Bipolar Show é a coisa mais bonita que a televisão pode te mostrar hoje

Televisão terça-feira, 06 de setembro de 2016

Eu não sou um cara chato com a televisão. Eu assisto qualquer tipo de porcaria, defendo qualquer tipo de porcaria e ainda te insulto por não gostar desse tipo de porcaria e ficar fazendo discurso alienado anti-alienação. Mas calma, eu sei que o problema não são vocês, eu é que, pra variar, tou errado. E pra compensar todos esses anos defendendo porcarias da televisão eu vou mostrar pra vocês o suprassumo da cultura na televisão brasileira. Prontos? Eu não me importo.

Acontece que de vez em quando aquela caixinha de imagens, que vocês gostam de culpar por todos os males do mundo, transmite algo realmente bom. São poucos os casos, mas é graças a esses poucos casos que os poucos casos são excelentes. E não é fazendo pouco caso da programação da TV brasileira, mas convenhamos que é um pouco complicado achar algo legal de assistir, mesmo que esse algo legal de assistir seja algo ruim. To me fazendo entender? Desculpa. São os remédios pra dor e a ressaca de ontem. Ou seria de hoje? Enfim.

Bipolar Show é um show bipolar exibido pelo Canal Brasil às terças feiras, e apresentado por Michel Melamed, que eu tenho certeza absoluta que vocês, assim como eu, conhece de algum lugar além do comercial da Nextel. O programa recebe sempre dois convidados, um que é entrevistado e faz parte das performances teatrais com Michel Melamed e uma banda/músico que apresenta-se ao final de cada programa.

Mas afinal de contas, o que é o programa? O programa, meus queridos amigos, se é que assim me permitem chamá-los, é um talk-show. O programa não é um talk-show, é uma conversa de bar. O programa não é uma conversa de bar, é uma performance teatral na TV. O programa não é uma performance teatral na TV, é um talk-show, uma conversa de bar e uma performance teatral na TV. O programa, meus queridos amigos, se é que assim ainda me permitem chamá-los, é uma das coisas mais originais que você verá desde a invenção da televisão.

Se Bipolar Show não for completamente roteirizado, Michel Melamed é um puta gênio. Se for, Michel Melamed é um puta gênio do caralho. O mundo precisa de mais pessoas como Michel Melamed. Embora se mais Micheis Melameds existissem, Michel Melamed seria normal e se tem algo que não é normal nesse mundo é comida azul e Michel Melamed.

Leia mais em: , , ,

Antes de comentar, tenha em mente que...

...os comentários são de responsabilidade de seus autores, e o Bacon Frito não se responsabiliza por nenhum deles. Se fode ae.

  • Michel Melamed

    <3

busca

confira

quem?

baconfrito