.

Loney: Eu não sei porque, mas os olhos do Rami Malek são muito esquisitos. Agora que tirei esse peso das costas gostaria que o Liev Schreiber levasse apesar da vibe de sempre morrer na praia que ele tem.

Pizurk: Liev Schreiber não merecia nem estar nessa lista, só por ter participado da bomba que foi o filme solo do Wolverine, então só posso dizer que Kevin Spacey vai levar essa jiromba.

Melhor atriz coadjuvante em série dramática

Maura Tierney – The Affair
Maggie Smith – Downton Abbey
Lena Headey – Game of Thrones
Emilia Clarke – Game of Thrones
Maisie Williams – Game of Thrones
Constance Zimmer – UnREAL

Nelly: Maisie Williams, pqp, essa garota é demais. Não existe outra opção.

Jo: Mas tudo é drama nessa porra agora? Mais uma vez, por série DRAMÁTICA, quem tem que levar é Maggie Smith.

Loney: A Maggie Smith é de longe a mais foda, mas só pra dar uma variada vou de Constance Zimmer primeiro porque apesar de UnReal me lembrar muito uma novela mexicana ela manda bem pra caralho na série e segundo porque foda-se Game of Thrones.

Pizurk: Vai ser Dança das Cadeira Medieval, certeza. Qual? Sei lá, não assisto a parada.

Melhor ator coadjuvante em série dramática

Jonathan Banks – Better Call Saul
Ben Mendelsohn – Bloodline
Peter Dinklage – Game of Thrones
Kit Harington – Game of Thrones
Michael Kelly – House of Cards
Jon Voight – Ray Donovan

Nelly: Ben Mendelsohn, sem dúvidas. Danny é um personagem muito intenso, com diversos conflitos internos e mil e uma facetas. E por pior ser humano que ele seja, é impossível não sentir empatia por ele. A cada episódio, tanto sua história quanto a personalidade, surpreendem. E o sotaque americano perfeito que ele faz, não tem quem diga que ele nasceu na Austrália e não em Islamorada.

Plus: Seu papel em Star Wars: Rogue One tem tudo para ter o destaque que ele merece e alavancar sua carreira subestimada, mas vou ser spoiler free dessa vez. E com um carisma assim, não tem como não torcer por ele. I think I wanna marry you.

Jo: Peter Dinklage por ser o único personagem com um drama verdadeiro em Game of Thrones.

Loney: Jonathan Banks.

Pizurk: Não queria, mas terei de concordar com o Loney.

Melhor atriz convidada em série dramática

Margo Martindale – The Americans
Carrie Preston – The Good Wife
Laurie Metcalf – Horace And Pete
Ellen Burstyn – House of Cards
Molly Parker – House of Cards
Allison Janney – Masters of Sex

Nelly: Allison Janney, porque é a única que eu conheço.

Jo: Convidado não tem que ganhar nada, tem que dar alguma coisa. São as regras, eu não as inventei, mas eu tenho que segui-las.

Loney: Porra cara, eles dão prêmio pra ator convidado?! Não é à toa que o Oscar é muito melhor. Allison Janney porque Masters of Sex é muito bom e The Good Wife tinha que ter acabado cinco temporadas atrás.

Pizurk: Não faço ideia, rola um d6 ae e boa.

Melhor ator convidado em série dramática

Max von Sydow – Game of Thrones
Michael J. Fox – The Good Wife
Reg E. Cathey – House of Cards
Mahershala Ali – House of Cards
Paul Sparks – House of Cards
Hank Azaria – Ray Donovan

Nelly: Max von Sydow porque GOT é a única série que acompanho.

Jo: Só não tem a mesma resposta da categoria anterior por causa do Michael J. Fox. A gente te ama, Michael J. Fox.

Loney: Hank Azaria porque foda-se House of Cards também.

Pizurk: Agora rola um d12 e divide por dois.

