Eu quero The Big Bang Theory de volta

Televisão quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Se você se der ao trabalho de procurar nos arquivos do Bacon com certeza me encontrará falando sobre The Big Bang Theory.

2007 foi há nove anos atrás. A série está em sua décima temporada e, ao que tudo indica, será renovada novamente. Conheci a série em metade de 2008, durante o hiato da primeira pra segunda temporada… Meu deus, como as coisas eram diferentes naquela época.

The Big Bang Theory nunca vestiu a camisa de nerd… Nem a de cientista, na real. Estranho isso… Claro, o background sempre esteve lá, com as referências óbvias e o humor bobo, mas nunca foi uma IT Crowd, Firefly ou Stargate. Nunca tentou ser também… Até que chegou o “bazinga”. O “bazinga” foi o início da queda de The Big Bang Theory: Sheldon virou o personagem principal e a série toda girafa em torno de, a cada episódio, criar alguma esquisitice babaca pro personagem. Na metade da terceira temporada, a série já era um saco, mesmo as duas primeiras sendo boas.

Na quinta temporada, a série que eu gostei já tinha mudado completamente. Tanto Bernadette quanto Amy já tinham mudado em relação aos seus personagens originais. Na verdade, todos eles já tinham mudado, à exceção dos que faziam participações: As mães de Sheldon, Leonard e Howard, os pais de Penny e Bernadette. Até a oitava temporada todos os personagens, todos mesmo, mudaram radicalmente do que eram no começo. É gritante, e tão ruim que The Big Bang Theory passou de uma série simples sobre um bando de “nerds” pro que é hoje, uma série sobre… Um dating sim na TV.

The Big Bang Theory era leve, óbvia mas divertida, brincando acerca de estereótipos ao redor da tal “cultura nerd”, mas aí ficou importante. Não dá sequer pra me chamar de hipster neste caso: Basta qualquer um assistir pra notar que, em questão de meia temporada, tudo que levou a série ao sucesso foi esgotado ou deixado de lado. Atualmente Sheldon não é mais o que era na terceira à quinta temporada, mas não mudou pra melhor. E eu sou o primeiro a dizer que toda mudança é bem vinda. O personagem é simplesmente genérico. Todos eles são genéricos e patéticos. O plot é ruim, as piadas são ruins, a ciência é ruim. The Big Bang Theory sofre de se levar à sério.

Eu sei que este texto inteiro até agora é muito diferente do que já falei aqui no Bacon tantas outras vezes, então talvez eu deva me explicar.

A Warner passa dois episódios de Friends, de segunda à sábado, da uma às duas da tarde. E, nos últimos tempos, eu tenho assistido. Rachel está grávida e Ross é o pai; ela ainda não contou pra ele. E depois disso vem The Big Bang Theory. Hoje foi o segundo episódio da quarta temporada. A quarta temporada é melhor que a metade final da terceira (Infelizmente a quinta temporada vem em seguida).

 Dica boladona: Pule absolutamente TODOS os episódios que ele tem o cabelo assim.

E, findos os episódios de Friends, TBBT começa. E, vez ou outra, ao invés de trocar de canal ou desligar a TV eu vejo aquelas primeiras cenas, antes da abertura. E cara, que série legal. É a série a qual eu comprei o DVD da primeira temporada. A série a qual passei anos acompanhando, mesmo depois de ficar bem, bem ruim. É a única série que eu já me dei ao trabalho de saber quando começaria uma nova temporada, se teria sido renovada, de dar uma de fã babaca sem medo de ser feliz. E aí eu lembro que não acompanho a série há quatro anos.

Porque ficou chato, porque ficou vazio, porque os personagens viraram caricaturas, porque as piadas ficaram mais rasas. TBBT se tornou um fardo e eu tinha de me esforçar para ver os episódios. Primeiro fiquei um ou dois atrás, mas alcançava; depois esperei a temporada terminar pra assistir tudo; e aí não me importei quando o hiato terminou e a série voltou. Até tentei voltar a acompanhar umas duas ou três vezes, tirando uma tarde toda pra assistir vários e vários episódios. Muito para minha própria surpresa acabo de descobrir que parei em algum ponto da nona temporada, não da sétima. Eu não ligo mais, nem pra acompanhar nem pra saber o que eu já assisti.

Mas ver parte dos episódios que eu gostei e ainda gosto, vez ou outra na TV, me faz querer ver de novo. Mas não dá, porque nada do que a série já teve continua lá. Só os mesmos nomes, os mesmos atores. The Big Bang Theory nunca teve o carisma de Two and a Half Men ou até mesmo de Mom, nem mesmo tentou ser melhor dentro de si própria como Community, Star Trek ou Doctor Who, mas nem mesmo ser uma série boba sobre clichês ela consegue mais. Eu quero as piadas ruins sobre Halo de volta.

Leia mais em: ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito