Estreias da Semana – 22/12/2016

Cinema quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Sing – Quem Canta Seus Males Espanta (Sing)
Com: Scarlett Johansson, Matthew McConaughey, Reese Witherspoon, Seth MacFarlane e John C. Reilly
Dono de um teatro antigaço que tá passando por uma época de vacas magras, Buster Moon tenta salvar seu tesouro através de uma competição de música. Como se salva um teatro com música em não sei, mas qualquer desculpa é válida pra botar os outros pra cantar num musical.
Eu ia falar dos dubladores brasileiros, mas ai lembrei que nem vale a pena gastar saliva [Ou no caso, os dedos].

Capitão Fantástico (Captain Fantastic)
Com: Viggo Mortensen, Kathryn Hahn, Annalise Basso, Frank Langella e George Mackay
Ben tem seis filhos, que decidiu criar no meio do mato, sem se preocupar com sociedade. No que pode ser considerado o melhor jeito de criar um filho do mundo, os moleques aprendem a praticar esportes e combater inimigos. Mas quando a mulher de Ben [Que eu não sei como concordou com isso] fica doente, eles tem de voltar à civilização, e agora é Ben quem tem de aprender. No caso, aprender a viver com gente de novo.
Parece uma mistura de Na Natureza Selvagem com Pequena Miss Sunshine. O que pode ser muito bom ou muito ruim, dependendo de como você encarar.

Minha Mãe é uma Peça 2: O Filme
Com: Paulo Gustavo, Herson Capri, Mariana Xavier, Rodrigo Pandolfo, Luana Piovani
Depois de virar apresentadora de televisão, Dona Hermínia continua se preocupando principalmente com a família: Marcelina e Juliano resolveram sair de casa. Garib chega com um neto pra ela, e sua irmã Lucia Helena resolve fazer uma visita, pra tirar férias de Nova Iorque. E tem também o ex-marido querendo voltar, mas todo mundo sabe que isso é só pra ter pretexto pra piada de ex.
Olha, só pelo pôster já dá pra dizer que dessa vez a produção teve muito mais dinheiro que no primeiro filme.

O Lamento (Goksung)
Com: Chun Woo-hee, Hwang Jung-min, Jun Kunimura, Kwak Do Won, Jang So-yeon, Jo Han-Cheol e Kim Hwan-hee
Um estranho misterioso chega na aldeia, o que coincide [Ou não] com uma onda de mortes muito esquisitas, gerando desconfiança entre o povo que ali mora. Mas o bicho pega mesmo quando a filha do oficial Jong-Goo entra nesse baião de dois, o que faz com que o puliça vá atrás de um xamã pra ver se resolve essa porra.
Pela primeira vez em anos de falar bosta sobre entretenimento, é o primeiro filme oriental sem kung fu que me interessou.

A Última Lição (La Dernière Leçon)
Com: Antoine Duléry, Gilles Cohen, Marthe Villalonga e Sandrine Bonnaire
Em plena festa de aniversário de 92 anos, Madeleine anuncia que decidiu quando vai morrer. É, ela escolheu uma data pra bater as botas. A família fica bolada com isso, mas conforme o tempo passa a filha começa a entender a mãe.
E é nessas horas que você vê que o conceito de autonomia do corpo [Ou a falta de] não é pra principiantes. Deixa os véio ir embora, mermão.

O Que Está Por Vir (L’avenir)
Com: Isabelle Huppert, Roman Kolinka e André Marcon
Professora de filosofia, Nathalie ama o que faz, ensinando seus alunos a pensarem, ao invés de só decorar matéria. Casada e com dois filhos, seu mundo cai quando o marido avisa que tá indo dar um rolê só de ida com a amante. Como desgraça pouca é bobagem, ela também perde o emprego, e se vê totalmente livre, leve e solta, tentando dar um jeito na vida.
Cê jura que o filme francês é dramalhão digno de novela mexicana, só que compactado em duas horinhas? Sai, cramulhão.

Belos Sonhos (Fai Bei Sogni)
Com: Bérénice Bejo, Emmanuelle Devos, Fabrizio Gifuni, Barbara Ronchi e Guido Caprino
Com uma infância zoada por conta da morte da mãe, Massimo se recusa a aceitar que mamãe tá morta. Mas ele cresce, se torna jornalista e vai cobrir a guerra em Sarajevo, e depois começa a ter ataques de pânico quando vai vender o apartamento dos pais, o que o força a fazer uma auto-terapia radical.
Isso é o que pode se chamar de filhinho da mamãe. Ou será que é um filho de vó?

Leia mais em: , , , , , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

busca

confira

quem?

baconfrito