Melhor direção em série dramática

Michael Engler por Episódio 9 – Downton Abbey
Miguel Sapochnik por “Battle Of The Bastards” – Game of Thrones
Jack Bender por “The Door” – Game of Thrones
Lesli Linka Glatter por “The Tradition Of Hospitality” – Homeland
Steven Soderbergh por “This is All We Are” – The Knick
David Hollander por “Exsuscito” – Ray Donovan

Nelly: Miguel Sapochnik por “Battle Of The Bastards”. Esse episódio foi foda. Barbada!

Jo: Apesar da série não ser dramática, não tem como Battle Of The Bastards não ganhar. Os outros indicados não precisam nem ir à cerimônia pra não passar vergonha.

Loney: Michael Engler só pra ser do contra.

Pizurk: Eu não vi ninguém falando da Batalha dos Bastardos, mas foi uma puta comoção por conta da Porta, então… Dá o prêmio pra Downton Abbey.

Melhor roteiro em série dramática

Joel Fields e Joe Weisberg por “Persona Non Grata” – The Americans
Julian Fellowes por Episódio 8 – Downton Abbey
David Beniof e D.B. Weiss por “Battle Of The Bastards” – Game of Thrones
Robert King e Michelle King por “End” – The Good Wife
Sam Esmail por “eps1.0_hellofriend.mov (Pilot)” – Mr. Robot
Marti Noxon e Sarah Gertrude Shapiro por “Return” – UnREAL

Nelly: Voto com coerência: David Beniof e D.B. Weiss por “Battle Of The Bastards“.

Jo: Eu acho que o roteiro de Battle Of The Bastards não foi tão incrível pra uma série de TV quanto a direção cinematográfica que a mesma teve. Então acho que quem deve levar é The Good Wife ou The Americans.

Loney: Vou com o Sam Esmail por Mr. Robot porque eu quero é a única série aí com um tema relevante de verdade.

Pizurk: Cara, quem fez o roteiro de Game of Thrones foi o George Raymond Richard Martin, vulgo Jorginho, então o prêmio não pode ir pra essa galera. Joga pra cima e dá o prêmio pro papel que cair na mesa.

Melhor série cômica

black-ish
Master of None
Modern Family
Silicon Valley
Transparent
Unbreakable Kimmy Schmidt
Veep

Nelly: Unbreakable Kimmy Schmidt… Acho? Só curto série de drama e terror, não sei opinar sobre o assunto.

Jo: Esse ano tá bem ruim pra série cômica, hein? Puta que me pariu. Por mim ninguém levava, mas já que alguém vai levar, que seja Veep.

Loney: Modern Family ainda tá aí, rapá? Fazendo o quê, rapá? E Veep não é nome de creme de depilação? Vou com Transparent por ter o Jeffrey Tambor fazendo papel de mulher.

Pizurk: Unbreakable Kimmy Schmidt só tá ae por ser da Tina Fey, já que é bem bacana, mas não é exatamente pro povão. Então vamo de Modern Family que tem a Sofía Vergara.

Melhor atriz em série cômica

Julia Louis-Dreyfus – Veep
Amy Schumer – Inside Amy Schumer
Lily Tomlin – Grace And Frankie
Ellie Kemper – Unbreakable Kimmy Schmidt
Tracee Ellis Ross – black-ish
Laurie Metcalf – Getting On

Nelly: Julia Louis-Dreyfus, em homenagem a Elaine. Mas por coincidência ela é bem divertida em Veep também.

Jo: Amy Shumer hoje, Amy Schumer amanhã, Amy Schumer sempre!

Loney: Não aguento a Julia Louis-Dreyfus desde Old Christine e “Inside Amy Schumer” é um nome extremamente tosco, então minha-mãe-mandou-eu-apostar-nessa-daqui na Laurie Metcalf.

Pizurk: A Julia Louis-Dryfus já não era engraçada em Seinfeld, e a Amy Schumer é “meh”, então eu vou de Ellie Kemper, que é quase um Jim Carrey, no quesito caretas.

Melhor ator em série cômica

Anthony Anderson – black-ish
Aziz Ansari – Master of None
Will Forte – The Last Man on Earth
William H. Macy – Shameless
Thomas Middleditch – Silicon Valley
Jeffrey Tambor – Transparent

Nelly: Já disse que não sei.

Jo: Apesar de ter quase certeza de que Aziz Ansari vai levar, minha aposta/torcida vai pra Will Forte de The Last Man on Earth, que deveria estar concorrendo à melhor série cômica também.

Loney: Por mim pode ficar entre o William H. Macy e o Jeffrey Tambor que eu tô feliz.

Pizurk: Aziz Ansari é sem graça, Will Forte em The Last Man on Earth tá mais pra vergonha alheia que humor. Dessa lista ae, o melhor é o Jeffrey Tambor.

Melhor atriz coadjuvante em série cômica

Niecy Nash – Getting On
Allison Janney – Mom
Kate McKinnon – Saturday Night Live
Judith Light – Transparent
Gaby Hoffmann – Transparent
Anna Chlumsky – Veep

Nelly: Porra, isso tá ficando muito específico. Vamos focar, Emmy!

Jo: Allison Janey por falta de afinidade opções.

Loney: Allison Janey porque a gente precisa fazer o Chuck Lorre focar em alguma coisa e cancelarem TBBT de uma vez.

Pizurk: Puta que pariu, tá difícil. Rola um… D100, e divide por… 16.6666666667…?

Melhor ator coadjuvante em série cômica

Louie Anderson – Baskets
Andre Braugher – Brooklyn Nine-Nine
Keegan-Michael Key – Key & Peele
Ty Burrell – Modern Family
Tituss Burgess – Unbreakable Kimmy Schmidt
Tony Hale – Veep
Matt Walsh – Veep

Nelly: Tony Hale me causa um misto de ataque de fúria e câncer. Acho que funciona bem pro humor.

Jo: Eu sinceramente não sei o que diabos tá acontecendo com o Emmy esse ano. Como Baskets concorre em Melhor Ator Coadjuvante mas não em Melhor Série Cômica e Melhor Ator em Série Cômica? Como cês deram as costa pro (Até o momento) papel da vida de Zach Galifianakis? E é claro que Louie Anderson merece ganhar, pra quem não sabe, ele faz o papel da mãe do Galifianakis.

Loney: “Papel da vida do Zach Galifianakis” ri tanto aqui que até caguei pra minha aposta. Dito isto, se você se der ao trabalho de procurar essa gente aí verá que já conhece a maioria deles, só não pelo nome.

Pizurk: Em uma imagem, porque Tituss Burgess merece o prêmio:

Melhor atriz convidada em série cômica

Laurie Metcalf – The Big Bang Theory
Christine Baranski – The Big Bang Theory
Tina Fey e Amy Poehler – Saturday Night Live
Melissa McCarthy – Saturday Night Live
Amy Schumer – Saturday Night Live
Melora Hardin – Transparent

Nelly: Tina Fey e Amy Poehler sem dúvidas.

Jo: Concordo com Tina Fey e Amy Poehler, mas por The Big Bang Theory não estar concorrendo a grandes coisas, pode ser que Laurie Metcalf ou Christine Baranski levem.

Loney: Melora Hardin porque The Big Bang Theory está uma merda e SNL é a praticamente uma repartição pública.

Pizurk: Laurie Metcalf parece aquela sua tia que se inscreve em tudo que é sorteio pra ver se ganha algo. Vai vendo a Tina Fey e a Amy Poehler ganhando coisa só por ter participado.

Melhor ator convidado em série cômica

Bob Newhart – The Big Bang Theory
Tracy Morgan – Saturday Night Live
Larry David – Saturday Night Live
Bradley Whitford – Transparent
Martin Mull – Veep
Peter Scolari – Girls

Nelly: Larry David, no matter what.

Jo: Tem outros indicados? Desculpa, eu só consegui ler Larry David.

Loney: Martin Mull porque ele é legal mas meio ignorado.

Pizurk: Peter Scolari, só por ser parente do Luiz Felipe.

Melhor direção em série cômica

Aziz Ansari por “Parents” – Master of None
Alec Berg por “Daily Active Users” – Silicon Valley
Mike Judge por “Founder Friendly” – Silicon Valley
Jill Soloway por “Man On The Land” – Transparent
Dave Mandel por “Kissing Your Sister” – Veep
Chris Addison por “Morning After” – Veep
Dale Stern por “Mother” – Veep

Nelly: Não lembro os nomes dos episódios. Vale apostar em Veep, só?

Jo: Veep, é claro.

Obs: Quando estiver em dúvida, aposte sempre na série que tiver mais indicações.

Loney: Transparent porque todo o resto me dá tédio só de ler a sinopse.

Pizurk: Não sendo pro Aziz Ansari, tá ótimo, pra mim.

Melhor roteiro em série cômica

Rob Delaney e Sharon Horgan por Episódio 1 – Catastrophe
Aziz Ansari e Alan Yang por “Parents” – Master of None
Dan O’Keef por “Founder Friendly” – Silicon Valley
Alec Berg por “The Uptick” – Silicon Valley
David Mandel por “Morning After” – Veep
Alex Gregory e Peter Huyck por “Mother” – Veep

Nelly: Qualquer um dos dois episódios de Veep.

Jo: Veep de novo porque Silicon Valley é chato.

Loney: Deus do céu… Silicon Valley mas é só porque eu não me importo.

Pizurk: Mesma coisa da categoria acima.

Melhor minissérie

American Crime
Fargo
The Night Manager
The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Roots

Nelly: Achei American Crime meio chata, mas tem muita qualidade no enredo e na produção. Mas vou apostar em The People v. O.J. Simpson, que também foi muito bem produzida e conseguiu prender o público com uma história que todos já conhecem e ainda se fascinam. Qualquer uma que ganhar, quem vence é o público. Só faltou 11.22.63 concorrer.

Jo: Tem a opção “nenhuma”?

Loney: Fargo não era um filme?

Pizurk: Eu vou votar em Roots, só por eu ser roots.

Melhor filme feito para TV

All The Way
Confirmation
Luther
Sherlock: The Abominable Bride
A Very Murray Christmas

Nelly: Sherlock: The Abominable Bride por motivos de saudades da série. Mas Luther foi do caralho também.

Jo: Qualquer coisa que tenha Bill Murray merece ganhar sempre!

Loney: “Melhor filme feito para TV” é tipo “melhor anúncio feito para revista pornô”.

Pizurk: Bota qualquer um ae, só pra fazer barulho de fundo.

Melhor atriz em minissérie ou filme feito para TV

Sarah Paulson – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Kerry Washington – Confirmation
Kirsten Dunst – Fargo
Felicity Huffman – American Crime
Audra McDonald – Lady Day at Emerson’s Bar & Grill
Lili Taylor – American Crime

Nelly: Estou torcendo por Sarah Paulson, que concorre também por American Horror Story, e trabalhou muito nesse ano que passou. Mas como Felicity Huffman concorre apenas nessa categoria e é muito mais atriz que as demais (Já assistiram Transamerica? É um absurdo de mulher!), aposto nela.

Jo: Acredito e confio na Nelly.

Loney: Audra McDonald: Eu bem que gostaria que a Kirsten Dunst fosse uma atriz coerente, mas não é, e eu passo muito longe de obra que tenta me dar lição de moral.

Pizurk: Audra McDonald tinha um sítio, IA IA Ô!

Melhor ator em minissérie ou filme feito para TV

Bryan Cranston – All The Way
Benedict Cumberbatch – Sherlock: The Abominable Bride
Idris Elba – Luther
Cuba Gooding Jr. – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Tom Hiddleston – The Night Manager
Courtney B. Vance – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story

Nelly: É tanto ator bom em The People v. O.J. Simpson que enfiam até coadjuvante como melhor ator. Courtney B. Vance foi ótimo como o advogado John Cochrane, mas não teve peso de leading role. Por isso vou ser justa e apostar no Cuba Gooding Jr.

Jo: Se não for o Idris Elba, não pode ser mais ninguém.

Loney: Agora que reparei que é “minissérie ou filme”. O Emmy passa horas fazendo categoria irrelevante pra daí juntar os dois num só: Atestado de desimportância. Vou junto do Jo com o Idris Elba porque é o Idris Elba.

Pizurk: Idris Elba tinha que interpretar todos os personagens de tv e cinema do mundo.

Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme feito para TV

Melissa Leo – All The Way
Regina King – American Crime
Sarah Paulson – American Horror Story: Hotel
Kathy Bates – American Horror Story: Hotel
Jean Smart – Fargo
Olivia Colman – The Night Manager

Nelly: Sarah Paulson.

Jo: Eu não assisto American Horror Story desde a 3° temporada, mas vou de Kathy Bates, coitada. Ela merece.

Loney: Eu gosto da Kathy Bates mas não suporto nada do Ryan Murphy, e agora?

Pizurk: Roda um d20 em sistema de rodízio até que alguma caia no 17. Não entendeu? Ótimo.

Melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme feito para TV

Jesse Plemons – Fargo
Bokeem Woodbine – Fargo
Hugh Laurie – The Night Manager
Sterling K. Brown – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
David Schwimmer – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
John Travolta – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story

Nelly: Mil vezes Sterling K. Brown. Seu personagem atenuava a atmosfera de animosidade por onde passava e sua química com Sarah Paulson foi uma delícia de ver. The People v. O.J. Simpson foi uma ótima minissérie e merece essa quantidade absurda de indicações.

Jo: Não sei, só sei que é uma ofensa The Night Menager estar concorrendo a qualquer coisa.

Loney: Me recuso a dar qualquer coisa pra reconstituição da circo midiático e The Night Manager pelo menos não é adaptação , então nenhum: Vai ser a pausa pro banheiro.

Pizurk: Levanta e joga a mesa longe, que eu não aguento mais essa merda.

Melhor roteiro em minissérie ou filme feito para a TV

Bob DeLaurentis por “Loplop” – Fargo
Noah Hawley por “Palindrome” – Fargo
David Farr por The Night Manager
Scott Alexander e Larry Karaszewski por “From The Ashes Of Tragedy” – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
D.V. DeVincentis por “Marcia, Marcia, Marcia” – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Joe Robert Cole por “The Race Card” – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story

Nelly: Tanto “Marcia, Marcia, Marcia” quanto “The Race Card” foram grandes episódios, mas aposto no roteiro do segundo, que foi um dos mais importantes da minissérie.

Jo: Os caras conseguiram enfiar The Night Menager até onde não tinha espaço.

Loney: Pensei que seria uma mijadinha, mas vai ser um barrão mesmo.

Pizurk: Loplop, só pelo nome.

Melhor direção em minissérie ou filme feito para a TV

Jay Roach por All The Way
Noah Hawley por “Before The Law” – Fargo
Susanne Bier por The Night Manager
Ryan Murphy por “From The Ashes Of Tragedy” – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Anthony Hemingway por “Manna From Heaven” – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
John Singleton por “The Race Card” – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story

Nelly: Novamente, “The Race Card”.

Jo: Olha esse The Night Menager se metendo onde não deve de novo.

Loney: All The Way (Ironicamente) porque cagar cansa.

Pizurk: Droga, não tem nenhum com nome engraçado.

Melhor animação

Archer
Bob’s Burgers
Phineas and Ferb Last Day of Summer
The Simpsons
South Park

Jo: Noooooossa, mano. Bob’s Burger? Sério isso? Eu vou ter que apostar em Simpsons? Cês vão mesmo fazer isso comigo?

Nelly: Bob’s Burgers, meu food truck preferido.

Loney: Simpsons, só pelo crossover com Futurama.

Pizurk: Vão se foder, duvido que ganhe, mas Archer é a melhor dessas ae.

Melhor dublagem

Seth MacFarlane – Uma Família da Pesada
Trey Parker – South Park
Matt Stone – South Park
Keegan-Michael Key – SuperMansion
Chris Pine – SuperMansion

Jo: Uma Família da Pesada concorre a Melhor Dublagem ao lado de South Park mas não concorre a Melhor Animação? Que seja, esse Emmy tá muito louco.

Loney: SuperMansion porque o Keegan-Michael Kay é maneiro.

Nelly: Sou da mesma opinião que o Jo.

Pizurk: Seth MacFarlane é uma farsa, então 80% de chances de eu ficar feliz.

Melhor talk show e variedades

Comedians In Cars Getting Coffee
Jimmy Kimmel Live
Last Week Tonight With John Oliver
The Late Late Show With James Corden
Real Time With Bill Maher
The Tonight Show Starring Jimmy Fallon

Jo: Jimmy Fallon. Eu gosto do Jimmy Fallon. Jimmy Fallon é um cara legal. Olá Jimmy Fallon, se você estiver lendo isso, saiba que eu gosto de você. Você é um cara legal.

Loney: Jimmy Fallon, se você estiver lendo isso, saiba que você é um bosta. Comedians In Cars Getting Coffee não só é o único programa aí que não é exatamente igual aos outros como também tem carros legais.

Nelly: Não sou americana. Esse prêmio já é da Marília Gabriela.

Pizurk: Comedians In Cars Getting Coffe é o único da listar que levou o Obama pra dar um rolê num Corvette Stingray Split Window Coupe 1963 e… Eu vou ter que concordar com o Loney duas vezes no mesmo texto? Puta que pariu.

Melhor programa de esquete e variedades

Documentary Now!
Drunk History
Inside Amy Schumer
Key & Peele
Portlandia
Saturday Night Live

Jo: Dúvida maldita entre em Drunk History e Portlandia, mas acho que vão dar mesmo é pra Amy Schumer ou pro Saturday Night Live.

Loney: Drunk History, mas não sendo a Amy Schumer e nem SNL tá tudo bem.

Nelly: Drunk History.

Pizurk: Documentários são legais.

Melhor especial de variedades

Adele Live In New York City
Amy Schumer: Live At The Apollo
The Kennedy Center Honors
The Late Late Show Carpool Karaoke Prime Time Special
Lemonade

Jo: Amy Schumer: Live At The Apollo porque é um crossover entre Amy Schumer e o maior rival do Rock. Não, não o Balboa, o Chris Rock mesmo.

Loney: The Late Late Show Carpool Karaoke Prime Time Special pode ser assistido na internet e seria muito legal se tivesse menos artista bosta.

Nelly: The Late Late Show Carpool Karaoke Prime Time Special é gostoso pacas de falar. E é bem divertido. Tava quase apostando em The Kennedy Center Honors até que parei pra ler de novo e vi que estava escrito Honors e não Horrors. Dislexia é foda.

Pizurk: Limonada é legal.

Melhor reality show ou programa de competição

The Amazing Race
American Ninja Warrior
Dancing With The Stars
Project Runway
Top Chef
The Voice

Jo: American Ninja Warrior por causa daquele vídeo do competidor vestido de dinossauro.

Loney: Puta merda, é tipo fazer uma lista de tudo que me deixaria muito feliz se não existisse e tentarem dar um prêmio pra isso… American Ninja Warrior pelo menos é sincero.

Nelly: American Ninja Warrior.

Pizurk: Eu queria participar de American Ninja Warrior, ou das Olimpíadas do Faustão, então cês já sabem do que eu gosto.

Melhor apresentador de reality show

Ryan Seacrest – American Idol
Tom Bergeron – Dancing With The Stars
Jane Lynch – Hollywood Game Night
Steve Harvey – Little Big Shots starring Steve Harvey
Tim Gunn – Project Runway
RuPaul Charles – RuPaul’s Drag Race

Jo: Não sei do que se trata o programa, mas se tem a Jane Lynch apresentando eu já gostei.

Loney: Steve Harvey. Não não, eu tenho que me desculpar: Jane Lynch, mesmo a premissa do programa sendo um saco.

Nelly: RuPaul porque o hype é enorme, mas não torço.

Pizurk: RuPaul já ganhou. Literalmente.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito